• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Playlist “Protesto”

Músicas para inspirar o espírito revolucionário. Força, Brasil!

Tenho certeza que todos estão acompanhando os protestos que estão acontecendo no país neste momento. Sei que alguns não têm a possibilidade de estarem nas ruas junto com as multidões todos os dias, mas apesar disso estão dando todo o apoio da maneira que podem.

Pensando nisto, que tal uma playlist para embalar o momento? O tema de hoje é “Protesto”, e apresenta músicas de artistas que marcaram momentos e épocas diferentes. Espero que a lista a seguir inspire o revolucionário que há dentro de você, afinal é disso que o Brasil estava precisando, do povo unido lutando por ele!

Preciso falar que estou muito orgulhosa de cada um que está nas ruas e da nossa nação. Não achei que fosse ver a nossa geração se manifestando dessa maneira tão cedo. Força, Brasil!!!

 

Legião Urbana – Geração Coca-Cola

Pode parecer clichê, mas é impossível presenciar por um momento assim no nosso país e não lembrar desta banda que tanto marcou no Brasil através de suas músicas. É, a tal “geração coca-cola” que todos achavam que estavam adormecidos, estão agora na rua se manifestando.

 

Sex Pistols – God Save The Queen

Para quem não sabe, o punk possui justamente esse caráter de protesto, dentro do que alguns costumam chamar de “baderna”, mas não só na música como em outros aspectos que fizeram e fazem parte do movimento. A banda é uma das mais aclamadas dentro deste estilo, e “God Save The Queen” eternizou tudo isso, mostrando o que se passava durante a época na Inglaterra, que é aonde o punk teve mais força.

 

U2 – Sunday Bloody Sunday

U2 também costuma passar mensagens revolucionárias e de paz em suas composições e na minha opinião, “Sunday Bloody Sunday” é a mais inspiradora.

 

Rage Against The Machine – Killing In The Name

O Rage Against The Machine já chegou quebrando tudo já com seu primeiro single criticando aspectos da sociedade Americana, e a música acabou virando um clássico. Quem nunca cantou “Fuck you, I won’t do what you tell me! Motherf*ckerrrrrrrrrrr” a todos pulmões? Bom, é hora de cantar novamente.

 

Ultraje a Rigor – Inútil

Mais uma nacional, claro! Em uma época de “o rock nacional morreu e foi substituído pelo quadradinho de 8”, ainda nos restam aquelas velhas bandas icônicas, que apesar dos anos terem passado, as letras continuam atuais e sendo lembradas.

 

Lily Allen – Fuck You

Atrás da fofurinha do “fuck you” de Allen, a mesma já declarou que dedicou a música a Bush, mas vale para muita gente daqui, né? “You say it’s not okay to be gay, I think you’re just evil” alô, alô, Feliciano!

 

The Beatles – Revolution

Sou suspeita para falar desses quatro lindos que tanto marcaram uma época (e ainda marcam, depois de tanto tempo!) e minha vida, só dá play e aproveite este deleite aos seus ouvidos, hahaha. “You say you want a revolution, well, you know, we all wanna change the world.”

 

Gill Scott-Heron – The Revolution Will Not Be Televised

Na boa, OUVE essa letra! Coisa linda! BJS, GL*BO!

 

Bob Dylan – Blowin’ In The Wind

Essa letra é maravilhosa, impossível não se inspirar, como todas de Dylan. Blowin’ In The Wind foi praticamente um hino durante o movimento pelos direitos civis, na década de 60. “The answer is blowing in the wind”

 

Geraldo Vandré – Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores

“Vem, vamos embora, que esperar não é saber,
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.”

 

Iuska Wolski – Vinagre

Gente, hoje tem música bônus haha! Vi esse vídeo há pouco e achei super digno mostrar pra vocês.

 

Espero que a lista tenha os ajudado a se inspirar, abaixo a playlist completinha para vocês ouvirem!

 

 
 

Paola Simonetto
Designer de moda e rockstar frustrada. Apaixonada por música – desde pop ao metal – desde que se entende por gente. Queria bateria mas ganhou uma guitarra aos 13, porém a prática não pareceu tão atraente quanto admirar seus ídolos, passar horas afundada na teoria e desejar ir a todos os shows possíveis. Acha que o lindo da vida é a batida e o estilo do rock inglês. Gosta de gatos, manias, filmes, livros, viagens e pessoas estranhas.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui