• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Tenha controle da sua vida: Um jarro de vidro pode ser a resposta

Reflita se as tuas prioridades estão ocupando o devido lugar do seu tempo.

As tuas prioridades estão ocupando o devido lugar na sua vida? Pense nisso.

prioridades_sossolteiros_06

independent

Essa pergunta é um tanto quanto complexa, mas para te ajudar a achar uma resposta, encontramos uma história adorável que deixará tudo mais simples e palpável.

A teoria do Jarro da Vida (ou Big Rocks), como é mais conhecida, questiona nossa relação com aquilo que priorizamos, por meio de uma “experiência” com um pote de vidro. Esta abordagem é frequentemente utilizada por filósofos, professores e também por oradores.

Senta que lá vem história

Um professor deposita sobre sua mesa um jarro translúcido e vazio. Na sequência, pega uma bolsa cheia de bolas de golfe e despeja sobre o jarro até que as bolinhas atinjam o nível da boca. Em seguida, ele se volta para a sala e diz:

– Pessoal, como vocês notaram, acabei de encher esse pote de vidro. Certo?

Em coro, os alunos respondem: “Sim!”

prioridades_sossolteiros_04

Para a decepção geral, o professor rebateu dizendo que estavam todos enganados.

Ele pega outra sacola, repleta de pedrinhas e derrama-as no pote. Nesse processo, vai chacoalhando o jarro para que as pedrinhas se acomodem melhor e ocupem as lacunas deixadas pelas bolas de golfe. Quando a última pedra cai dentro do jarro, o mestre dispara outra pergunta:

– Vocês perceberam que o pote não estava totalmente cheio, já que havia espaço para as pedrinhas. Mas e agora, o jarro encheu?

prioridades_sossolteiros_03

Os alunos, atônitos, não responderam.

Nisso, o mestre pegou mais uma sacola, desta vez cheia de açúcar.

prioridades_sossolteiros_02

Com um sorriso no canto da boca, disse para a classe desconfiada:

– Pois é, o frasco não estava cheio, assim como suspeitaram, já que dava pra colocar açúcar no jarro. Mas agora está cheio, certo?

E quando tudo parecia ter acabado, o mestre pega seu copo de café, saúda a classe e com um largo sorriso, derramando todo o liquido dentro do jarro.

prioridades_sossolteiros

Depois de “lotar” o pote de vidro, o educador finaliza:

– O pote representa a vida, as bolas de golfe são os itens mais valiosos, como família, valores, crenças, amigos… aquilo que é essencial para deixá-los plenos e com a existência completa. As pedrinhas são o que acumulamos como carros, casa, trabalho, presentes e por aí vai. E o açúcar é o resto, o cotidiano.

Mas e aí, qual a moral?

Um aluno um pouco incerto, rebate:

– É… na nossa vida tem espaço pra tudo.

“Não é só isso.” – o professor ainda finaliza:

“A ordem das coisas é muito importante, pois se eu colocasse primeiro as pedras ou o açúcar, não iria conseguir colocar todas as bolas no jarro e, por consequência, alguns espaços ficariam sobrando.”

Sabendo disso, não empregue sua energia apenas nas pequenas coisas, porque chegará o momento em que elas tomarão o seu tempo (o espaço da sua vida) e você não terá disposição para se dedicar às coisas mais importantes.

Encontre suas bolas de golfe e se dedique a elas, seja estar mais presente com a família ou viajar com os amigos. Não fique apenas se lambuzando de açúcar.

Saiba dizer sim e não. Priorize suas escolhas, ou seja, derrame as coisas na ordem certa.

Mas uma coisa ainda faltava.

“Mas e o café com isso?” – questionaram os alunos.

– Ele serve para nos lembrar que sempre dá pra marcar um cafezinho com alguém. Independente da sua agenda.

Fonte e Imagens: Update or Die

Raphael Domingos
Acredita que o processo de autoconhecimento é o melhor trampolim para encontrar propósito de vida, o que gera significado para toda uma existência, incluindo o aperfeiçoamento de performance profissional. Também crê no poder do colaborativismo e no sistema de conhecimento compartilhado.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui