• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

O fim da rinite e sinusite: Leite de magnésia é realmente um santo remédio?

Especialistas opinam sobre o método que conquistou a internet.

  • A técnica consiste em pingar leite de magnésia com água pura no nariz.

  • Especialistas não indicam o método, pois pode inflamar.

  • Soro fisiológico é a melhor alternativa.

Além do soro fisiológico, vez ou outra aparecem novos métodos caseiros para tratar alergias e as dores no sistema nasal, como é o caso do leite de magnésia; usado principalmente para combater prisão de ventre e má digestão, ele pode ser usado como um laxante e até desodorante.

É o caso do vídeo que ultrapassou 1 milhão de visualizações no Youtube, publicado pelo Luciano Favretto da Rocha, ensinando um método para desentupir o nariz com o produto. Mas será que ele realmente serve para tratar rinites ou sinusites? Fomos descobrir!

Rinite e Sinusite são coisas diferentes

Apesar de possuírem causas em comum, rinite e sinusite são diferentes e, por isso, devem receber tratamentos distintos:

  • A rinite, caracterizada pela inflamação das mucosas do nariz, pode ser decorrente de alergias e provoca espirros, coceira no nariz, obstrução nasal e coriza.
  • Já a sinusite é uma inflamação das mucosas dos seios da face, também conhecidas como seios paranasais e pode ser provocada por bactérias, vírus, fungos e alergias. Além de ocasionar na obstrução nasal, coriza e tosse, provoca dores na face e na cabeça.

Assim, apesar de receberem tratamentos distintos, alguns métodos e dicas vêm sendo utilizados para parar a tosse e a obstrução nasal, principalmente no inverno.

O método caseiro com Leite de Magnésia

Usando uma mistura de 1 parte de leite de magnésia com 6 partes de água pura, Lucio derramou um pouco em cada uma das narinas, deixando que o líquido entrasse. Em seguida, limpou o nariz com um lenço de papel. De acordo com o autor do vídeo, usando o método diariamente, não tem problemas com nariz entupido há quase um ano.

Lucio mostrando o leite de magnésia.

Opinião dos especialistas

Paulo Mendes Jr, otorrinolaringologista do Hospital IPO em Curitiba, explicou que inúmeros métodos são conhecidos por tratar problemas respiratórios, mas que nem todos são de fato eficazes.

“O indicado é usar soro fisiológico. Pode ser caseiro, ou aquele utilizado em inalações, comprado na farmácia”, explica.

Apesar de o leite de magnésia ter bons resultados em tratamentos digestivos, de acordo com o otorrinolaringologista, ele pode inflamar ainda mais as mucosas nasais quando colocado em contato com o nariz. Assim como qualquer outro material não testado cientificamente, pode ocasionar em maiores irritações e sangramentos, e provocar anosmia, a perda do olfato.

Márcia Kii, médica-sócia do Instituto Ganz Sanchez, afirma que é preciso certa precaução em relação a tratamentos que aparecem na internet. Além de não funcionar, muitas vezes eles podem causar maiores danos à saúde.

“Embora apareça em alguns sites na internet, não temos, por hora, nenhuma evidência científica que comprove a eficácia do uso do leite como descongestionante, tampouco as contraindicações e efeitos colaterais. Portanto, não há recomendação médica de seu uso para esta finalidade”, explica a médica.

Assim, antes de incluir qualquer tratamento, é preciso realizar alguns exames para identificar o que está causando a irritação na mucosa do nariz. Uma consulta com um otorrinolaringologista basta. Ele solicitará um teste alérgico para identificar qual é a doença e o tratamento mais adequado.

Por enquanto, ressalta Mendes, não hesite em continuar a limpeza nasal com o soro fisiológico.

“Pode ser usado três vezes por dia. Na parte da manhã, após acordar; ao entrar em contato com pó ou poluição; e antes de dormir”, afirma.

Fazer a limpeza com uma solução de água morna e sal também ajuda, principalmente para combater a sinusite (para ver como fazer, clique no link no canto inferior da imagem).

Qualquer outro medicamento deve ser usado apenas sob orientação médica, já que podem resultar em um processo de vício.

“A prevenção pode ser feita evitando-se os fatores que desencadeiam a rinite e sinusite”, explica Kii.

Entre as medidas de prevenção, citamos evitar o contato com agentes que desencadeiam uma crise de alergia, como poeira, ácaros, pólen e pelos de animais, manter os ambientes bem ventilados, higienizar as mãos e a mucosa do nariz, e até a própria vacina contra a gripe.

Para você entender como são realizadas três tipos de limpeza nasais com soro fisiológico, sugerimos assistir esse vídeo do Dr. Paulo Mendes Jr:

Natalia Almeida
Estudante de jornalismo, 21 anos e capricorniana. Veio ao mundo para aproveitar a festa que é a vida e escrever sobre isso.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui