• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Utilidade Pública: existem funções de emergência para mulher no Android e iOS

Aplicativos, como o Uber, também são aliados nessa batalha.

É triste mas é a realidade, cada vez mais mulheres tem sido vítimas de casos de assédio sexual e violência no nosso país.

Os números não mentem e, infelizmente, não caem. Só no ano passado, o Brasil registrou uma média de 164 casos de estupro por dia, de acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública 2018. Consta ainda que 4.539 mulheres foram vítimas de homicídio em 2017, representando um crescimento de 6,1% em relação ao ano anterior.

Violência contra mulher

Visto tamanha crueldade a qual estamos expostas, tem surgido aplicativos com recursos de segurança, como um botão do pânico que aciona a polícia ou contatos de emergência que a pessoa escolher, no sentido de garantir a segurança da mulher.

Um exemplo é o app Salve Maria, idealizado por Eugênia Villa, delegada no Piauí, após ouvir, durante o depoimento de uma mulher na delegacia, que ela havia merecido o castigo cruel de seu marido.

O app foi criado há pouco mais de um ano e, por enquanto, funciona apenas no estado do Piauí, o qual registra os maiores índices de feminicídio (homicídio de  mulheres) do Brasil.

Ao baixar o Salve Maria qualquer pessoa pode enviar denúncias e incluir ainda vídeo, foto, áudio e texto com mais informações sobre a vítima e o agressor e isso pode ser feito em modo sigiloso. Além disso, o app possui o recurso do botão de pânico que, se acionado, emite um alerta com geolocalização para a central de polícia mais próxima.

App Salve Maria

Só em janeiro deste ano, o app já registrou mais de 64 denúncias! Já disponível nos sistemas Android e iOS, o app é gratuito. De acordo com a delegada e idealizadora do projeto em entrevista para a BBC Brasil“qualquer Estado brasileiro pode adaptar o aplicativo e usá-lo sem custo adicional. Está pronto para ser exportado”.

Mas, enquanto isso não acontece precisamos estar atentos!

Aplicativos de transporte apostam em funcionalidades que dão mais segurança ao usuário

A Uber anunciou recentemente novas funcionalidades nesse sentido: o compartilhamento de viagens com contatos de confiança e a opção de fazer uma chamada direto para a polícia.

De acordo com a empresa, há agora um símbolo de escudo em cima do mapa da viagem. Ao acessá-lo estarão disponíveis essas 2 opções, nas quais você pode escolher compartilhar o trajeto da viagem e a sua localização com até cinco contatos.

O usuário pode escolher ainda se quer compartilhar todas as viagens ou apenas as realizadas durante a noite. Além disso, a central de segurança, dentro do app, permite ao passageiro consultar os antecedentes criminais do motorista – fundamental.

Novos recursos de segurança do app Uber

Outras empresas semelhantes tem chegado ao mercado mas, com o diferencial de serem exclusivamente para o público feminino, é o caso da Femitaxi que está disponível na grande São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Goiânia, Santos, Campinas e em Belo Horizonte.

Com mais de 4 mil usuárias já cadastradas, o app vem com a proposta de garantir uma viagem tranquila e estável para mulheres e conta com motoristas apenas do sexo feminino, para trazer mais segurança para as usuárias.

Além disso, a empresa também oferece um serviço chamado ‘Crianças desacompanhadas’, que deve ser solicitado com antecedência. Nesse serviço as crianças podem fazer trajetos sem os pais ou responsáveis, mas eles podem acompanhar todo o caminho por meio de um link privado via Youtube.

A 99 Táxi não é exclusiva mas apostou na opção motorista mulher, que pode ser escolhida dentro do aplicativo, na hora de solicitar uma corrida.

UTILIDADE PÚBLICA: O que mais podemos fazer para nos proteger?

Uma coisa que muita gente não sabe e é utilidade pública é que o seu celular provavelmente possui uma ferramenta já instalada nele que serve para a nossa segurança e se assemelha ao botão do pânico! Não é demais? Olha só como é fácil!

Como funciona: Depois de ativar esse recurso do seu celular, ao apertar 3 vezes o botão de iniciar/desligar o aparelho (no iPhone são 5 vezes*), é enviada automaticamente uma mensagem (SMS) avisando que você pode estar em perigo para até 4 contatos que você pode deixar pré-determinado. Além disso é enviada uma imagem da câmera traseira e frontal e uma mensagem de voz.

É um recurso super interessante que está disponível nos celulares com sistema Android e iOS. Muito importante deixar ativo para um caso de emergência, seja homem ou mulher!

Android: No sistema Android, a opção está em ‘Configurações’ ou ‘Definições’, depois escolha ‘Recursos Avançados’ ou ‘Privacidade e Segurança’ (depende da versão do sistema operacional) e por fim, ‘Enviar mensagens SOS’. A partir daí é só ativar todas as opções e escolher seus contatos de segurança.

iOS: É só clicar em ‘Ajustes’, selecionar a opção ‘SOS de Emergência’ e ativar! No Iphone é necessário pressionar botão de liga/desliga cinco vezes. 

*Uma ressalva importante é que caso você use um iPhone X, iPhone 8 ou iPhone 8 Plus, o mecanismo é um pouco diferente: você deve manter pressionado o botão liga/desliga e um dos botões de volume para iniciar o modo de emergência.

Se o teu celular não possui esse recurso, existem aplicativos com a mesma finalidade e que você pode baixar! Alguns deles são: SOS Emergency App e Shake2Alert.

É importante aproveitarmos a tecnologia como uma aliada e tentarmos nos proteger de todas as maneiras em tempos tão estranhos.

Fonte(s): GP1, BBC Brasil, G1, Glamour, Tecnoblog
Tatiana Carvalho
Jornalista, apaixonada por viagens e fotografia. Atualmente, desbravando Lisboa e me especializando em Relações Públicas. |ig:@tatiicarvalho_

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui