• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Faz Tudo

chevron_left
chevron_right

Veja como ligar o Chuveiro Aquecido sem usar Energia

Mas atenção, especialistas explicam que o barato pode sair caro. Entenda.

Ter um chuveiro com água quentinha, sem utilizar energia elétrica, não seria má ideia, ainda mais em tempos de crise e tendência de aumento na conta de luz, não é mesmo?

Está rolando um vídeo nas redes sociais com uma alternativa para isso, e sem utilizar a varinha do Harry Potter. A ideia foi compartilhada na página do Tézio Teixeira, e também no Youtube, veja só:

Mas será que a “invenção”é bacana pra apostar em casa? Consultamos especialistas na área para saber os cuidados que se deve ter com este tipo de chuveiro.

Como funciona?

O chuveiro é movido à base de álcool e o funcionamento é simples:

Quando o álcool queima, ele gera energia e esquenta uma peça de cano fino, em formato de serpentina. Então a água fria passa por dentro desse cano em espirial e é aquecida.

destilmaquinas

Perigos e Cuidados!

Segundo José Carlos Mierzwa, professor de engenharia da Escola Politécnica Universidade de São Paulo (POLI) e coordenador de projetos do CIRRA – Centro Internacional de Referência em Reuso de Água – da USP, este tipo de chuveiro apresenta alguns problemas.

Entre eles, a temperatura que não é tão fácil de ser controlada pela serpentina, onde o aquecimento de água pode ser insuficiente ou excessivo, podendo causar acidentes.

Outro ponto que requer atenção é o modo de utilização, que envolve contato direto com álcool e fósforo, havendo riscos de queimaduras. Além disso, com a queima do álcool, ocorre o consumo de oxigênio no ambiente, que geralmente é fechado, podendo causar acidentes por asfixia, devido à emissão de monóxido de carbono.

Da mesma opinião compartilha o professor de Engenharia Química da Centro Universitário FEI, Luis Fernando Novazzi. “O risco é significativo: vale lembrar os inúmeros acidentes que testemunhamos com álcool e carvão em churrasqueiras.”, afirma.

Afinal, a ideia é válida?

Para o Prof. Mierzwa, a ideia não é segura para ser utilizada em residências urbanas por utilizar uma substância inflamável. Para economizar energia, “é possível utilizar outros métodos de aquecimento, como solar, fotovoltaica, ou mesmo o aquecimento térmico centralizado, com a utilização de gás natural, ou outro combustível. ”, aponta.

Já para o Prof. Novazzi a ideia do vídeo é válida, no entanto necessitaria de mais pesquisas para que o usuário utilize o chuveiro sem contato direto com o álcool. “O equipamento apresentado no vídeo é muito mais um protótipo do que realmente um produto pronto para ser comercializado. Questões de segurança precisariam ser melhoradas.”, finaliza.

Chuveiro das antigas

Não encontramos muitos relatos sobre este tipo de chuveiro. Do que se sabe é que ele é das antigas e tenha surgido no Brasil em meados de 1910, talvez sua “bisa” já tenha utilizado essa “novidade” e você nem sabia.

1910.8.24 chuveiro banho a álcool2

estadão

Portanto, entre economizar uma graninha, e correr o risco de queimaduras ou outros acidentes sérios, o melhor é poupar seu dinheirinho na balada, e aguardar que essa invenção seja lançada de forma mais segura.

Ou, por acaso já pensou em banho frio 3 vezes por semana? Faz bem para saúde.

Fontes: Cirra-USP | FEI | Estadão

Kelly Christi
Cronista, jornalista, criadora do blog literário Pequenos Deleites, curiosa, louca por livros e sem paciência com paranoicos.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui