• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Quando vai ao banheiro, você se senta assim? Então, cuidado!

Fazemos ‘número 2’ do jeito errado e isso pode ser muito perigoso.

A coisa mais maravilhosa que a internet nos trouxe nos últimos tempos foi esse vídeo que mostra que nossas casquinhas de sorvete são feitas, ou melhor, defecadas, por unicórnios!

Apesar de todo o brilho e glamour, o vídeo, feito pela empresa Squatty Potty, foi produzido para fazer um alerta: estamos fazendo cocô da forma errada!

“Mentira!”, você deve dizer. Afinal de contas, o que pode ser mais simples do que fazer cocô? Até bebês dominam a arte com maestria. A vontade surge, vamos ao banheiro (às vezes correndo), sentamos no vaso e o alívio é quase imediato. Mas estamos fazendo errado, e há muito tempo.

O processo de evacuação das fezes ocorre em 2 estágios.

No primeiro estágio, involuntário, o conteúdo é carregado até o reto. O segundo é o ato de defecação propriamente dita, durante o qual as fezes são expelidas, através de uma série de contrações e relaxamentos dos músculos e órgãos envolvidos no processo, como o esfíncter anal, o abdômen e o reto.

Antes da modernização das cidades…

…as pessoas faziam suas necessidades (e ainda fazem, em lugares remotos e não-urbanizados) em buracos no chão, agachadas. O querido vaso sanitário ganhou espaço em nossos corações com a invenção do encanamento domiciliar, no século 19 e mudou totalmente nossa maneira de fazer cocô.

Com ele, saímos do período “das cavernas” e entramos numa nova moda, a de “sentar no trono” para fazer as necessidades.

Quando vai ao banheiro, você se senta assim?

toilet-phone_sossolteiros

androidcentral

Pois é, você está literalmente “cagando” a sua ida ao banheiro.

Segundo artigo publicado no site Slate e escrito pelo neurocientista Daniel Lametti, essa posição é a principal causa de doenças como hemorroida e diverticulite, uma inflamação intestinal relacionada à idade que acontece quase que exclusivamente em comunidades onde vasos sanitários são utilizados.

O problema, segundo o artigo, é que a posição sentada seria “antinatural”, pois nosso corpo seria adaptado para defecar agachado.

Estaríamos fazendo mais força para defecar e mesmo assim não defecaríamos tudo o que precisamos, abrindo a guarda para as doenças acima.

De acordo com o coloproctologista Dr. João Ricardo Duda, da Universidade Federal do Paraná, nossa postura na hora H realmente influencia a qualidade da experiência.

“A posição que evacuamos tem sim correlação com o relaxamento do assoalho pélvico, uma vez que na posição de agachamento há um maior relaxamento do músculo puborretal e, consequentemente, maior retificação do reto, o que facilita a expulsão das fezes”, explica.

E as coisas ainda podem piorar: segundo o especialista, embora ainda não tenha sido comprovado, estudos estão sendo feitos para descobrir se a posição que utilizamos no vaso sanitário é uma das causadoras do câncer de cólon.

“Apesar da hipótese de que, quanto maior a permanência de substâncias cancerígenas nas fezes em contato com a mucosa colônica, maior o risco de câncer colorretal, nada ainda foi provado nesse sentido”, relata Dr. João Duda.

Dá uma agachadinha, vai?

Há uma maneira muito simples de acabar com o dilema do cocô mal feito.

Um estudo de 2003, publicado no U.S National Library of Medicine, acompanhou 28 pessoas na hora do “vamovê” em três posições: sentadas em uma privada alta, sentadas em uma privada normal e agachadas como se estivessem na saída da balada, se aliviando no matinho da calçada.

Olha que louco: quem fez as necessidades agachadinho demorou menos e achou a experiência mais fácil do que os outros compadres de privada!

De acordo com artigo publicado pela Time, os proctologistas apontam que a nossa natureza é mesmo se agachar para fazer as necessidades.

De pé ou sentados, dobramos o canal onde as fezes estão e por onde elas devem sair. Há até um músculo cujo objetivo é segurar as fezes quando estamos nessas posições, para evitar acidentes.

Para o Dr. João Duda, pessoas que sofrem de intestino preso podem se beneficiar da mudança de postura para facilitar o processo e evitar doenças.

“A constipação intestinal, principalmente se associada a grande esforço evacuatório, pode contribuir para o desenvolvimento de hemorroidas e fissuras anais, bem como a doença diverticular dos cólons. No paciente constipado, dentre as diversas medidas recomendadas, faz-se necessário ao menos experimentar por um certo período a mudança para a posição agachada ou com um apoio elevado para os pés ao sentar-se no vaso sanitário”, aconselha.

Se colocar os pés na privada é muita viagem para você (sem contar que é arriscado!), experimente colocá-los em um banquinho e inclinar o corpo para frente quando estiver sentado no vaso.

Dê uma forcinha para a Mãe Natureza!

Você pode adquirir um apoio para os pés, desenvolvido pela mesma empresa que lançou o vídeo, a Squatty Potty, e ver se consegue fazer obras tão coloridas quanto as do unicórnio sorveteiro!

Fontes: Cracked Slate

Robbie Jacks
Sarcástica, dramática, intensa, carioca, professora, jornalista, escritora, Mestra em Literatura Norte-Americana. Ainda não descobriu por que estuda tanto. Só sabe que quer viver de palavras. E de atitudes. E de amor, muito amor. :D

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui