• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Conheça o projeto que entrega a feira na porta de casa por um baixo custo

E ainda ajuda a evitar o desperdício.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a quantidade de alimentos que são desperdiçados na America Latina e Caribe daria para alimentar cerca de 30 milhões de pessoas.

Evitar esse desperdício pode ser mais simples do que você imagina, e de quebra ainda te rende uma bela economia. Já conhece o projeto “Fruta Imperfeita“?

O casal de criadores do “Fruta Imperfeita”.

Para quem não sabe, boa parte dos alimentos que são descartados estão em perfeitas condições de consumo, o único azar que tiveram foi nascerem “feios”. Como os mercados só compram dos produtores as frutas, legumes e verduras visualmente perfeitas, todas as outras vão para o lixo.

Ou seja, um tomate delicioso, porém meio tortinho, é descartado. Aí que entra a “Fruta Imperfeita”, criada pelo casal Roberto Fumio Matsuda e Nathália Inada. Eles compram dos pequenos produtores esses alimentos “com defeito”, vendem por um baixo custo e ainda entregam na sua casa!

O serviço é feito por um esquema de cestas de alimentos variados. Você escolhe quais tipos de alimento não deseja receber e se quer comprar apenas uma ou programar entregas mensais ou quinzenais. O tamanho depende da sua necessidade e pode variar de 3 até 10 quilos.

A empresa garante a entrega de alimentos frescos, de qualidade e quando há disponibilidade, até orgânicos. Uma cesta de 3 quilos com entregas quinzenais, por exemplo, sai por R$34 por mês. O único problema é que as entregas estão sendo feitas apenas na Zona Sul de SP, mas com promessa de expansão.

Para solicitar a sua cesta, checar se entregam na sua casa ou conhecer mais o “Fruta Imperfeita”, clique aqui.

Algumas das opções de cestas.

Fonte(s): Fruta Imperfeita, The Grenest Post, Folha de S. Paulo, Nações Unidas
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui