• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Tetinhas? Veja como resolver a Ginecomastia

Muitos homens, sejam gordos, magros ou fortes, apresentam um crescimento atípico das mamas.

Se os mamilos por si só já são polêmicos, imagina o peito inteiro?

Mas o papo aqui é sério. Muitos homens, sejam eles gordos, magros ou fortes, apresentam um crescimento atípico das mamas. A ginecomastia é um crescimento benigno de células na região da mama. Isso não faz mal à saúde, mas causa um grande desconforto social.

Se isso não é um problema pra você, ótimo! Mas se te incomoda, se liga na solução.

ginecomastia-60-200

gabrielasantos

De acordo com um artigo publicado na  US National Library of Medicine National Institutes of Health, cerca de 65% dos garotos adolescentes são afetados. Além disso, um outro estudo da mesma fonte, afirma que 30% dos homens desenvolverão ginecomastia ao longo da vida.

O cirurgião plástico Wagner Montenegro, conta que apesar da porcentagem de jovens com o problema ser grande, a cirurgia não é muito procurada. “A ginecomastia é um problema comum, mas o número de adolescentes que se queixam do problema que possuem é pequena, por desconhecer as possibilidades ou por vergonha”.

tua saúde

Culpa dos hormônios

Segundo um artigo do jornal científico Europe PubMed Central, na maioria dos casos, as causas da ginecomastia se dão por conta de desequilíbrio entre os níveis de androgênio (hormônio masculino) e estrogênio (hormônio feminino).

Por exemplo, vários nenéns nascem com tetinha. Isso acontece porque eles acabam absorvendo, através da placenta, o estrogênio da mãe. Apesar do susto que os pais tomam, na maior parte das vezes o corpo do bebê acaba resolvendo o problema sozinho.

Vale ressaltar que o uso indiscriminado de anabolizantes causa distúrbio nos hormônios, logo, aumenta a probabilidade das tetinhas aparecerem.

Mas se a causa não é hormonal?

Em outros casos como em homens acima do peso ou idosos, que têm um índice de gordura corporal maior, a ginecomastia também pode incomodar. A grande complicação é que nesse caso é mais difícil essa região voltar ao normal.

Além disso, alguns remédios também podem causar aumento das mamas, segundo um estudo da Canadian Family Physician.

Segundo o Dr Wagner, “não existe possibilidade de nenhum outro tratamento que não seja cirúrgico”.

Ou seja: ganhou tetinha e passou da adolescência, não vai conseguir perder sem operar…

Níveis da ginecomastia

Existem diferentes níveis do problema e para cada um há um tipo diferente de intervenção cirúrgica:

  • Grau I: aparecimento de um botão localizado ao redor da aréola, nesse caso é apenas um tecido glandular fácil de remover;
  • Grau II: hipertrofia das glândulas mamárias, podendo haver acúmulo de gordura na região. Nesse caso é necessária a lipoaspiração para remoção do tecido gorduroso e também remoção do tecido glandular;
  • Grau III: além da gordura e do tecido glandular, existe a presença de flacidez e excesso de pele no local, nesses casos é preciso fazer uma incisão externa à aréola, na pele e/ou também uma reposição aréolo-papilar (acertar o lugar do mamilo).

E como é essa cirurgia?

“A cirurgia de ginecomastia é simples; porém, deve-se ter vários cuidados para que a cicatriz  fique praticamente imperceptível”, comenta Dr. Wagner. O sinal não deve ficar aparente e é escondido abaixo do mamilo. Fica bem discreto e o tempo de internação costuma não passar de um dia. Depois disso, é usar colete cirúrgico por um mês.

No YouTube é possível encontrar vários depoimentos de caras que fizeram o procedimento cirúrgico e que relatam não sentir dor no pós-operatório.

Também segundo o especialista, “a princípio, todos podem realizar o procedimento a menos que existam limitações de saúde ou casos mais complexos.” A única exigência é a interrupção de medicamentos, como anticoagulantes.

O resultado aparentemente fica bem legal. Olha só:

antesdepois1.sossolteiros

Fotos antes e depois

antesdepois2.sossolteiros

Lipotec

antesdepois3.sossolteiros

Fotos antes e depois

Fica a dica!

O mais importante é sentir-se bem com seu corpo. Uma cirurgia plástica com fins estéticos deve ser feita para te fazer feliz, não para agradar os outros, ok?

E se você é o cara que zoa o coleguinha porque ele tem tetinha, apenas pare de ser babaca.

 

Bia Lancha
Jornalista, nerd, chocólatra, mãe de uma gata banguela e gamer viciadíssima. Se é pra falar sobre coisas engraçadas, teorias absurdas ou nerdices, tamo junto!

Em caso de chefe
clique aqui