• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Benefícios da Lama: 10 motivos para se lambuzar de terra molhada

São diversos benefícios, tanto como cosmético quanto de forma medicinal.

Tomar banho de lama é uma das mais antigas formas de cura ao longo dos anos. Constituída de água, compostos orgânicos e inorgânicos, ela é rica em minerais e é usada desde a antiguidade para manter o aspecto saudável da pele, além de outros diversos benefícios para saúde.

Usado popularmente pelos antigos gregos, o banho de lama é um conceito da medicina natural que envolve a aplicação da terra molhada na pele. Usada para manter um aspecto saudável na pele, ela também elimina toxinas acumuladas e reduz os “poros”.

De acordo com Raquel Silveira Bertoluci, docente das disciplinas Cosmetologia e Cosmética aplicada no curso Bacharelado em Estética da Universidade Anhembi-Morumbi, os elementos são obtidos pela decomposição das rochas sedimentares por onde a água passa. Portanto, sua composição química varia de acordo com a região de origem.

Além disso, ela explica que seus oligoelementos – também conhecidos como microminerais – são essenciais para a ativação do metabolismo celular, permitindo uma troca iônica benéfica, equilibrando o aspecto geral da pele e favorecendo a hidratação local. Então bora se lambuzar de lama, minha gente!

Apesar da brincadeira, não são todos os tipos de lama que vão deixar sua pele brilhando. Mas se o benefício que busca for para saúde, segundo alguns cientistas, o contato com a terra molhada é positivo (se não estiver contaminada).

“Desenvolvemos essa ideia de que ser estéril ou higiênico é bom e saudável e estar sujo é ruim. A ironia é que o instinto de estar na terra, de estar na natureza, é realmente saudável para nós de várias maneiras”, explica Dra. Maya Shetreat, neurologista integradora e autora de “The Dirt Cure” (A Cura pela Terra, em tradução livre) ao site Yes Magazine.

 

Como aplicar a terra molhada

“Lama” é o nome dado para a mistura pastosa entre terra, argila e água. Ainda assim, é importante observar que “lama” e “argila” não são sinônimos. Enquanto a primeira é composta por minerais, sais e também argilas, a segunda possui menos componentes.

No mercado, é possível encontrar diversas máscaras de argila que podem ser aplicadas na pele e no rosto, mas também é possível encontrar máscaras unicamente de lama.

Para entrarem no mercado, as argilas e a lamas para uso cosmético passam por controles laboratoriais rigorosos e devem apresentar grau de inocuidade microbiológica e isenção de metais pesados. Geralmente, a embalagem fornece as informações sobre a composição e indicação de uso terapêutico.

E o processo de uso é simples: a lama molhada endurece assim que é aplicada sobre a pele. Como a própria argila, ela pode ser misturada à água filtrada, água biológica ou água termal.

Depois é só secar ao sol até que se torne crocante e comece a cair, o que pode demorar em torno de 20 minutos a 1 hora. No caso do rosto, a lama só não pode ser aplicada em áreas de mucosas, como os lábios, narinas, olhos e sobrancelhas.

“As propriedades variam conforme sua composição química, porém de uma forma geral podemos associar a lama e as diferentes argilas às ações adsorvente, cicatrizante e antisséptica, podendo ser associadas a tratamentos por suas propriedades adicionais como descongestionantes, desintoxicantes, relaxantes, tonificantes, hidratantes e reguladoras da oleosidade”, explica Raquel.

“As lamas podem ser associadas também a diferentes óleos essenciais, porém para garantir a segurança e eficácia em seu uso, o ideal é seguir a orientação de um profissional da área estética, da naturologia ou um aromaterapeuta”.

 

Os principais benefícios da lama

Recomendado para aplicações no corpo, principalmente no rosto e nos pés, a lama possui usos que vão desde beleza/cosmético até saúde mental. Dentro da lama, encontramos os silicatos de alumínio e outros metais, como ferro, potássio, o sódio, magnésio, cálcio, e outros.

Paula C. Ischkanian, professora da disciplina de recursos hidrominerais no curso de Naturologia da Universidade Anhembi Morumbi, explica que a reação da argila e da lama na pele possibilita a eliminação de toxinas e de resíduos, além de ser absorvido os minerais da lama.

Segundo um estudo publicado em 2018, por M.C.P Machado, da Universidade do Extremo Sul Catarinense, os elementos presentes na lama agem sobre a pele de acordo com suas características. Assim, a ação antisséptica age a partir do elemento ferro, por exemplo, enquanto a hidratação/calmante fica por conta do silício.

Os principais benefícios que a terra molhada pode ter:

1. Efeito tensor

A lama consegue rejuvenescer a pele ao devolvem sua elasticidade e reduzir rugas e marcas de expressão. Dessa forma, ela também ameniza os sinais e recupera a firmeza, aumentando a rigidez da pele.

2. Anti-inflamatória e cicatrizante

Reagindo a possíveis dores, como nas costas, por exemplo, a lama pode ser um ótimo remédio natural. Ela também pode ser utilizada em uma massagem terapêutica, caso precise de algo mais avançado. Neste caso, você pode misturá-la com óleos essenciais para uma massagem ainda mais relaxante! O de capim-limão é uma ótima opção.

3. Controle da oleosidade

Auxiliando no controle da acne, a lama pode combater espinhas e cravos. Com alto poder de adsorção da oleosidade, ela pode ser usada como uma máscara no rosto, ou nas costas, como já explicamos.

4. Clareamento superficial de manchas escuras

Sabe aquela manchinha que fica na axila ou na virilha? Mulheres geralmente se incomodam um pouco mais, principalmente após o uso da gilete nesses lugares. A lama é uma das opções naturais encontradas para a diminuição dessas manchas. Passe na pele, mas evite ficar ao sol!

5. Ação esfoliativa

Perfeita para auxiliar a remoção das células mortas, a lama pode ser uma opção melhor do que os produtos encontrados no mercado, que muitas vezes acabam agredindo a pele. Espalhe pelo rosto e massageie, para as células mortas irem saindo aos pouquinhos. Procure jogar água gelada logo em seguida, e não água quente!

6. Cicatrizante

Indígenas costumam usar a terra molhada como agente cicatrizante em casos de cortes superficiais (nosso editor testou e comprovou a eficácia, mas é importante ter cuidado com a qualidade da terra). A lama auxilia na cicatrização da pele e pode ser utilizada, como já falamos, em casos de psoríase e outros problemas de pele.

7. Calmante

A lama pode ajuda em coceiras de pele e em casos de ressecamento excessivo, como acontece no frio. A estratégia é a mesma, passe na pele e massageie.

8. Revitalizadora

Auxiliando na eliminação de toxinas (como falamos no item 5), a lama também ajuda a drenar a pele, desinfiltra o que está parado e entopindo os poros.

9. Hidratante

Similar ao item 7, a lama também ajuda na hidratação da pele. E pode ser utilizada antes de um banho, por exemplo. Você pode completar utilizando um creme hidratante no final. Nos dias frios isso é de extrema importância!

10. Promove vitalidade

Basicamente, todas essas ações que citamos ajudam a promover maior vitalidade da pele. Ela fica mais jovem, nova e pronta para os obstáculos que podem aparecer, como tempo seco, poluição, sujeira, entre outros.

Os benefícios das bactérias na saúde humana

Vale reforçar que os produtos cosméticos industrializados precisam ter segurança de uso, no caso da lama que encontramos por aí, os benefícios são outros. Uma revisão do International Journal of Environmental Research and Public Health 2017 conecta sucintamente os pontos.

“Os seres humanos co-evoluíram com micróbios por mais de 500 milhões de anos, e isso levou a um relacionamento simbiótico, onde sinais neuronais, hormonais e imunológicos bidirecionais são trocados entre o trato gastrointestinal e o cérebro.”

“As bactérias (do solo) são comumente encontradas no intestino e, embora não possam se replicar lá, estavam presentes em nossos ancestrais devido à exposição através da lama e da água. Verificou-se que a exposição repetida a esses organismos leva a uma resposta de tolerância ao estresse e, de fato, a exposição contínua a organismos ambientais é necessária para manter a diversidade da microbiota intestinal. ”

 

Utilizando lama molhada na pele

Com suas propriedades gelificante e de consistência, a lama pode ser usada como formadoras de máscaras cosméticas, e também são empregadas como substâncias ativas em diversas preparações cosméticas como xampus, sabonetes, esfoliantes, cremes e loções faciais e corporais, máscaras tensoras e maquiagens naturais.

Confira duas lamas que são bem conhecidas no mercado de cosméticos e podem ser utilizadas para deixar a pele com aspecto mais saudável:

Lama Negra de Peruíbe

Lama terapêutica e considerada rara por sua composição, ela é rica em compostos orgânicos e minerais retirados de uma jazida em mangues próximos ao rio Preto. Ela apresenta coloração escura, e é rica em diferentes oligoelementos como silicatos de alumínio e magnésio, carbonato de cálcio, zinco, enxofre entre outros e cerca de 50% de sódio.

Ela é indicada para controle de oleosidade e acne, e para relaxamento corporal. Além disso, também pode auxiliar na melhora de quadros inflamatórios de psoríase e artrites reumatoides.

Lama do Mar Morto

Encontrada no Mar Morto, entre Israel e a Jordânia, a lama é capaz de melhorar a elasticidade e a tonalidade da pele. Composta por argila e alta quantidade de enxofre, ela consegue limpar, purificar e hidratar tanto o rosto, como o corpo.

Sugando suas toxinas, ela é capaz de renovar o tecido da pele e devolver o viço e brilho cutâneo, deixando-a lisa e saudável, como após uma esfoliação. Com uma enorme quantidade de minerais e sal, a lama do Mar Morto também tem ação cicatrizante e antisséptica, fundamentais para a revitalização celular.

Além disso, com grande concentração de cálcio, iodo, magnésio, potássio e sódio presente no grande lago, a Lama do Mar Morto consegue combater a acne. O cálcio promove a renovação celular, eliminando as células mortas; o iodo age como antisséptico; o magnésio atua como calmante; o potássio regula a umidade da pele; e o sódio hidrata, proporcionando maciez.

Fonte(s): Terra, Marnin
Natalia Almeida
Estudante de jornalismo, 21 anos e capricorniana. Veio ao mundo para aproveitar a festa que é a vida e escrever sobre isso.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui