• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Vai viajar? Descubra como economizar uma grana na Hospedagem

Você pode inclusive ganhar salário para viajar pelo mundo.

Vamos falar de viagem?

homerviajando_sososlteiros

Não essa!

Você é daqueles que mal terminou o mês de férias e já está planejando o próximo? Pois bem, planejamento é sempre bom, ainda mais em viagens cujos valores sofrem uma variação astronômica conforme a data, transporte, e hospedagem escolhidos.

E para quem busca economia com hospedagem, a tecnologia tem sido uma boa aliada: hoje é possível contar com uma porção de sites, aplicativos, redes sociais e outras iniciativas surgidas em momentos variados, e que estão motivadas a ajudar viajantes a encontrar hospedagem barata ou até mesmo gratuita. Olha só!

***

1. Airbnb: alugue casa, apartamento ou quarto

O Airbnb é um site onde qualquer pessoa pode colocar sua casa, cafofo ou o quartinho para alugar. Assim, é possível que viajantes encontrem espaços em diferentes regiões do mundo, com alternativas em aproximadamente 34 mil cidades e 190 países. Tudo isso com infraestruturas, tamanhos e preços variados (muito barato até muito caro).

Ele tem seu cadastro dividido entre hóspedes e anfitriões e, para minimizar riscos, solicita que ambos enviem documentos pessoais para validar o registro. Mas você também pode se precaver ficando de olho se o perfil do anfitrião tem identidade verificada e também nos comentários de quem já foi no local.

O site e app (disponível para iPhone, Windows Phone e Android) teve suas formas de pagamento “abrasileiradas”, liberando o parcelamento dos custos no cartão. Além disso, para tudo ficar ainda mais seguro, o anfitrião só recebe quando o usuário fizer check-in no local.

airbnb_sososlteiros

– Ache um lugar para ficar.

crunchbase

2. Coach Surfing: seja um intercambista

O Coach Surfing está presente em 200 mil cidades espalhadas em 191 países e, apesar de ainda não possuir versão em português, está em crescimento acelerado por aqui.

A proposta do site e app (disponível para Android e iPhone) é criar uma rede de conexão entre pessoas em busca de hospedagem gratuita e anfitriões que desejam receber essas pessoas em forma de intercâmbio. O site convida o viajante a compartilhar, criar conexões e deixar o local de uma forma melhor que encontrou ao chegar.

O Coach Surfing usa um sistema de verificação de identidade por cartão de crédito, certificação pessoal e também utiliza referências como forma de ampliar a confiabilidade entre membros para as negociações. O sistema é sem fins lucrativos, então não há cobrança de taxa de administração e todo o trabalho é organizado por voluntários.

coachsurfing_sossolteiros (2)

coachsurfing

3. Hostel World: encontre o hostel perfeito

Um hostel (albergue) é sempre uma opção mais barata que um hotel e o Hostel World procura manter esse padrão, facilitando a busca para quem procura um alojamento para sua viagem. O site foi lançado em 1999 com a intenção de organizar as transações para hospedagem focada em jovens viajantes, sem agências de turismo envolvidas.

É possível utilizar o filtro de busca por local, data de chegada e partida e número de hóspedes. Quando encontrar o hostel que te agrada, é só efetuar uma reserva dentro das opções disponíveis. Fique atento à classificação do hostel e aos comentários, com queixas ou elogios para não ter grandes (e más) surpresas sobre o que irá encontrar.

hosteworld_sossolteiros

hostelworld

4. Trabalhe temporariamente em um navio

E, obviamente, tenha os custos com sua hospedagem arcados pela empresa contratante. Na verdade você pode se livrar de todos os custos da viagem com alimentação, hospedagem e ainda ganhar dinheiro enquanto aproveita para conhecer o mundo.

Algumas opções de trabalhos em navios podem ser encontrados no Cruise Lines Jobs  e também nos sites PullmanturInfinity Brasil e Empleo en Cruceros.

Como um trabalho normal, você se candidata para a vaga desejada – lembrando que a maioria das vagas exigem inglês, no mínimo, no nível intermediário – e se seu perfil for aprovado, você pode trabalhar durante alguns cruzeiros pelo mundo.

Nos sites há oportunidades diversificadas como faxineiro, bartender, médico, instrutor esportivo, massagista e fotógrafo.

cruzeiro_sossolteiros

experience

5. Trabalhe em um hostel e ganhe a hospedagem

Alguns hostels oferecem hospedagem em troca de trabalho, especialmente durante a alta temporada, quando a equipe corrente é insuficiente para dar conta da demanda. Economizar com a hospedagem fica bem fácil dessa forma e, em alguns casos, você poderá receber uma remuneração adicional pelo trabalho.

Essas oportunidades nem sempre são divulgadas, então uma boa alternativa é descobrir as opções de hostels na cidade em que você deseja ir e entrar em contato com o local para saber se há oportunidades de trabalho desse tipo. Se houver, é só equipar a mala, colocar a mochila nas costas e sair em busca de labuta e aventura.

hostel_sososlteiros

hoteis

6. Trabalhe em uma fazenda ecológica em troca de hospedagem

Se trabalhar em navio te dá enjoo só de pensar e você não está disposto a trabalhar num albergue, há outras opções de trabalhar no local de destino em troca de um lugar para ficar.

Uma delas é oferecida pelo WWOOF – World Wide Opportunities on Organic Farms (Oportunidades globais em fazendas orgânicas) que recebe voluntários dispostos a trabalhar nas fazendas, em diferentes partes do mundo.

Você passa a “morar” na fazenda que te acolhe e, então, trabalha cerca de 4h a 6h por dia, fazendo serviços gerais como ordenhar vacas, produzir vinho e queijo ou ainda cortar lenha. Vale a experiência, e vale muito mais a economia.

wwoof_sossolteiros

wwoof

7. Outras Sugestões

Você também poderá encontrar outras opções interessantes de hospedagem em hostel ou locação de casas e quartos em outros sites específicos ou em grupos do Facebook, por exemplo.

Uma opção é o grupo Rent a Room in Dublin, para quem procura algo na Irlanda, ou o aplicativo Easy Quartopara encontrar um espaço por aqui no Brasil ou em algum lugar bacana do globo.

Outra dica é o site Home Away – Alugue Temporada que funciona de forma semelhante ao Airbnb, com aluguel de casas, apartamentos, ou quartos.

Mas se trabalhar no local é algo que te atrai mais, também vale experimentar o site Helpx, que traz oportunidades de trabalho não apenas em fazendas e albergues, mas também em casas de família e outros estabelecimentos que te hospedam de graça em troca de algumas horas de trabalho.

viagem_sossolteiros

csoftintl

Fique atento!

Nos casos em que não houver uma empresa intermediando as negociações, vale redobrar o cuidado na hora de eleger o local e as pessoas com quem irá ficar. Uma boa investigação e busca por referências é o cenário ideal para quem quer viajar muito gastando pouco.

Também vale lembrar que em alguns países é proibido trabalhar sem visto específico, informe-se antes.

E aí, você já preparou sua mala?

 

Fontes: Fato Online | Nômades Digitais | Janelas Abertas | Guia Mochileiro

Audrey Bertho
Jornalista, apaixonada por todas as expressões da arte (com uma quedinha para a música) e antenada com o mundo tecnológico. Adora R.E.M, ipês amarelos, happy hours estendidos e ainda tem esperança no ser humano e em um mundo melhor.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui