Colunas

Triclosan: produtos que contém substância cancerígena nos ingredientes

30 de julho de 2021
Postado por Marcela Briglia Franco

Antes de comprar um produto de higiene ou beleza, cheque nos ingredientes se consta a substância “Triclosam”. Estudos demonstraram que é tóxica e faz mal para a saúde.

 

O uso de produtos de higiene e cosméticos fazem parte da nossa rotina. Não à toa que o armário do banheiro quase sempre tem um espaço reservado para colocar pasta de dente, desodorante, sabonetes e cremes para o corpo. Até aí nada fora do normal.

Mas você sabia que muitos produtos fundamentais para manter nosso corpo limpo contém Triclosan? Segundo diversos estudos, a substância é considerada tóxica e pode causar riscos à saúde.

Entre as evidências que mostram como o Triclosan pode ser nocivo ao ser humano, está a resistência bacteriana e desenvolvimento de tumores.

O Almanaque SOS conversou com os químicos Hermmann Ulisses e Manoela Bianchini para entender o que está por trás dessa substância e entender o debate em relação à proibição e liberação do uso do Triclosan em diversos produtos. Confira!

 

Por que produtos de higiene pessoal e cosméticos contêm Triclosan?

O Triclosan possui propriedades antimicrobianas e antifúngicas, ou seja, a substância é capaz de eliminar consideravelmente bactérias e fungos, aumentando sua durabilidade. Por esse motivo, ele é usado na indústria de higiene pessoal e cosméticos.

Um estudo publicado na American Journal of Infection Control, em 2000, informa que o Triclosan é usado em desodorantes e sabonetes desde a década de 1960. A substância foi incluída na fórmula de pastas de dente na Europa em 1985.

De acordo com Hermmann, o problema do Triclosan é que ele é pouco solúvel em água, o que propicia um processo chamado de bioacumulação.

“A bioacumulação é quando uma substância praticamente insolúvel em água tem a sua grande parte acumulada nos tecidos porque ela não consegue ser excretada do organismo pela sua falta de solubilidade. 

A outra parte da substância que é solúvel em água vai ser excretada por meio da urina ou do leite materno. E é através desses líquidos que é possível detectar se o Triclosan está presente no organismo do ser humano”, explica o químico.

Um estudo realizado ainda em 2003 analisou 2.517 amostras de urina de cidadãos estadunidenses. O resultado da pesquisa foi que 75% dessas amostras continham Triclosan.

De acordo com o estudo, as maiores concentrações da substância apareceram em pessoas na terceira década de vida e entre indivíduos com maior renda familiar.

Freepik, https://br.freepik.com/vetores-gratis/conjunto-de-cremes-faciais_5678592.htm#page=1&query=cosm%C3%A9ticos&position=33

SEM LEGENDA

 

Riscos à saúde

A pesquisa citada acima deu espaço para discussões científicas acerca dos riscos que o uso do Triclosan poderiam causar a saúde humana.

Um estudo publicado no Jornal Acadêmico FEMS Microbiology Letters, indica que a ação bactericida do Triclosan pode eliminar as bactérias mais fracas do organismo, mas não apresenta o mesmo efeito sobre as mais fortes, que acabaram sobrevivendo e se reproduzindo.

Segundo os pesquisadores, as bactérias analisadas usaram vários mecanismos de resistência ao Triclosan. Como consequência disso, mais difícil e demorado é para combater infecções, uma vez que as bactérias são resistentes a alguns antibióticos.

Já outra pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia e publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, encontrou relação entre o uso da substância a danos ao fígado, como trombose e câncer hepático.

O estudo analisou Camundongos machos que foram alimentados com uma dieta alimentar contendo 0,08% de Triclosan. O resultado sugere que o Triclosan acelera ‘substancialmente’ o desenvolvimento do carcinoma hepatocelular (HCC), agindo como um promotor de tumor no fígado.

 

O uso do Triclosan é realmente necessário em produtos de higiene pessoal e cosméticos?

De acordo com o químico Hermmann Ulisses, o Triclosan não é o único composto capaz de eliminar bactérias.

“O Triclosan tem substituintes, o óleo de canela e de alecrim, por exemplo são óleos extraídos da natureza bem benéficos que também possuem propriedades antibacterianas”.

Manoela Bianchini também cita os óleos de alecrim como uma alternativa para o uso do Triclosan.

“Outras opções são camomila, alúmen de potássio e bicarbonato de sódio”, comenta a química.

Freepik, https://br.freepik.com/fotos-gratis/gota-do-gotejamento-do-oleo-da-pipeta-na-garrafa-de-oleo-essencial_991725.htm#page=1&query=ol%C3%A9o%20essencial&position=4

SEM LEGENDA

 

Por que o uso do Triclosan gera tanto debate em relação à liberação e proibição?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) permite a fabricação e comercialização de produtos de higiene pessoal com concentração de até 0,3% de Triclosan no Brasil.

O órgão regulatório dos Estados Unidos, o Food and Drug Administration (FDA) estabeleceu em 2017 que sabonetes antibacterianos com Triclosan não poderiam mais ser comercializados.

Com a proibição da substância nos Estados Unidos, o Ministério Público Federal de Minas Gerais chegou a mover uma ação civil pública em 2017 com o pedido de proibição do uso do Triclosan em produtos de higiene pessoal e cosméticos fabricados e comercializados no Brasil à Anvisa.

No entanto, o órgão regulador brasileiro ainda não tomou uma decisão sobre a proibição. Em março de 2021, a Anvisa lançou um documento com as informações do reenquadramento de antissépticos de uso em humano. O Triclosan aparece no documento integrando a lista de tipos comuns de antissépticos de uso em humano.

Para Hermmann Ulisses, a grande questão que gira em torno da proibição do Triclosan no Brasil e em outros países está ligado ao capital e ao lobby das fabricantes.

“Se trocar o Triclosan pelo óleo de canela ou de alecrim, por exemplo, o produto encarece e deixa de ser tão acessível.

Então correr esse risco de perder consumidor não é interessante para as empresas. E como as companhias que fazem produtos de higiene e cosméticos tem um alto poder econômico elas exercem uma influência sobre isso, principalmente no Brasil”, explica o químico.

 

Quais produtos comercializados no Brasil contêm Triclosan?

O perfil no Instagram @novosprodutos, maior página de testes de produtos do Brasil, fez uma lista em colaboração com os seguidores e denunciou várias marcas e produtos que possuem Triclosan em sua fórmula.

Os seguidores enviaram fotos dos produtos marcando a substância nos rótulos das embalagens.

Reprodução: Novos Produtos - Instagram, https://www.instagram.com/novosprodutos/

SEM LEGENDA

Entre os produtos, estão talco, cremes dentais, cremes corporais e desodorantes. Confira a lista completa, feita por eles:

  • Creme Hidratante De Mãos Erva Doce – Avon
  • Naturals Refrescante – Jequiti
  • Sensi Hidratação Multibenefícios – Bb Cream
  • Desodorante Aerosol Cherry – Giovanna Baby
  • Peeling de hortelã Iluminador – Adcos
  • Sabonete Líquido Antibacteriano Calêndula e Camomila – Aseplyne
  • Sabonete Líquido Antisséptico para as mãos – Member’s Mark
  • Desodorante para os pés Tenys Pé – Baruel
  • Granado Desodorante Antitranspirante – Granado
  • Sabonete Líquido Facial Derme Control – Nupill
  • Desodorante em creme antiperspirante/ neutro/ sem perfume – Herbíssimo
  • Sabonete Líquido Floral – Fina Flor
  • Hidratante com Oléo de Amêndoas – Paixão
  • Desodorante Blue Roll-on – Giovanna baby
  • Sabonete Glicerinado para as mãos Antibacteriano – Needs
  • Desodorante Roll-on Antitranspirante Tradicional – Leite de Rosas
  • LisaPé – BioSoh
  • Apple Skin – Fler
  • Granado Talco bebê – Granado
  • Álcool 70% Spray Antisséptico hidratante para mãos – MyHealth
  • Talco – Tabu
  • Desodorante em creme antitranspirante – Red Apple
  • Gel Antisséptico com Calêndula – Needs
  • Desodorante Corporal – Leite de Aveia
  • Body Spray Mahogany desodorante corporal – Aventure
  • Creme dental Total 12 – Colgate
  • Colônia Alfazema Provençal – Phebo
  • Dermotivin Salix Sabonete líquido – Galderma
  • Oléo em creme Desodorante Corporal Joli Avelã – Hinode
  • Creme de Ureia 10% – Needs

Manoela lembra que além de produtos higiênicos e cosméticos, o Triclosan pode ser encontrado em roupas, sapatos, embalagens plásticas e até mesmo brinquedos. A substância também pode ser encontrada na natureza devido ao uso seu extensivo.

O estudo realizado pelo Centro de Controle de Poluição Ambiental do Japão detectou Triclosan em amostras de água, sedimentos e peixes.

MATÉRIAS RELACIONADAS