• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

Subway promete reduzir em 50% o uso de plástico até 2020

A ideia é chegar a 100% do plástico de uso único utilizado pela rede.

Com a campanha #NãoSalvemOsCanudos a Subway América Latina anunciou o lançamento de um plano ambicioso para alcançar uma redução de 100% de plástico de uso único em seus restaurantes ao longo de 4 etapas agressivas, bem como buscar produtos substitutos que sejam ambientalmente amigáveis.

Em seu teste inicial realizado entre 2017 e 2018 na Costa Rica, a rede conseguiu reduzir em 50% o uso de canudos e tampas plásticas de uso único, provando que é possível alcançar o objetivo.

Hoje a empresa toma uma firme decisão de mudança e impacto ambiental: compromete-se a reduzir o uso de canudos e tampas plásticas em seus restaurantes da América Latina em 50% até 2020, e convida todos os seus consumidores a fazerem parte da mudança que visa proteger a biodiversidade dos oceanos e sua fauna marinha.

O ambicioso plano desenvolvido pela marca procura reduzir significativamente o uso de embalagens plásticas e substituí-las por opções que não sejam prejudiciais ao meio ambiente.

Como 91% dos materiais plásticos fabricados no mundo não são reciclados, a Subway também procura aumentar a conscientização e a preocupação ambiental na sociedade, convidando todos a participarem de um forte trabalho que abrange a redução do uso de plásticos, a proteção de espécies em perigo de extinção e a limpeza e proteção de praias.

Para conseguir isso, a rede lança a campanha #NãoSalvemOsCanudos em parceria com a Posibl, uma empresa multimídia líder no desenvolvimento de conteúdo e iniciativas de impacto social no mundo.

A Subway também se une à ONG Chelonia, uma organização sem fins lucrativos sediada em Porto Rico que há 10 anos se dedica à pesquisa e à conservação de tartarugas marinhas para gerar conscientização, atividades em conjunto e, através da doação de tecnologias e equipamentos específicos, apoiar a proteção, a conservação e a pesquisa sobre o cuidado das tartarugas marinhas, um dos animais marinhos mais emblemáticos dos oceanos do mundo e em perigo de extinção.

Este mesmo trabalho será realizado em outros países da região, onde a lanchonete fará parcerias com ONG locais especialistas em conservação e pesquisa ambiental.

O que tá rolando no Brasil

“Os brasileiros estão cada vez mais conscientes sobre os danos que o plástico causa ao meio ambiente. Desde 2018 a Subway Brasil já indicou a retirada de canudos e tampas dos restaurantes e só entrega para consumidores que solicitam. Estamos muito felizes de participar agora de uma campanha que abrange toda a América Latina e fazer a diferença no mundo”, comemora o Country Head da Subway Brasil, Michel Machado.

Através do site Não Salvem os Canudos, o público em geral poderá se unir à iniciativa e passar a fazer parte da solução. Desta forma, no âmbito de um plano geral de longo prazo, a Subway assume o compromisso para preservar o planeta com uma prática mais ecológica como empresa e reduzir significativamente sua pegada ambiental, a fim de eliminar completamente a utilização de plásticos de uso único em um futuro não muito distante.

No Brasil, o Projeto de Lei 92/2018 que está tramitando no Senado prevê a retirada progressiva de pratos, copos, bandejas e talheres de plásticos para o consumo de produtos alimentícios. Ele propõe uma substituição de 20% após dois anos da aprovação do projeto, 50% após quatro anos, 60% após seis anos e 80% após oito anos, até uma retirada completa em 10 anos.

Além disso, várias outras leis federais e municipais estão, de certa forma, relacionadas à proibição de plásticos de uso único. No Rio Grande do Norte, Distrito Federal e cidade do Rio de Janeiro canudos de plástico de uso único já estão proibidos e outras capitais, como São Paulo, discutem uma proposta para fazer o mesmo.

Desde o início de junho, a Subway iniciou um plano de trabalho abrangente em alguns países, envolvendo:

  • limpeza de praia,
  • manutenção de áreas e reservas protegidas,
  • pesquisa,
  • medição de ninhos e levantamento de dados,
  • preservação e conservação de tartarugas em suas várias espécies,
  • treinamento para funcionários em seus diferentes países e franquias para formar equipes voluntárias para a limpeza das diversas praias da região.

As informações são da assessoria de imprensa.

Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão (SBT, Record, Band, etc.) pela internet em 2012. Vegano e meditante, busca evoluir junto com todos os seres enquanto caminha. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui