• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Precisamos falar sobre: “Eu até ajudaria em casa, mas ela nunca pede”

A tal “Carga Mental”.

Sabe quando você passa a noite repassando mentalmente todos os afazeres e problemas que precisa resolver no dia seguinte? Pois para quem gerencia a casa, esses pensamentos rolam 24 horas por dia. O que na maioria das vezes cabe às mulheres.

Para que a gente entenda direitinho, a ilustradora e designer francesa, Emma, desenhou tudo o que precisamos saber sobre essa “carga mental” e quanto os homens colaboram para que ela se intensifique.

É comum ouvirmos a cuecada alegando que ajudam as parceiras com as tarefas domésticas, justificando um distanciamento da antiga postura machista, “homem não lava louça“. Mas, na contramão, existe outra polêmica: “eles ajudam, mas só quando eu peço“.

Quando um cara espera orientação sobre o que fazer em casa, automaticamente ele está jogando a chefia do gerenciamento das tarefas domésticas à mulher, se isentando de qualquer responsabilidade.

Então, em meio a todas as atividades que elas já tem, igualmente cansativas às dos homens, como o trabalho fora de casa, as mulheres sofrem a tal “carga mental”. Ou seja, o cérebro não descansa, fica em um eterno turbilhão de pensamentos e compromissos, com o intuito de gerenciar tudo para que as “engrenagens” não parem.

Para entender melhor, veja o quadrinho intitulado “Fallait demander“, em português “Teve que pedir”, publicado na página do Facebook da artista e traduzido pela página do Face Bandeira Negra.

 

Fonte(s): Cheek Magazine, Emma - Facebook, Madame, Bandeira Negra - Facebook
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui