• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right
Patrocinado

Poderoso aliado sexual: Jambú vira queridinho das mulheres

Produtos feitos com a planta prometem tremer a cama!

Ninguém aguenta mais essa ideia machista de que as mulheres não precisam ter prazer sexual. A cada dia que passa, nos sentimos mais empoderadas a não reprimir a força e o desejo feminino. Os orgasmos existem e nós os queremos!

O direito à liberdade sexual pode ser entendida pelo direito de expressar e exercer a própria sexualidade. Por séculos, o sexo foi tratado como um tema tabu para as mulheres, unicamente como forma de reprodução e controle, sem ser atrelado ao prazer. Mas esse tempo já acabou.

A sexualidade tem sido utilizada para guiar abordagens de saúde e bem-estar para a vida das mulheres, que debatem muito mais sobre prazer, sobre seus corpos e, claro, sobre como ter um orgasmo (no Brasil, apenas 36% delas chegam lá durante o sexo).

E quando o assunto é prazer e orgasmo, um dos maiores aliados das mulheres é o Jambú.

O Jambú é uma erva cultivada no norte do Brasil

E não é por conta do formato sugestivo da sua flor.

Ingrediente fundamental do tacacá, o Jambú é muito utilizado na culinária da região norte, além de servir para a produção de cachaças e medicamentos, já que funciona como anti-inflamatório e anestésico.

Mas a fama da erva vem mesmo por outra motivo. Se você já ouviu a música “Jamburana” da Dona Onete deve saber: O Jambú treme. Opa! E não é só a boca.

A erva paraense contém um ativo chamado espilantol, que provoca pulsação, atuando como um ótimo estimulante sexual, tornando-se base de alguns produtos para serem utilizados na região íntima.

É o caso do Orgástico Hot Flowers, um gelzinho que em sua composição utiliza o Jambú, além de outros produtos naturais termogênicos como o Cravo e Ginseng. Ao aplicá-lo na região do canal vaginal e no clitóris, ele deixa os locais mais sensíveis a estímulos, além de uma sensação eletrizante.

Ah, isso, aí mesmo!

Segundo um estudo desenvolvido na Faculdade de Medicina na Universidade Federal do Ceará, o Jambú, em contato com a pele aumenta a excitação e o desejo sexual não só nas mulheres, como também nos homens. Os testes demonstraram ainda que a aplicação é segura para a região íntima.

Além do prazer, o uso do Jambú é uma forma de valorizar a flora nacional, cultivado por produtores locais do norte do país. E, é claro, estimular o poder e a sexualidade feminina.

Desejo Oculto conteúdo de responsabilidade do anunciante
Julia De Cunto
Jornalista na era da pós-verdade, feminista, atriz dos maiores dramas da vida cotidiana.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui