• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Vai, planeta!

Pendure os tufos de pelo do seu gatinho ou cachorro; os passarinhos agradecem!

O pelo dos animais é um dos materiais preferidos para fazer ninhos.

Daiane Oliveira Publicado: 25/03/2019 12:11 | Atualizado: 07/08/2020 15:49

É incrível como praticamente tudo pode ser reaproveitado. Para evitar que mais rejeitos poluam o meio ambiente, é muito importante que repensemos o uso deles. Por isso, já mostramos o que fazer com embalagens de ovos, garrafas PET, e uma porção de outras coisas.

A dica agora é mais inusitada:

O que fazer com aquele monte de pelos que saem quando a gente escova os bichinhos de estimação?

 

Podemos reaproveitar os tufos de pelos, claro!

Bom, não é exatamente nós que vamos usar esses pelos, mas podemos dar um jeitinho deles irem parar nos ninhos de pássaros. Pois é, as aves adoram esse tipo de material para construir suas casinha.

Para que os passarinhos tenham um lugar bem fofo e quentinho quando nascerem, tudo o que precisamos fazer é pendurar os tufos de pelinhos ao ar livre, como num varal, por exemplo.

Os pássaros fazem seus ninhos com os mais variados tipos de material, inclusive com pelos de animais. Em entrevista ao SOS, a bióloga Andréa Borin confirmou:

“Isso realmente acontece. Tem umas aves mais ‘cara de pau’ que até arrancam pelos dos próprios cachorros enquanto esses dormem”.

 

Alerta: cuidado com o tipo de pelo do seu pet

Em relação a denúncia contra essa dica, referente ao fato dos pelinhos poderem grudar na patinha dos pássaros, comprometendo a irrigação sanguínea, levando a isquemia e necrose, a bióloga concorda – mas em partes:

Depende muito do tipo de pelos. Por exemplo, pelos duros como os do labrador não causam esse problema, já os pelos de cães como shitsu e poodles, podem virar bolas de nó e enroscar nos pezinhos das aves, causando até mutilações.

Tem uma técnica boa pra saber: se o seu cão ou gato fica com nós nos pelos, não é indicado oferecer para aves.”

Questionada sobre a possibilidade de os pelos dos bichinhos terem entrado em contato com carrapaticidas e outros produtos químicos, Andrea diz que isso não chega a ser nocivo:

“Claro que se passar um remédio assim direto na ave pode matá-la. Mas nesse caso, eles [pássaros] usam os pelos. O remédio fica concentrado geralmente na região dos pescoço do cão ou gato”.

Seguindo essas recomendações, ajude a mamãe pássaro a montar um ninho confortável – sem precisar atacar os doguíneos que estão dormindo.

Fonte(s): PetStoreo
Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui