• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Meditação Dinâmica: Aprenda a meditar dançando, pulando, gritando e rindo

Perfeita para quem quer meditar mas não consegue ficar quieto.

Com a vida maluca que temos, cada vez mais pessoas estão reservando algum momento do dia para dedicar-se à saúde mental.

A meditação, embora seja uma das técnicas mais populares para este fim, ainda é rodeada de tabus e falta de informação. A maioria das pessoa acha que para a pratica funcionar, é preciso ficar em silêncio absoluto e sentado por longas horas.

Você sabia que é possível meditar dançando, pulando, gritando e até rindo?

Meditação Dinâmica, ou meditação ativa, difundida pelo famoso guru Osho, é o oposto daquela calmaria na qual a prática de meditação é sempre retratada.

No livro “Meditação para Ocupados“, o guru explica que é justamente essa “obrigação” de manter-se sentado, quase imóvel, a grande barreira que impede muitas pessoas de procurarem a prática.

Mas, segundo ele, nada precisa ser tão forçado assim.

O segredo da meditação dinâmica

Nas palavras de Osho, quanto mais você se obrigar a ficar sentadinho, quieto, mais desconforto vai sentir. Essa calmaria externa “obrigatória” promove uma inquietude interior como compensação, com isso todos seus conflitos internos podem ser aflorados, resultando em sentimentos ruins como tristeza, depressão, ansiedade, etc.

Ter a consciência que esses sentimentos estão dentro de você é importante para que um dia você consiga eliminá-los, mas nem sempre estamos preparados para lidar com eles.

A meditação dinâmica vem como uma forma de você tomar conhecimento dessa sua “loucura interior” de forma gradual, tendo tempo e capacidade de absorver as sensações da melhor maneira possível.

Dessa forma, a sugestão criada por Osho é criarmos uma inquietude externa para, diferente da meditação tradicional, despertarmos uma quietude interna. Ou seja, a meditação dinâmica consiste em extravasar os seus sentimentos, gritando, pulando, dançando, rindo até que a sensação de paz e calmaria surja em sua mente.

Grupo praticando a meditação dinâmica de Osho.

Isso é possível pois desde sempre somos forçados a suprimir nosso sentimentos. Nossa criação, educação e nossa sociedade são supressoras. Há um acúmulo de raiva, sexualidade, violência, ganância, etc., dentro da gente.

Quando procuramos e forçamos a calmaria, todas essas coisas que foram suprimidas tendem a vir à tona. Ao jogarmos tudo para fora, expressamos esses sentimentos. Na realidade é como um tipo de catarse que libera as sensações ruins, sendo possível encontrar o equilíbrio mental com mais naturalidade.

Inclusive, é comum exercícios teatrais utilizarem essa técnica como forma de ajudar os atores e encontrarem a calmaria e a concentração necessária para representarem e criarem seus personagens, já que esse “esvaziamento” das emoções favorece a construção de novas emoções.

Após algum tempo praticando, já tendo conseguido domar seus sentimentos e encontrado seu ponto de calmaria interior, a meditação tradicional poderá ser feita com mais facilidade.

Como Praticar

Osho recomenda que se pratique a Meditação Dinâmica sempre no período da manhã, pois é quando, nas palavras do guru, “toda a natureza se torna viva, a noite se foi, o sol está nascendo e tudo se torna consciente e alerta“.

A prática dura cerca de uma hora, dividida em 5 estágios. Apesar de muitos sites não mencionarem esse fato, no livro em questão é indicado que se pratique preferencialmente em grupo e com uma trilha sonora específica.

A trilha sonora foi desenvolvida pelo Osho de forma que suas melodias ajudem, energeticamente, a atingir os resultados esperados. Além disso, ela também serve como base para saber quando tem que mudar de um estágio para outro.

Você pode ouvir online ou baixar essa trilha sonora clicando aqui.

O próprio guru dizia que não devemos seguir regras ultrapassadas, então o caminho aqui é mais flexível, ou seja, também pode praticar sem a trilha ou com uma musiquinha do seu agrado. Outra sugestão é programar o alarme do celular para soar quando der o tempo para mudar de um estágio para o outro.

Nada deve ser empecilho para não praticar, ok?

Osho diz que, provavelmente, apenas na terceira semana de prática você começará a dominar a técnica e talvez em três meses já consiga entrar “em um mundo diferente“. Mas tudo vai de pessoa para pessoa.

Iniciando a técnica

Primeiro passo para praticar a meditação dinâmica é usar roupas confortáveis, que não impeçam seu movimento. É necessário também ficar com os olhos fechados durante todo o processo. Se for necessário, amarre uma venda sob os olhos.

Lembre-se, para Osho nada é uma regra fechada, se não conseguir realizar todo o processo de uma hora, não tem problema. Vá aos pouquinhos que logo você chega lá.

“Primeiro estágio – 10 minutos

Respire caoticamente pelo nariz, deixando que a respiração seja intensa, profunda, rápida, sem ritmo, sem padrões, concentrando-se sempre na exalação. O corpo cuidará da inalação. Deve respirar fundo, até os pulmões.

Faça isso o mais rápido e profundamente que conseguir, até se tornar, literalmente, a própria respiração. Use os movimentos naturais do corpo para ajudar a fazer crescer a energia. Sinta-se crescendo, mas não se solte durante o primeiro estágio.

Segundo estágio – 10 minutos

Exploda! Livre-se de tudo que precisa ser jogado fora. Acompanhe seu corpo. Dê ao corpo liberdade para expressar tudo o que estiver lá. Fique totalmente louco. Grite, berre, chore, pule, chute, balance, dance, cante, ria; jogue-se para lá e para cá. Não reprima nada; faça o corpo inteiro se mexer.

Um pouco de encenação ajuda, no começo. Nunca deixe a mente interferir no que estiver acontecendo. Fique conscientemente louco. Seja inteiro

Terceiro estágio – 10 minutos

Com os braços erguidos acima da cabeça, pule várias vezes gritando o mantra “Hoo! Hoo! Hoo!” (pronuncia-se “Huuu”) o mais profundamente possível. Sempre que os pés tocarem o chão, pela sola, permita que o som repercuta profundamente no centro sexual. Dê tudo o que tiver: fique completamente exausto.

Quarto estágio – 15 minutos

Pare! Congele onde estiver, em qualquer posição que estiver. Não arrume o corpo. Uma tosse, um movimento, qualquer coisa, dissipa o fluxo de energia e o esforço se perde. Seja testemunha de tudo o que está lhe acontecendo.

Quinto estágio – 15 minutos

Comemore! Com música e dança, expresse tudo o que estiver lá. Carregue consigo essa vivacidade o dia inteiro.”

*Trecho retirado do livro “Meditação para Ocupados – Osho”.

Alternativas silenciosas

Pode ser que você encontre problemas para praticar a meditação dinâmica devido ao barulho que ela pode causar, de música, gritos, etc. Nem todos os vizinhos são amistosos quanto a isso. Portanto, no livro, são sugeridas algumas alternativas:

  • No segundo estágio, em vez de jogar para fora sons, deixe a catarse ocorrer internamente por movimentos físicos;

  • No terceiro estágio, o som emitido pode ser feito apenas interiormente;

  • No quinto estágio, pode ser apenas uma dança expressiva.

 

Veja abaixo o vídeo publicado pelo canal do Water LeBlanc, que mostra toda a meditação em ação:

Para conhecer outras técnicas de meditação e descobrir os benefícios que elas podem trazer à sua vida, veja nossas outras matérias sobre o assunto, clicando aqui.

Fonte(s): Livro "Meditação para Ocupados" - Osho
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui