• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Projeto bem humorado lembra internautas de lavar o pênis todos os dias

Apesar de descontraído, chama a atenção para a seriedade do câncer de pênis.

Daiane Oliveira Publicado: 22/01/2020 10:52 | Atualizado: 22/01/2020 11:23

Pau, piroca, rola, cacete, caralho, bilau, dito cujo… Não importa como você o chama, se você têm um pênis, fica um alerta importantíssimo: lave seu pinto!

Pode parecer meio óbvio, mas se considerarmos que, segundo o Instituto Lado a Lado Pela Vida (LAL), cerca de 1.600 amputações penianas são feitas por ano em virtude de complicações de Câncer de Pênis, esse é um alerta que deve ser repetido diariamente.

E é exatamente isso que o LAL tem feito e fará durante todos os 366 dias de 2020: o ‘Lave o Dito Cujo’ é um calendário ilustrado e bem humorado lançado no Instagram (@LaveODitoCujo). A ideia é simples: lembrar aqueles que têm pênis de lavá-lo. Todos os dias!

O calendário é uma espécie de extensão da já conhecida Campanha Novembro Azul, criada pelo LAL para conscientizar sobre o câncer de próstata e a importância dos cuidados da Saúde do Homem.

Com o “Lave o Dito Cujo” o Instituto pretende tratar sobre higiene peniana não apenas em um mês específico, mas conscientizar sobre a importância da higiene diária do pênis.

Apesar do tom descontraído, o projeto chama a atenção para a seriedade do câncer de pênis. Segundo o Ministério da Saúde, o câncer peniano é um tipo raro, mas a doença está associada à higiene inadequada nas partes íntimas. Então é melhor não correr o risco e lavar o dito cujo dia sim e dia também.

Para conferir todas e acompanhar esse calendário um tanto quanto diferente – e super útil – é só ficar de olho no perfil do Instagram: @LaveODitoCujo. Se você é artista e quer colaborar com o projeto, envie sua ilustração para o e-mail laveoditocujo@gmail.com.

 

Fonte(s): Lado a Lado Pela Vida, Portal da Urologia, Instagram - Instituto Lado a Lado Pela Vida, Revista Galileu
Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui