• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Top 3 – Inspiração: Videogames

Dá pra ficar por dentro do mundo dos games bem longe do joystick.

Karoline Vitto Gomes Publicado: 17/07/2013 12:13 | Atualizado: 17/07/2013 12:26

Que todo quase todo solteiro aproveita seu tempo livre jogando videogame a gente já sabe. O que muita gente não sabe é que dá pra ficar por dentro do mundo dos games bem longe do joystick.

É fã e quer aprender um pouco mais sobre essa indústria? Não entende lhufas e precisa de um geralzão? A nossa seção locadora preparou um Top 3 pra você:

 

Por que disperdiçar conhecimento, gente?Por que jogar fora tanto conhecimento, gente?

 

#LEVEL 1

A Era do Videogame – Documentário do Discovery Channel (2007)

Nível de dificuldade: Iniciante

A era do videogame (2007)A Era do Videogame (2007)

O documentário A Era do Videogame, do Discovery, traz a história dos games contada desde antes de PONG (primeiro game). Como surgiram? Quem teve a idéia de utilizar uma tecnologia avançada (para a época) de laboratório pra… brincar de jogar tênis? Com entrevistas de diversos nomes importantes no meio, tais como os fundadores da Atari, criador do Space Invaders, Tetris, Pac Man e por aí vai, este especial em cinco capítulos é essencial pra quem deseja entender um pouco sobre como tudo isso começou.

Tabela_peridódica_do_videogame_SOS_SOLTEIROSOk, se você tá podendo tomar lição dessa tabela pode parar de ler o post.

É legal especialmente pra quem é mais jovem e nem mesmo viu muitos dos consoles citados, e eu me incluo nessa. Sempre quis entender como algumas tecnologias surgiram, do ponto de vista social: por que se tornaram importantes? Quem poderia imaginar que a corrida armamentista da Guerra Fria geraria, enfim, uma das formas de entretenimento mais adoradas dos últimos 50 anos? Essas e outras questões são discutidas na Era dos Video Games. Bastante didático, porém interessante, é praticamente uma linha do tempo da indústria dos games em linguagem simples e objetiva.

O documentário pode ser assistido na íntegra no YouTube, em versão dublada.

Episódio #1

>> Todos os Episódios

 

#LEVEL 2

Indie Game: The Movie (2012)

Nível de dificuldade: Hipster

Indie Game: The MovieIndie Game: The Movie (2012)

Confesso que quase nada sei a respeito de jogos indie (na real nem sabia que existia). Este documentário me atraiu pura e simplesmente pelo cartaz, falei, #coisasdedesigner. Entretanto foi uma ótima surpresa! Indie Game conta a história da criação de dois games indie, FEZ e Super Meat Boy. Além disso, traz outros relatos de game designers independentes com seus jogos já lançados. O interessante é que, por se tratar de jogos independentes, bastante autorais, o documentário foca as atenções não nos games em si, mas em seus criadores.

Indie_Game_The_Movie_fez_SOS_SOLTEIROSPhil Fish explica que após passar anos olhando para seu trabalho de tão perto, já se torna impossível detectar os erros. “Você está literalmente olhando a tela desta distância”.

Este, diferentemente dos outros que citei, é mais nostálgico e melancólico. Parece babaca falar isso, mas podemos sentir uma aproximação emocional com as histórias contadas. Muitos de nós passaram pela era Sony e seus gráficos cada vez mais incríveis, e grandes empresas produzindo jogos mainstream com números de vendas cada vez maiores.

Em paralelo a isso, há uma contracorrente que não quer mais personagens hiper-realistas com cenários cinematográficos. Quer apenas… diversão, pura e simples, aquela que nos fazia querer entrar em canos, quebrar tijolos com a cabeça e colecionar moedas. E quer passar tudo isso como forma de arte, contando uma história com mensagens embutidas, para serem interpretadas.

Dá uma olhada e me diz se concorda com os caras ou não.

Interessou? Não achei pra vender em loja online (quem achar, comenta por favor). Mas no Netflix têm.

 

#LEVEL 3

Scott Pilgrim contra o Mundo (2010)

Nível de dificuldade: Chefões

Scott_Pilgrim_SOS_SOLTEIROSScott Pilgrim Contra o Mundo (2010)

Ok, este não é exatamente um filme SOBRE video games. Mas a arte de Scott Pilgrim, e por arte incluo aí fotografia, trilha sonora e um monte de referências visuais e de roteiro, tem ligação clara com games de ação. O filme conta a história de um garoto meio desengonçado apaixonado por uma menina descoladinha de cabelo colorido: a Ramona (até o nome é bacanudo).

Acontece que Ramona tem sete ex-namorados malvados, e para Scott poder conquistá-la, precisa se livrar de todos. A paixão deles é apenas background pra várias cenas com piadinhas sutis e referências pop. Além de tudo, a escolha de Michael Cera para protagonista não poderia ter sido mais feliz. Ele é o cara ideal para personagens meio esquisitos/nerd/awkward, na minha opinião.

Trailer

Eu quero >> DVD / Blu-ray

 

E aí? Qual filme inspirado em games você mais curte?

 

Karoline Vitto Gomes
Karoline Vitto Gomes – estudante de moda em Florianópolis, amante de cinema, fotografia, design e arquitetura. Como qualquer pessoa que mora sozinha, comida e filmes são mais que obrigação. De sci-fi a gângster, Disney a Tarantino, não esperem aqui uma linha que siga em uma única direção: por um mundo cinematográfico eclético e de boa qualidade.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui