• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Receita fácil: Requeijão Cremoso caseiro é 53% mais barato!

Aprenda a fazer requeijão artesanal sem conservantes, com 4 ingredientes super baratinhos.

Bruno Oliveira Publicado: 13/05/2022 10:12 | Atualizado: 13/05/2022 17:15

A crise tá puxada! É possível economizar fazendo requeijão artesanal? O requeijão cremoso feito em casa fica gostoso? Vou te ensinar uma receita simples de como fazer um requeijão caseiro cremoso passo a passo e com apenas 4 ingredientes bem baratinhos. Então bora lá!

 

Ingredientes:

  • 1 litro de Leite integral (preferencialmente o de saquinho)

  • 250ml de Leite (qualquer tipo)

  • 5 colheres (sopa) de Vinagre (de preferência vinagre de álcool para não alterar o sabor)

  • ½ colher (sopa) de Margarina ou Manteiga (opcional)

  • Sal a gosto

 

Modo de preparo:

O primeiro passo é ferver 1 litro de leite. Assim que ele ferver, desligue o fogo e acrescente as 5 colheres de sopa de vinagre.

 

Mexer bastante essa mistura e deixar ela descansar por 10 minutos ou até ele talhar completamente.

 

Em seguida, peneire o leite talhado com uma peneira ou um paninho limpo. Reserve o soro para usar em outras receitas (risoto e ricota, por exemplo). Para essa receita, vamos usar a massa. Enquanto isso, esquente o copo (250ml) de leite até ficar morno.

Então, ata no liquidificador: a massa, metade do copo do leite morno que você esquentou* e ½ colher (sopa) de margarina/manteiga.

*para economizar, há quem use o próprio soro do leite que talhou, ao invés de mais um copo de leite; mas nós não testamos.

 

O próximo passo é ir adicionando o restante do leite morno aos poucos, enquanto bate, vá fazendo isso até dar um ponto homogêneo e cremoso como esse:

Importante dizer que o requeijão vai estar liquido, mas é só colocar essa mistura em um recipiente e levar à geladeira. Ao esfriar, ele vai engrossar e ficar com aquela consistência de requeijão que a gente já conhece.

 

Requeijão caseiro é MUITO mais barato

O requeijão caseiro pode permanecer na geladeira por cinco dias e rende 325ml (1 potinho e meio). Vale dizer que essa receita é bem mais em conta que comprar o requeijão industrializado.

Requeijão Caseiro VS. Requeijão Industrializado

325g – R$5,74** > 200g – R$7,50***

**VALORES CONSIDERADOS

  • 1 litro de Leite – R$4,50
  • 250ml de Leite – R$1
  • 75ml de Vinagre – R$0,15 (R$1,50 – 700ml)
  • 7g de Margarina – R$0,09 (R$7 – 500g)
  • Sal não foi considerado

***PREÇO MÉDIO

Ou seja, se rendesse apenas 200 gramas como o requeijão de supermercado, a versão caseira sairia por R$3,53. Uma economia de 53%.

É de dar água na boca né?

 

EXTRA: Algumas formas de incrementar o seu requeijão caseiro

Alguns Almanaqueos que já testaram e aprovaram a receita também deram dicas em nossas redes sociais sobre como gostam de incrementar a receita, para deixá-la ainda mais gostosa:

“Manteiga dá um sabor maior e pode acrescentar temperos a gosto como orégano…” – disse a Cláudia Assumpção em nosso Facebook.

“Já fiz, é muito bom! Eu também coloco orégano para temperar.”, explicou a Jessica Barreto em nosso Instagram.

Enquanto isso a Thalita Araújo deu uma boa dica para substituir os 250ml de leite morno que a gente coloca enquanto estamos batendo a mistura no liquidificador:

“Eu coloco creme de leite ao invés do leite, pode acrescentar ervas finas fica ótimo também!”

 

E se o leite não talhar?

Outra observação que chamou bastante atenção foi a do Alex Ponciano, que teve um probleminha e contou pra gente no Youtube:

“Fiz como manda mas o leite não talhou em 10 minutos, já passou mais de 40 minutos.”

Segundo estudo realizado na Unesp, a coagulação do leite (o processo de talhar ou coalhar) se dá por conta de uma ação enzimática de modificação das micelas de caseína do leite, substância responsável pela alteração de textura do alimento.

Logo, quando esse processo não ocorre corretamente, podem haver alguns motivos para tal, como explica a Cristina Haberl em matéria para o site Etiel, especialista no assunto:

“Ou o coalho está velho ou foi guardado em condições não adequadas; a temperatura do leite pode estar acima ou abaixo da recomendada para ocorrer a coagulação; o coalho foi diluído em água quente; o cálculo da quantidade de coalho não está correta; o leite pode ter sido misturado com o colostro.”

A Cristina Haberl também indica o que fazer caso o processo demore mais do que o planejado. Segundo a especialista, você só precisa aguardar mais tempo até que o processo alcance o resultado desejado e caso não dê resultado, na próxima tentativa o indicado é se certificar de que usou a quantidade correta de ingredientes.

 

Para quê serve o vinagre?

O vinagre (ou limão) é um facilitador no processo de coagulação do leite, ou seja, tem o papel de tornar esse processo ainda mais rápido do que em condições naturais (sem o vinagre) como explicam os estudantes da Escola Rodrigues de Freitas, que realizaram um estudo envolvendo a mistura:

“A caseína é a principal proteína presente no leite (cerca de 80% de todas as proteínas contidas no leite). É bastante solúvel em água por se apresentar na forma de um sal de cálcio. A sua solubilidade é fortemente afetada pela adição de ácidos, uma vez que a diminuição de pH reduz a presença de cargas na molécula, provocando a sua precipitação.“

Logo essa redução de pH é efetuada através da adição do vinagre, que tem em sua composição o ácido acético, um ácido fraco, segundo os responsáveis pelo estudo.

 

A receita funciona com ingredientes sem lactose?

Sim!

De acordo com o depoimento de especialistas, podemos concluir que o que faz o leite coagular não é a lactose e sim a caseína, que também está presente no leite sem lactose. Portanto, caso você esteja considerando fazer a receita com ingredientes sem lactose pode fazer tranquilamente que não haverá problemas.

Gostou da receita? Então se liga que o Almanaque SOS também preparou uma lista maravilhosa com 15 Receitas de liquidificador incrivelmente deliciosas e fáceis de fazer. Bora testar?

Fonte(s): Escola Rogrigues de Freitas, Panelinha, Unesp, Etiel
Bruno Oliveira
Atleta virtual, jornalista, podcaster e gamer de esquerda nas horas vagas. Acredita piamente na capacidade do ser humano de ser melhor, sempre. Dog person e pernambucano, observa o mundo em camadas.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui