• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Como colaborar com Sleeping Giants Brasil na luta contra fake news

Uma medida simples, mas importante, para acabar com a desinformação no país.

Daiane Oliveira Publicado: 02/06/2020 12:02 | Atualizado: 05/06/2020 13:00
  • Internautas podem colaborar, pressionando empresas que financiam a propagação de notícias falsas conteúdos odiosos com publicidade na internet.

E se você soubesse que cerca de 62% dos brasileiros e brasileiras não conseguem identificar uma notícia falsa (fake news) quando se deparam com uma?

Pois é. Foi a esse resultado que chegou uma recente pesquisa realizada pela Kaspersky, empresa global de cibersegurança, juntamente com a companhia de consultoria CORPA.

Reconhecemos, é claro, a importância de se saber distinguir notícias reais de falsas, mas mais importante que isso é descobrir a origem dessas fake news. Ainda mais se

É nesse sentido que tem atuado a Sleeping Giants Brasil, uma iniciativa que já fez grandes mudanças no mundo e agora ganhou uma versão nacional, visando diminuir ou cessar a receita publicitária de sites que propagam discursos de ódio e falsidades em forma de notícia.

 

Como colaborar e como funciona o Sleeping Giants Brasil?

Sleeping Giants cobra diretamente cada anunciante desses sites. Trazendo à tona e publicizando quais anunciantes têm veiculado suas propagandas em sites de conteúdo falso e odioso, a ideia é que os próprios internautas ajudem a pressionar as empresas que financiam a propagação de fake news.

Se você quiser colaborar e ajudar a quebrar financeiramente os sites de notícias falsas no Brasil, os criadores da Sleeping Giants Brasil explicam o que fazer:

  • Sempre que encontrar publicidade em sites que compartilham fake news, tire um print da tela e publique no Twitter marcando a conta @slpng_giants_pt;

  • As marcações serão verificadas e, após isso, um tweet cobrando posicionamento do anunciante será compartilhado no perfil oficial da Sleeping Giants;

  • Com essa cobrança feita, é hora de chamar atenção da empresa: retweetar, marcar o usuário oficial dessa empresa, mandar mensagens privadas e acionar contatos que trabalhem nessa instituição, por exemplo;

  • Todas as ações devem ser feitas utilizando a #SleepingGiantsBrasil.

Importante!

A iniciativa destaca que muitos anunciantes sequer têm ideia de que há publicidade deles nos sites que criam e divulgam fake news, especialmente porque a distribuição de anúncios é feita de maneira automática, por empresas terceirizadas. Por isso, a ideia não é boicotar logo de cara as empresas que tenham anúncios em sites de notícias falsas, mas informar e buscar conscientização.

 

Resultados

Em menos de um mês, a iniciativa já conta com mais de 300 mil seguidores no Twitter, conseguindo fazer com que mais de 80 empresas se comprometam a aderir ao movimento e retirar anúncios de sites com conteúdo falso.

O sucesso chamou atenção inclusive do publicitário Matt Rivitz, criador do Sleeping Giants estadunidense – que existe desde 2016. Em entrevista ao O Globo, Rivitz disse estar “obcecado” pela versão brasileira de sua iniciativa.

Demoramos entre seis meses e um ano para compreender o poder do movimento e as reações de pessoas, empresas e trolls (…) a equipe no Brasil parece entender o que está fazendo, tanto que o sucesso dela já é maior entre os usuários“, destacou.

O resultado realmente impressiona, segundo levantamento, a desmonetização dos sites de fake news já é superior a 340 mil reais:

 

Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui