• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Salamitos: Médica faz uma grave denuncia contra produto da Sadia

Segundo a especialista, ele pode causar até câncer.

Dario C L Barbosa Publicado: 27/10/2017 12:21 | Atualizado: 27/10/2017 13:38

A gente adora quando alguma empresa lança uma gulodice deliciosa, mas quantas vezes nos preocupamos se o rango em questão é saudável ou, pelo menos, não é prejudicial à nossa saúde?

Dra. Karla Daniela Santone, médica e especialista em doenças da mama, fez um grande alerta nos mostrando o quão importante é conferirmos a “qualidade” desses petiscos.

Eu estou comendo porcaria e assistindo lixo, acho melhor alguém vir aqui e me parar

O relato em tom de denúncia foi feito na página do Facebook da doutora.

Nele, a especialista explica os males presentes no petisco Salamitos, da Sadia. Levando em conta a credibilidade da empresa e a informação na embalagem de conter 11 gramas de proteína, parece ser uma boa pedida para o lanche. Mas não é bem assim.

Segura que lá vem bomba!

Usando apenas as informações nutricionais da embalagem, a doutora analisou dados potencialmente perigosos, como o fato dele ser feito com carne suína e não precisar ser refrigerado, por isso ela alerta sobre a quantidade de produtos químicos utilizados para manter o produto em condições de consumo.

Produtos como o nitrato e nitrito de sódio, conservantes que, segundo a doutora e este estudo feito por estudantes de Química do Centro Universitário Amparense, são substâncias tóxicas e cancerígenas. Ou seja, são 11 gramas de proteína com grande potencial de causar câncer.

Além de ter 8,5 gramas de gorduras totais e 3 gramas de gordura saturada, o petisquinho possui 543 mg de sódio. Ou seja, além da gordura ruim, tem muito sal, a soma desse combo no organismo pode resultar em uma série de complicações como hipertensão, deficiência dos rins, infarto, acidente vascular cerebral e, claro, câncer.

Qual a realidade?

É claro que assim como fez a doutora, outras pessoas mais esclarecidas podem evitar o consumo desse tipo de produto, apenas se informando pela embalagem. Mas como despertar essa consciência em quem não tem muito acesso a informação?

E o buraco é bem mais embaixo. Como informou a Dra. Santone, o Salamitos é vendido em média por um preço bastante acessível, cerca de 2 reais o pacote, o que facilita ainda mais a população carente consumir esse produto. Inclusive fizeram uma denuncia contra Nestlé sobre um problema muito semelhante, veja detalhes aqui.

A enxurrada de malefícios não é exclusividade desse produto da Sadia. Boa parte das carnes processadas que comemos tem os mesmos produtos químicos, por isso são igualmente prejudiciais à nossa saúde, conforme falamos neste texto aqui.

Para finalizar seu desabafo, a especialista ainda questiona o posicionamento do Ministério da Agricultura em ter liberado a comercialização de um alimento tão cheio de malefícios. Segundo ela, é uma prova viva de que o nosso governo, bem como a mídia, não aparentam estar preocupados em melhorar a saúde do nosso povo.

A publicação da profissional serve como um aviso para não nos entregarmos de corpo, alma e estômago para qualquer coisa aparentemente saborosa que encontramos por ai (esse alerta vale inclusive para o SOS). Precisamos nos informar mais e cuidar da nossa saúde.

Veja abaixo a publicação completa da Dra. Santone:

Fonte(s): Dra. Karla Daniela Santone - Facebook
Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão pela internet em 2012. Vegetariano, meditante e ecossocialista na luta por consciência e equidade. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui