• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Pesquisa releva que os Adoçantes na verdade podem engordar (e muito!)

Cientistas descobriram que o produto pode sabotar a sua dieta silenciosamente.

Felipe Gatto Publicado: 04/08/2016 12:45 | Atualizado: 19/06/2018 13:10

Eis que um mito é derrubado. Adoçantes, que deviam ajudar a emagrecer, na verdade podem estar fazendo a gente engordar!

Apesar de possuir poucas calorias, o produto pode engordar muito mais do que o açúcar, isso segundo um estudo publicado na revistaCell Metabolism“.

Na pesquisa, constataram que os adoçantes enganam o cérebro, nos fazendo acreditar que estamos morrendo de fome.

Pois é, eles são capazes de abrir ainda mais o nosso apetite.

Na primeira etapa do experimento, os pesquisadores deram adoçante para um grupo de moscas de fruta e açúcar para outro grupo. As que ingeriram adoçante, consumiram 30% mais calorias do que as outras. Assim que os cientistas tiraram o produto dos insetos, rapidamente o consumo de calorias caiu.

Depois, ao serem analisados aqueles pelinhos que as moscas têm perto da boca e que contém os seus receptores de paladar, foi descoberto que o apetite dos bichinhos voadores aumentou quando eles ingeriram adoçante.

Esses pelinhos costumam ficar ouriçados quando a mosca está com fome. Durante o experimento, os insetos que comeram adoçantes ficaram com os pelinhos muito mais excitados do que quando devoraram o açúcar.

Na terceira e última etapa do estudo, os cientistas analisaram as enzimas e os neurotransmissores das mosquinhas para tentar decifrar mais alguma curiosidade.

Foi então que perceberam que o adoçante artificial ativa uma parte da cabecinha delas que é ativada quando passam fome. No final, os mesmos testes foram aplicados em alguns ratinhos que também engordaram ao consumir adoçantes.

Vontade incontrolável!

Funciona assim: quando estamos com aquela larica, nossos neurônios responsáveis por captar o sabor doce ficam mais ativos e sensíveis. Ou seja, se você os estimula com o sabor artificial do produto, terá ainda mais vontade de comer, comer e comer…

Conclusão!

Se por um lado não nos enchem de calorias, por outro, o adoçante aguça nosso corpo e nos deixa com a sensação de que não comemos há séculos. Veja bem, o produto não engorda mesmo, mas ativa nosso sistema fisiológico que nos impulsiona a atacar a geladeira.

Ok, esse experimento foi feito com moscas e ratos. Pessoas teoricamente (eu disse teoricamente) são capazes de controlar os seus impulsos e desejos de comer sem parar.

De toda forma, não custa nada ficar esperto com o adoçante. Segundo uma reportagem do site Bolsa de Mulher, o produto é ideal para os diabéticos. Já para quem deseja emagrecer, os médicos recomendam o consumo do açúcar orgânico ou mascavo, opções mais saudáveis para o organismo.

Fonte(s): Exame, Sua Dieta, Bolsa de mulher
Felipe Gatto
Jornalista apaixonado por viajar e se aventurar por aí. Pensar na vida, defender o amor e falar sobre artes também é comigo mesmo.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui