• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Vale 9) #PraAssistir

Um filme que nos faz lembrar o quanto a vida pode ser mais bonita se soubermos colorí-la.

Quem nunca aumentou um pouquinho alguma história só pra ela ficar mais interessante de se ouvir que atire a primeira pedra.

Big Fish (2003) que no Brasil ficou: “Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas” é um filme que nos faz lembrar o quanto a vida pode ser mais bonita se soubermos colorí-la.

 

BIG FISH (2003)

 

Com direção de Tim Burton, cineasta famoso por roteiros mais sombrios como “O Estranho Mundo De Jack” ,“Edward Mãos de Tesoura”, “A Noiva Cadáver” e, o seu mais recente trabalho: “Sombras da Noite”,  o filme conta a trajetória de Edward Bloom, um cativante homem que conquista a simpatia de todos por onde passa com suas histórias imprevisíveis, e talvez impossíveis.

Edward é interpretado por dois atores:

 

Albert Finney

 

que representa um  Edward já idoso e doente e

 

Ewan McGregor

 

que com sua ótima atuação nos faz mergulhar em todos os flashbacks surreais que nos são contados com o desenrolar do filme.

Will (Billy Crudup) é o filho único dos Bloom, que não entende o porque seu pai tem necessidade de contar (ou seria  inventar?)  tantas histórias.

 

 

Ele acaba brigando com seu pai no dia de seu casamento, irritado com o fato dele roubar a cena e contar pela enésima vez a mirabolante história  sobre uma luta com um enorme peixe.

Quando recebe a notícia que seu pai está muito doente acaba voltando para a casa com sua esposa Josephine (interpretada pela belíssima Marion Cottilard)

 

 

e, assim que voltam a conviver reaparecem também as diferenças.

Edward, começa a contar suas famosas histórias para a sua nora, e Will passa a reviver  sua infância que foi permeada por elas.

Uma das mais belas histórias que Edward conta, é a forma como conheceu sua esposa Sandra e a luta para conquistar a mulher de sua vida.

A cena em que ele a vê pela primeira vez, e a cena em que ele tenta conquistá-la com suas flores preferidas, são umas das mais emblemáticas do filme.

 

Eu casava…

 

Sandra também possui duas intérpretes; Alison Lohman

 

 

e a maravilhosa Jéssica Lange

 

quem acompanhou a primeira temporada de American Horror History com certeza entende o porquê do “maravilhosa”

 

Além da belíssima história de amor, conhecemos também o dia em que ele “amansou” um gigante e saiu de sua cidade natal junto dele, a forma como ele conseguiu fugir da guerra contando com a ajuda de duas chinesas siamesas e até a noite em que ele enfrentou o dono do circo onde trabalhava e acabou descobrindo que este era na verdade um lobisomem!

 

 

O mais legal, é que na maioria dessas histórias ótimos atores dão vida aos peculiares personagens! Danny DeVito e Helena Bonham Carter (que quase sempre está presente nas empreitadas do marido, Tim Burton) são apenas alguns exemplos.

 

Danny DeVito é o de Cartola 

 

Mesmo girando em torno das maravilhosas histórias de Edward, o filme é na verdade uma história de relacionamento entre pai e filho. Uma história sobre a luta de um filho que sofre para conseguir entender a personalidade tão excêntrica e ao mesmo tempo encantadora de seu pai.

É um dos meus filmes preferidos! Espero que consigam embarcar nessa realidade fantástica e gostem também!

 

ACOMPANHOMETRO

Amigos e família. Mas evite assistir com alguém muito cético e racional, pois existe a possibilidade dessa pessoa não entender o tom onírico do filme.

 

HUMORMETRO

Pode assistir tranquilo. Feliz, triste, irritado… Edward Bloom com certeza te fará sorrir.

 

VALE A PIPOCA?

Claro!

 

PRÊMIOS

O longa recebeu muitas indicações mas não levou nenhuma delas…

 

INDICAÇÕES

Oscar:

*Melhor trilha sonora

Globo de Ouro:

*Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original

Entre outras indicações em festivais menores.

 

TRILHA SONORA

A trilha na maioria do tempo é trilha branca, mas como foi composta pelo já conhecido parceiro de Tim Burton, Danny Elfman é ótima e alimenta ainda mais os sonhos de Edward.

NOTA

9

 

E, assim, Tim nos apresenta um filme mais esteticamente clean , sem deixar de nos presentear com belos momentos visuais, onde percebemos sempre estar registrado o estilo tão peculiar do diretor.

Depois que você baixar, digo… assistir, me conta o que achou. E se tiver sugestão de filmes incríveis não precisa se intimidar, comenta aqui em baixo.

Bom filme, beijos!!

 

 

Line Macedo – Formada em Comunicação Social, apaixonada por produtos audiovisuais de qualidade, adora assistir programas trashs na TV ao lado de pessoas com um senso de humor apurado. Falar, rir e dançar são os verbos que mais pratica. Pretende, sem pretensões, indicar nessa coluna filmes que em sua humilde opinião, deveriam ser visto por outras pessoas, porque né? Existem tantos filmes incríveis…

SOS Solteiros
Arquivo - Sempre tem jeito.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui