• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Segredo revelado! Pesquisa descobre se o “Whey” realmente ajuda no desenvolvimento muscular

Britânicos estudaram o mais popular suplemento do mundo, e o resultado surpreende!

As academias estão cada vez mais abarrotadas de gente que deseja dar um up do corpo e ostentar um físico sarado por aí.

Um dos mais conhecidos suplementos usados pela galera fitness, o Whey Protein, promete ajudar nesse processo e ainda acelerar no ganho dos tão almejados músculos.

Mas e aí, será que esses suplementos estão fazendo efeito?

shake-whey-protein

vivomaissaudavel

Sabe-se que uma em cada vinte pessoas praticantes de musculação, entre 40 e 50 anos, consomem o produto.

Por isso o programa Trust me, I am a Doctor (“Confie em mim, eu sou médico”), da BBC, fez um experimento para testar a eficácia da proteína de soro de leite e o resultado foi surpreendente.

***

O experimento

Com a ajuda do médico Stuart Gray, da Universidade de Gasgow, no Reino Unido, a pesquisa se concentrou na proteína do soro de leite, que originalmente era apenas um simples resíduo que sobrava na indústria do queijo.

A equipe da emissora chamou 24 voluntários, com idades entre 20 e 67 anos, para participar de um programa de oito semanas de levantamento de peso.

O grupo foi divido em dois: metade das pessoas ingeria um shake de whey protein, que tem fama de conter proteína de alta qualidade, além de aminoácidos essenciais para o organismo. Os outros indivíduos bebiam uma substância qualquer, conhecida como placebo.

O objetivo central da pesquisa era desvendar se quem consumisse o popular suplemento realmente ganharia mais músculos do que aqueles que treinavam sem fazer esse uso.

Após cada rotina de malhação, os indivíduos mandavam pra dentro uma bebida com 20 gramas de proteína ou 20 gramas de maltodextrina, um carboidrato usado, nesse caso, como placebo.

Vale ressaltar que nem os pesquisadores e muito menos os voluntários sabiam de fato quais bebidas eles tomavam depois de suarem a camisa.

whey_sossolteiros_gif

Os resultados

No começo e no final do experimento, foram anotadas a capacidade máxima de força na hora de levantar peso de cada uma das pessoas que toparam o desafio, além de serem medidas a sua massa magra, força nos joelhos e músculos das coxas.

Depois de oito semanas de treinamento, todos os participantes ganharam força. A capacidade na hora de levantar pesos aumentou 33%. A vitalidade dos joelhos subiu em 31%. A massa magra também cresceu em 1% e a musculatura das coxas aumentou em 4%.

Porém, o que mais impressionou os pesquisadores foi que não houve uma diferença significativa entre aqueles que tomaram whey protein e os outros que apenas ingeriram um carboidrato simples.

Ou seja: foi concluído que, ao contrário do que é propagada aos quatro ventos por aí, tomar o suplemento de proteína não resultou em nenhum efeito sobre a força e o crescimento muscular da galera.

muscle_sosolteiros

Ainda no experimento, os voluntários preencherem um diário de alimentação na qual garantiram consumir em média 70 gramas de proteína por dia, muito mais do que o corpo necessita de verdade.

Por exemplo, em quatro horas, nosso organismo só pode usar entre 20 e 30 gramas de proteína, segundo a massa de cada pessoa. Deste número, apenas uma pequena parte é utilizada para reparar os músculos. Assim, qualquer substância adicional se transforma em energia, ou vira gordura ou até mesmo é expulsa do corpo pela urina!

Já os indivíduos que não ingerem proteína suficiente durante as suas refeições, ou sofrem com alguma doença, problemas de desnutrição ou tem massa corporal elevada, podem sim sentir que os suplementos de proteína dão um help no ganho de músculos.

 

Fique esperto!

Especialistas orientam que se você é uma pessoa saudável e tem uma dieta rica e equilibrada, não precisa gastar o seu rico dinheirinho e nem se endividar no cartão de crédito por causa do whey protein.

Agora se o seu foco é manter a massa muscular, os profissionais de saúde recomendam fazer pelo menos dois treinos semanais de exercícios de resistência. Esses sim te ajudarão a manter vitalidade e a energia do organismo.

Fonte(s): BBC
Felipe Gatto
Jornalista apaixonado por viajar e se aventurar por aí. Pensar na vida, defender o amor e falar sobre artes também é comigo mesmo.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui