• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Essa revelação bombástica sobre o Pimentão pode mudar a sua vida

E tudo tem a ver com as cores da hortaliça.

Você consegue se lembrar do impacto que sofreu ao descobrir que a Popis e a Dona Florinda eram a mesma pessoa? Pois segura esse coração que vem uma nova bomba por aí.

Caro leitor, sinto dizer que a sua vida foi uma mentira até esse momento, tudo o que você sabe sobre o pimentão é a mais pura lenda. Bom, vamos lá, chegou a hora da verdade.

O pimentão verde é o mesmo fruto do amarelo, laranja e vermelho.

A diferença das cores dessa hortaliça, “parente” da batata, berinjela e tomate, se dá conforme o amadurecimento do fruto.

Vamos fazer uma correção. O pimentão verdinho é quando os frutos ainda estão novos, já os pimentões vermelhos, amarelos ou laranjas são os frutos maduros, mas ao contrário do que afirmamos anteriormente, essas cores finais podem depender da variedade.

Pode acontecer do vermelho nascer no pé do amarelo e vice-versa, mas isso não é comum.

Mas como explicar as diferenças de cheiro e sabor?

As fases de amadurecimento da fruta interferem consideravelmente nesses aspectos. Quando verde, a hortaliça produz um elemento que deixa seu sabor e cheiro mais intensos, bem característicos. Já na fase onde ele começa a amarelar até ficar vermelho, outro elemento é produzido, suavizando o odor e o sabor do pimentão.

É como uma fruta, que madura é mais adocicada que a verde.

E porque tem diferença de preço?

Apesar de serem todos “farinha do mesmo saco”, existe uma certa diferença de preço entre eles. O amarelo e o vermelho (também podemos ter laranja e outras variações) costumam ser mais caros pois como demoram mais para serem colhidos, gastam mais recursos da lavoura, o que encarece o produto.

A gente ia encerrar falando sobre a azeitona preta, que na verdade é a azeitona verde madura, mas seria emoção demais para um dia só, né?

Fonte(s): Revista Globo Rural, Buzzfeed, Gastronomia Descomplicada, Perfeito
Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão (SBT, Record, Band, etc.) pela internet em 2012. Vegano e meditante, busca evoluir junto com todos os seres enquanto caminham. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui