• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

‘VanLife’: Conheça o estilo de vida que virou febre (e seus problemas)

Trocar a vida pacata para viver aventuras; sonho ou pesadelo?

Você já pensou em se demitir e sair viajando mundo afora? Parece uma decisão para poucos. Seria preciso juntar muito dinheiro para viver tranquilo por algum tempo, sem preocupações.

No entanto, é o que muita gente vem fazendo. VanLife (em tradução livre, “vida na van“), como o nome sugere, é o estilo de vida da galera que resolveu trocar tudo para viver viajando.

A palavra, uma hashtag do Instagram, evoca largar um trabalho insuportável em horário comercial e se jogar nesse mundão.

O estilo está completamente atrelado a ideia de liberdade. De dia, você dirige e estaciona em um novo lugar. De noite, a van vira a sua casa. Uma ideia interessante para quem quer sair da zona de conforto e viver com pouco, mas com muitas experiências.

Se engana quem pensa que, para aderir esse estilo de vida, precisa rico ou não trabalhar. Muitas dessas pessoas tem empregos remotos, ou seja, trabalho em que não é preciso estar de corpo presente; famoso ‘home office‘.

Tem quem tenha dado um jeito de ganhar dinheiro com essa maneira de viver, “profissionalizando” o VanLife e transformando-o em produto – capitalismo selvagem, ô ô ô. O que parece ser um estilo de vida simples pode também esconder um apreço por estar no centro das atenções.

VanLife é primariamente um fenômeno das redes sociais. E, utilizando a hashtag, fica claro que a galera jovem, bonita e sarada é quem bomba com fotos em lugares paradisíacos. Afinal, quem não quer ser lindo, jovem e viajar o mundo?

Algumas fotos apontam também para o perrengue que é viver em um carro, por maior que ele seja.

Viver em um espaço extremamente apertado, cozinhando com poucas opções, tomando banho quando dá e dividindo essa pequena “casa” com um parceiro e, às vezes, filho e/ou cachorro, não é exatamente o maior exemplo de comodidade.

Existem diversos artigos e vídeos criticando esse lifestyle, um deles destaca alguns problemas:

  • Qualquer reparo, por menor que seja, é sempre uma prioridade;
  • Você diz ‘adeus’ muitas vezes;
  • Não dá para levar tudo o que você gostaria de verdade;
  • Acostume-se com banheiro público;
  • Encontrar campings não é tão simples, principalmente gratuitos;
  • Pode prejudicar a rotina do trabalho;
  • Se você divide a van, esqueça a privacidade;
  • O clima pode ser um inimigo implacável.

No entando, não faltam exemplos de brasileiros que reformaram uma Kombi e caíram na estrada de mala e cuia. Canais do Youtube como “Vivendo Mundo Afora”, “Aventura de Férias” e “Nossa Kombi é uma Viagem” mostram alguns brasucas que saíram para explorar as maravilhas que tem por aí.

Não é fácil viajar com pouco, mas é possível. A melhor parte é que gasta-se pouco comparado com a vida na cidade grande; veja mais detalhes.

Se o objetivo é aderir de vez ao VanLife, cabe uma pesquisa mais detalhada de como sobreviver e ganhar dinheiro na estrada pisando fundo.

Existem vários sites bacanas para quem quer começar, indicamos o Nômades Digitais (ideal para quem sonha em trabalhar viajando) e o Viver de Blog (repleto de dicas para quem quer trabalhar pela internet).

Fonte(s): The New Yorker, Nomades Digitais, Instagram, Kombilife
Gabriela Roman
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui