Dicas

Qual máquina de lavar é melhor: com abertura em cima ou na frente?

06 de novembro de 2020
Postado por Lelio Ramos

Nesse artigo vamos te ajudar a escolher entre uma máquina com abertura em cima, superior (top load) ou uma com abertura embaixo, na frente (front load). Uma é melhor que a outra, mas nem tudo são rosas.

 

Tem muitas coisas boas nessa vida, mas com certeza uma delas é usar aquela roupa cheirosinha que foi recém lavada, não é mesmo?

É por isso que a máquina de lavar é um dos eletrodomésticos mais importantes de uma casa. Não chega a ser um produto barato, mas deixa a lavagem de roupa bem mais rápida e prática do que usar o tanque.

Só que basta dar uma busca nos sites de compra que bate uma dúvida: escolher uma máquina com abertura em cima, superior (top load) ou com abertura frontal (front load)?

É claro que para chegar nessa decisão muitos fatores contam como o preço, o tamanho, a facilidade de uso e, claro, quem deixa a roupa mais limpinha.

 

Qual máquina de lavar é a melhor?

Vamos de resposta rápida: a vencedora é a máquina com abertura na frente (front load).

Isso mesmo, o tipo menos comum nas casas brasileiras é a que melhor lava as roupas. Aqui no Brasil, a Proteste, uma associação de defesa do consumidor, fez pelo menos duas pesquisas detalhadas sobre esse assunto, a mais recente em 2017.

Para avaliar o desempenho, eles escolheram 12 máquinas disponíveis á venda. Foi selecionada programação de lavagem mais comum. No total, foram usados 5 quilos de tecidos de algodão, sendo 20 toalhas, dois lençóis e seis fronhas.

Depois do ciclo completo, os tecidos foram retirados e a limpeza foi avaliada. As máquinas com abertura frontal tiveram resultado bem melhor.

Das cinco máquinas frontais, duas tiveram avaliação ótima. As outras três foram apontadas como aceitáveis. Já no caso das sete máquinas com abertura superior, seis modelos foram considerados ruins e um ganhou o título de regular.

Nos Estados Unidos, a conclusão é parecida segundo o The New York Times. Por lá, um site avaliou como ‘excelente’ 30 máquinas frontais. Apenas uma com abertura superior teve a mesma marca.

De acordo com um entrevistado pelo jornal americano, os tecidos que foram lavados nas máquinas com porta na frente apresentaram menos manchas no fim de cada experiência.

 

Mas qual é a explicação?

Se você já abriu uma máquina frontal percebeu que elas não têm aquele batedor no meio. É porque não precisa, pois elas funcionam com um sistema chamado de tombamento. Dessa forma, a força da gravidade é utilizada para ajudar no movimento das roupas e da água, que ocorre de cima para baixo.

A limpeza é feita justamente nesse atrito natural, que possibilita que as fibras dos tecidos sejam abertas e a sujeira retirada.

No caso das máquinas top load, o atrito ocorre com a ajuda do batedor. O atrito é mais agressivo. As máquinas front load, portanto, conseguem limpar sem agredir tanto a roupa. Tecidos como seda, lã e algodão sofrem bem menos desgaste.

“Esse tipo de máquina realmente estraga menos as roupas, o desgaste é bem menor. Conseguimos ver a diferença principalmente naqueles tecidos mais delicados”, afirma a consultora doméstica Heloísa Sundfeld, sócia de uma empresa de assistência pessoal.

A consultora Nalva Alves, que ministra cursos para trabalhores domésticos aprenderem técnicas de como lavar e passar roupas com excelência, diz que as máquinas com porta na frente remetem ao jeito antigo de se lavar roupas.

“A lavagem por tombamento é tipo lavar roupas no rio, batendo a roupa. Isso é bom porque a roupa recebe movimentos a favor da gravidade, a roupa cai uma sobre a outra e assim sequencialmente.”, explica a consultora com com mais de 20 anos de experiência.

 

Nem tudo é amaciante com cheiro de bebê

Bom, as máquinas com porta na frente lavam melhor e gastam menos água. Por outro lado, elas são um pouco, ou melhor, bem mais caras.

Em uma rápida busca na internet, o modelo mais em conta sai por R$ 2.899. Já no caso no modelo com porta na frente, a opção mais barata custa por volta de R$ 1.100. É claro que até pelo preço mais alto, as máquinas acabam tendo algumas funções extras, como anti-ruído e display digital.

Além disso, o sistema delas não permite que você pause a lavagem no meio do ciclo. Ou seja, se esqueceu de colocar alguma peça, vai ter que esperar até o fim para poder abrir a porta da máquina.

“Isso acaba sendo um contra-tempo importante”, comenta Heloisa. “Às vezes, você acaba misturando alguns tipos de roupa sem perceber. E no meio do processo nota que a água está mudando de cor e alguma peça vai acabar manchando. Nessas máquinas, você não consegue pausar, vai ter que parar e começar tudo de novo”, informa.

E, por último, pela porta ficar na frente, pode ser mais desconfortável colocar as roupas para lavar ali, você vai ter que abaixar ou então instalar o equipamento em algum ponto mais alto.

Entre vantagens e desvantagens, é importante seguir as dicas das consultoras:

“A máquina dá um suporte, mas na real se você quer roupas bem lavadas e cuidadas, o importante é fazer os processos corretos de lavagem”, sugere Nalva.

“Não trabalhe com a máquina lotada de roupas. Se a capacidade é de oito quilos, coloque no máximo sete, para que elas flutuem e não fiquem grudadas”, ensina Heloisa.

Levando tudo isso em conta, você já pode escolher a melhor opção para você.

Proteste, The New York Times, Roupa suja se lava na máquina

MATÉRIAS RELACIONADAS