• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Site que transforma homens em produtos agora criou um aplicativo

Adote Um Cara é uma plataforma polêmica que promete acabar com os dias de solidão.

Se já não têm homens interessantes nas baladas e barzinhos ou você está com preguiça de sair pra conhecer caras novos, que tal adotar um?

Adote_Um_Cara_Site_polêmico_transforma_homens_em_produtos

– Piscada.

A ideia do site Adote Um Cara é justamente essa, você se cadastra e registra um perfil detalhado do cara que quer conhecer.

Não, isso não é igual ao Tinder. Na verdade é mais parecido com uma loja virtual, a plataforma funciona assim: as mulheres cadastradas são clientes e os homens são os produtos que podem ser adicionados a uma espécie de “carrinho”.

adote_sossolteiros

Uma vez no carrinho, os homens podem trocar mensagens com as “compradoras”. A vantagem é que as mulheres podem conversar simultaneamente com mais de uma pessoa, comprar as informações entre um e outro e, caso tenham gostado, ir a um encontro pessoalmente.

Obviamente muitos internautas criticaram a iniciativa, afirmando que seria uma maneira de objetificar o homem. Poderia ser visto como uma forma de machismo, só que ao contrário.

O site se defendeu, a ideia deles é dar preferência para as mulheres, que têm o direito de escolher quais homens desejam conversar, sem ofendê-los, evitando assédio de quem não desejam. Uma forma bem humorada (e polêmica) de abordar o relacionamento virtual.

Caso não goste do papo de algum produto homem escolhido, pode devolvê-lo para a prateleira. A mulher tem total controle da situação. O site agora disponibiliza um aplicativo para iOS e Android que facilitam ainda mais as compras.

823885293-display-do-app-do-adote-um-cara

virgula

E você, toparia adotar um cara ou prefere o jeito tradicional de buscar o cara ideal?

 

Amanda Conte
Filmes infantis são seus favoritos, mesmo tendo 23 anos. Chocolate e livros são seus únicos vícios. Jornalista, escritora independente e paulistana até a alma.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui