• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Suecos inventam a louça que não suja

Expele todos os resíduos com apenas uma pequena batida no lixo.

Quem saiu da casa dos pais passa quase que diariamente pela tormenta que é lavar louça, especialmente em dias de frio. O que a gente mais queria era bater aquele rango firmeza e depois, num passe de mágica, ver tudo limpo, né não? Pois bem, esse dia está prestes a chegar. Aleluia!

— Designers suecos estão desenvolvendo uma louça que não precisa ser lavada.

O projeto foi desenvolvido pelo instituto sueco de design Tomorrow Machine em parceria com o Instituto Real de Tecnologia KTH. Quem explica os detalhes do funcionamento da louça que não precisa ser lavada é Hanna Billqvist, uma das responsáveis pelo projeto. “Ele repele água, óleo e qualquer outro tipo de sujeira como um imã para que você não precise usar nada para limpá-lo”, conta.

Explicando de maneira mais simples, a nanoestrutura que forma o item expele todos os resíduos com apenas uma pequena batida no lixo ou em qualquer outro lugar.

Esse não é o primeiro produto com proposta de auto limpeza, inclusive já falamos de uma camiseta que não molha, mas é inovador no aspecto de poder ser usado para armazenar comida. “A tecnologia está sendo desenvolvida para ser a mais sustentável e livre de químicas possível”, explica a cientista.

3024101-slide-woodceramics2

O material é feito com uma espécie de fibra de madeira. A ideia do desenvolvimento surgiu a partir de um pedido da Federação das Industrias Florestais Suecas para que novas funcionalidades para a madeira, mais futuristas, fossem encontradas. A pesquisa descobriu que a celulose, pelo visto, pode ser tão resistente quanto a cerâmica.

Por enquanto, a louça que não precisa ser lavada ainda é restrita para quem a desenvolve, mas, de acordo com os especialistas, o produto deve estar “pronto para o mercado em breve”. Estamos aguardando ansiosos!

 

Fonte: Fast CoExist

 

Anderson Neco
Jornalista apaixonado por música, futebol, cerveja e cinema - não necessariamente nessa ordem. Já escreveu sobre cultura, telecomunicações e até gado. Ao longo dos anos, o rapaz - que coleciona frustrações e vinis - só conseguiu ter certeza de uma coisa: "The Godfather" é o filme mais importante de todos os tempos.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui