• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Produto que promete eliminar 90% dos agrotóxicos em alimentos não funciona, revelam cientistas

Atualmente, não existe produto doméstico realmente eficaz contra agrotóxicos.

“Alá, o SOS falando de novo dos agrotóxicos”. Pois é, não temos como fugir desse assunto. A lista de agrotóxicos permitidos no Brasil só aumenta, e em tempo recorde após janeiro de 2019.

Tem agrotóxico que causa problemas de infertilidade e diminui o pênis, reduz o QI de crianças e tem até os que acumulam gordura no organismo. Ou seja: não está fácil.

Imagine só que oitava maravilha seria se existisse uma forma de remover, em casa, até 90% dos agrotóxicos de frutas, hortaliças e legumes? Algo como esse produto:

Hortifruti Nature, da marca Tia Bica, promete remover em até 90% agrotóxicos de frutas, hortaliças e legumes.

Seria um sonho se funcionasse. Mas a verdade é que quem compra esse ou qualquer outro produto semelhante, com essas promessas milagrosas para eliminar pesticidas/herbicidas dos vegetais, está comprando gato por lebre.

Ana Bonassa, Laura de Freitas e João Victor Cabral Costa, cientistas e apresentadores do canal Nunca vi 1 Cientista, que atua com divulgação de ciência por meio de uma linguagem de fácil entendimento, explicaram em um vídeo porque não devemos confiar nesses produtos – já que eles não funcionam.

Especificamente sobre o Hortifruti Nature, o fabricante faz algumas afirmações:

  • Ele é capaz de reduzir em até 90% a presença de agrotóxicos nos alimentos de forma prática e rápida;
  • Basta deixar os vegetais de molho por 40 minutos em uma solução de duas colheres de sopa do produto para cada litro de água;
  • O produto é feito à base de bicarbonato de sódio.

Como não há descrição detalhada da composição do produto, apenas a menção de que ele é feito à base de bicarbonato de sódio, os cientistas já questionam no vídeo qual a diferença entre utilizar esse produto específico e bicarbonato de sódio puro.

Existe menção na literatura sobre efeitos do bicarbonato na contaminação por agrotóxicos?

Sim. E foi com base nesses estudos que os cientistas do canal explicaram porque produtos assim (com base de bicarbonato de sódio) não funcionam de maneira tão ampla conforme divulgado. Os pesquisadores mencionam:

  • Em primeiro lugar, um estudo publicado em 2017 que testou a eficácia do bicarbonato de sódio para eliminar resíduos de agrotóxicos e apenas uma fruta: a maçã (e com a casca dela). Dois agrotóxicos foram utilizados no estudo e o bicarbonato de sódio eliminou cerca de 96% de apenas um deles. O SOS inclusive já falou sobre isso, leia aqui.
  • O segundo estudo mencionado no canal foi feito com tomates. Três agrotóxicos foram testados e a solução de bicarbonato de sódio teve efeito sobre apenas um deles.
  • Por fim, o último estudo citado no vídeo analisou espinafre, pepino e um tipo de limão, com diversos tipos de lavagem: apenas água, soluções com água sanitária, bicarbonato e até oxigênio ativo. O resultado? A lavagem feita com solução de bicarbonato não se mostrou mais eficaz do que outras soluções alcalinas.

Resumindo: não há embasamento científico para se afirmar que lavar vegetais em solução com bicarbonato seja capaz de eliminar “até 90% dos agrotóxicos de frutas, hortaliças e legumes“, como diz o fabricante do Hortifruti Nature.

O único estudo que chegou a um percentual semelhante a esse foi feito apenas com as cascas de maçãs e usando dois agrotóxicos – logo, em um país com mais de 2.300 agrotóxicos comercializados, é leviano estender esse resultado específico para todos os vegetais.

Vale dizer que além da frutas, hortaliças e vegetais, a água corrente também está contaminada por agrotóxicos no Brasil, segundo levantamento do próprio Ministério da Saúde. E a água engarrafada, para piorar, ainda tem grandes quantidades de microplásticos.

Infelizmente, tanto para a água quanto para os alimentos em geral, ainda não existe uma forma simples de eliminar esses venenos. Se quisermos alguma solução, precisamos reivindicar o uso consciente dos agrotóxicos.

O SOS ainda aguarda retorno da empresa responsável pelo produto citado – assim que responderam, publicaremos aqui.

Fonte(s): Terra
Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui