• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Para emagrecer, é melhor pular o café da manhã?

O que os estudos concluíram sobre esse dilema das dietas.

Junio Silva Publicado: 04/03/2020 11:49 | Atualizado: 04/03/2020 12:38

Para muitos, o café da manhã pode ser a refeição mais importante do dia. Mas se alguém busca perder peso, será que pular direto para o almoço ajuda?

Ao longo dos anos, pesquisas foram dando diversos rumos para essa discussão, muitos concluíram que esse não seria um quadro de causa e consequência, ou seja, pessoas que pulam a refeição matinal não engordam mais, necessariamente.

Antes, acreditava-se que o café da manhã era responsável por regular o metabolismo do corpo, tornando a queima de calorias mais eficaz, além de existir uma crença de que, pessoas que pulavam essa refeição, ao final do dia, ingeriam mais calorias para compensar o café que não foi tomado.

Para uma analise aprofundada sobre o caso, a Universidade Bath (Inglaterra) criou um estudo apelidado de Refeição Matinal Bath. Por 42 dias, pessoas que comiam ou pulavam o café da manhã. O resultado mostrou que aqueles que se alimentavam pela manhã ingeriam significativamente mais calorias do que aqueles que faziam jejum.

Mas eis que revelaram algo interessante. Ao final do estudo, tanto as pessoas que jejuavam quanto as que tomavam café da manhã, estavam com a mudança de gordura corporal iguais; o que poderia ir contra a lógica.

Alterações da massa do tecido adiposo (grupo do café da manhã | grupo do jejum)

Segundo a pesquisa, aqueles que ingerem calorias à mais no café da manhã, acabam mais dispostos a fazer pequenos exercícios físicos (caminhar, limpar a casa, etc.) quando comparados aos que pulam a refeição.

Inclusive cita que há um equívoco em pensar que o corpo entre em modo de conservação ao fazer jejum, reduzindo a taxa metabólica. Isso não é alterado. Segundo Dr. Michael Greger, especialista na área e criador do projeto Nutriction Facts, pular o café da manhã pode apenas nos deixar mais preguiçosos.

Mas esse resultado ainda não era o que buscavam. Ainda que tivessem encontrado explicações mais satisfatórias do que os estudos e pesquisas anteriores, ainda restava uma dúvida importante.

Pois, mesmo com a perda de gordura corporal idêntica, o grupo que comeu a refeição matinal tinha ganho 22 mil calorias a mais ao final do estudo, quando comparado ao grupo que jejuou. E não foi o exercício físico leve que queimou tudo isso. O que aconteceu?

O QUE você come vs. QUANDO você come

A Cronobiologia é uma ciência consideravelmente nova, que estuda o funcionamento biológico do corpo humano dentro de ritmos e períodos. Diferentemente de outras áreas, o que vale aqui não são apenas o número de calorias, mas quando elas são ingeridas!

Uma caloria pode ter valor e peso diferente de uma semelhante dependendo do momento em que são consumidas. Portanto, um dos fatores que também determina o ganho ou perda de peso é o momento em que elas entram no corpo.

Outro estudo revelou que um café da manhã de 500 kcal engorda significativamente menos que um jantar com o mesmo valor calórico, o que em partes pode confirmar a tese de que a refeição matinal ajuda a prevenir a obesidade (se o jantar for controlado).

Peso corporal | Circunferência da cintura (laranja: café da manhã, azul: jantar)

De acordo com especialistas do campo, uma dieta com uma grande refeição pela manhã engorda menos que um jantar com quantidade idêntica de calorias; pois as primeiras, do café da manhã, são queimadas mais facilmente.

A explicação para esse fenômeno vem do nosso ritmo circadiano, também conhecido como “relógio biológico”, que trabalha regulando funções fisiológicas e comportamentais do corpo. Sono, produção hormonal e atividade digestiva são algumas das atividades que se repetem diariamente e são reguladas por esse sistema.

Assim, quando uma caloria é consumida durante a manhã, a possibilidade dela ser queimada ao longo do dia é bem maior do que aquela que foi ingerida durante a noite, quando o nosso relógio biológico entra em um estado menos acelerado, dificultando sua queima.

Isso explica o motivo das calorias terem “pesos” diferentes quando se leva em conta o horário em que foram ingeridas.

O café da manhã dá energia para o corpo, além das calorias consumidas nesse período serem queimadas mais facilmente. Alinhar isso a uma alimentação equilibrada, exercícios físicos e uma menor ingestão calórica durante a noite, com a ajuda de um profissional, parece ser a chave para emagrecer.

Afinal, como comprovado antes, pular a refeição matinal pode até te salvar de algumas calorias diárias, mas de nada vai adiantar essa rotina se você acabar exagerando no jantar.

Fonte(s): Nutrition Facts - Youtube (1), Nutrition Facts - Youtube (2), Nutrition Facts, American Dietetic Association, Research Gate, eCycle, NCBI (1), NCBI (2), NCBI (3), NCBI (4), NCBI (5), Superinteressante, NCBI (6), NCBI (7)
Junio Silva
Jornalista, cronista, e ex-futura promessa do futebol.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui