• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Ressaca em 10 paises: Receitas curiosas para curá-la

Para que sua cabeça pare de dar voltas ao mundo.

 

A ressaca não é uma coisa única e exclusiva dos brasileiros. Você imagina como fica a cabeça dos americanos depois de um Spring Break? E os cérebros dos alemães após a Oktoberfest? Pois é, nosso carnaval é fichinha perto do quanto a galera bebe ao redor do mundo.

hangover-work

Beleza… Todo nosso respeito a sua bebedeira. Então para dar uma amenizada nessa ressaca, a primeira sugestão é que você não beba tanto quanto o dia anterior. Isso não funciona, pelo contrário, só piora o nível de ressaca no outro dia. O ideal, além de tomar muita água, é comer!

E, para te ajudar a não fazer errado, consultamos as melhores maneiras culinárias praticadas nos outros países onde beber não é brincadeira! Elas não são necessariamente a cura da ressaca, mas vão dar uma alinhada nos seus Chakras que ficaram meio bagunçados depois que você fez dançou o Tchan na festa da firma.

 

1. Estados Unidos: OVOS BENEDITINOS

DSC_1364

strawberrycrumble

Ovos são um dos melhores alimentos no combate à ressaca. E os americanos sabem como fazê-los. Uma das versões sobre a história dessa bomba contra a ressaca vem do final do século 19. Lemuel Benedict ordenou ao chef de cozinha do hotel Wadorlf, em Nova York, que fizesse dois ovos, bacon crocante, torradas com manteiga e jogasse um molho holandês por cima, assim, no café da manhã. O chef gostou do que fez, alterou algumas coisinhas e colocou no menu do Hotel. Os hospedes bebuns agradeceram a invenção, e a cabeça deles também!

A Receita!

 

2. Rússia: SOLYANKA

IMG_1598

kitchenrussian

Considerando que a cura da ressaca é desenvolvida de acordo com o que bebem, os russos deveriam ser os campeões nesse quesito. A vodka, principal bebida do país, causa rápida desidratação. Por isso, além de ir para a sauna para tirar o álcool do sangue, os russos tomam uma sopa chamada Solyanka. Ela é composta por uma série de carnes defumadas, legumes, picles, azeitonas, fatias de limão e alcaparra. Parece deliciosa se acompanhada com mais uma dose de VODKA!

A Receita!

 

3. Itália: PASTA CARBONARA

COOKERY-CORNER-SPAGHETTI-CARBONARA

anfocal

Pizza? Pode até ser! Mas a culinária italiana te dá mais opções para que não ande como a Torre de Pisa por aí.
O macarrão carbonara é um espaguete com molho à base de ovos, com um molho que mistura parmesão, pimenta preta e bacon. Além de ser uma delícia, a liberação lenta de carboidratos da massa irá mantê-lo carregado durante todo o dia. MAMMA MIA!

A Receita!

 

4. Canadá: POUTINE

WENDY'S RESTAURANTS OF CANADA - Oh Poutine! Grab your forks

thehotplate

Salgado, gorduroso e amido – 3 palavras mágicas que descrevem a comida mais popular do Canadá. A palavra poutine significa, em francês, confusão. E é isso o que você não quer mais no seu cérebro depois de beber mais do que podia, né?
O poutine simples, nada mais é que um monte de batatas fritas crocantes polvilhadas com queijo coalho e mergulhadas em um molho quente com cheddar, ou outros mais gordo ainda. Simples como a ressaca podia ser! Presume-se então que, passar naquele fast food depois da balada, sim faz toda a diferença no dia seguinte. Presume-se…

A Receita!

 

5. Alemanha: ROLLMOPS

rollmops

peterburg

Esses sabem de tudo quando o assunto é cerveja! Assim como os vizinhos poloneses, os alemães também acreditam no poder do pepino (?). Esses tais de Rollmops são tipo uns enroladinhos de arenque com pepino e cebola no meio. Pão duro com manteiga acompanha. Para os brasileiros, é meio bizarro comer peixe ao acordar, mas depois que você dá a primeira garfada e sente a diferença no seu estômago/cérebro, vai querer comer isso todo dia no café da manhã. Pode ser meio complexo falar, mas grave essa palavra na sua mente por tudo nessa vida. Vai que um dia você acorda na Alemanha, depois de uma Oktoberfest?

A Receita!

 

6. Japão: MISSOSHIRO

245-1061-sopa-misoshiro-668x400x80xX

hogarutil

No Japão, a palavra usada para a ressaca é: futsukayoi – que significa “dois dias bêbado”. Se você se encontra nesse estado, deixe os pauzinhos de lado e peça um rodízio de missoshiro. E não é pra tomar de colher, use a cumbuca como um copo e manda ver. Cebolinha picada, cubos de tufu combinam para dar um caldo calmante. Isto ajuda a repor os líquidos, sais e outros nutrientes que seu corpo perdeu quando você estava cantando Robocop Gay no karaokê.

A Receita!

 

7. Irlanda: IRISH FRY UP

fry-up-6

onehundredeggs

O Fry Up é um mini almoço que se come na Irlanda para forrar o estômago antes do Saint Patrick’s Day. Com ele, o seu corpo fica quase imune ao álcool, graças às proteínas e hidratos de carbono provocadas por essa refeição. E o que é esse tal de Fry Up? Em português seria algo como, friture-se, é praticamente um entupimento da artéria, com muito ovo frito, salsicha, pão, tomate, cogumelo, batata frita e chá. Acho que dá pra dar uma adaptada e cozinhar o que for frito. Não adianta nada ficar sem ressaca e engordar 50 kg por final de semana, né?

A Receita! (em inglês)

 

8. Israel: SHAKSHUKA

Shakshuka-superchefs

superchefs

Bom, essa palavra que mais parece um nome engraçadinho para órgão genital feminino é a arma principal do povo israelita na luta contra a ressaca. A shakshuka é um bem bolado de ovos com um molho de tomate apimentado com cebola, alho e ervas. Rola um pouco de azeite pra dar um tchan. Shakshuva significa “tudo misturado”, igual a sua memória da noite anterior.

A Receita!

 

9. Suíça: RÖSTI

rosti-queijo

biervila

Não pense que lá a galera não fica de ressaca. Lá eles bebem até cair também – são gente como a gente. Enfim, quando você estiver com uma ressaca alpina, peça logo um Rösti (repete: reuxxx-tí) que é basicamente um monte de batata dourada em forma de pizza. Se bem que, se um dia você estiver na Suíca por favor, não beba a ponto de fazer um papelão por lá, né?

A Receita!

 

10. Córeia: HAEJANG GUK

Korean_soup-Bogeo_haejangguk-01

wikimedia

A principal característica desse prato é qualquer coisa que seja uma sopa, mais broto de feijão. Falando sério, ele leva também um pouco de cebolinha e condimentos como: Kimchi, algas salgadas, pimentões verdes e camarões. Rolam umas variações com uns pedaços de carne para dar aquela sustância. E se você se pergunta porque isso faz bem, a resposta: você já viu algum coreano de ressaca? Não responda!

A Receita!

 

E assim termina a nossa volta ao redor do mundo. Agora, cabeça, pode parar de girar. Obrigado!

 

Fonte: bootsnall

Bruno Hoera
Paulistano, publicitário e justiceiro do mundo: briga por papel jogado no chão, espera as pessoas saírem para entrar e dá bom dia pro porteiro que nunca respondeu. Não faz a barba por preguiça e não costuma arrumar a cama porque mais tarde vai bagunçar tudo de novo. Por falar demais, achou melhor começar a escrever antes que se engasgasse com as próprias palavras.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui