• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Acordar de pau mole pode indicar problemas graves de saúde

Ereção matinal é sinal de que a saúde está em dia, fique atento!

Segundo pesquisas desenvolvidas na mesa de bar, nove em cada dez homens acordam com a famosa ereção matinal. O que não é novidade para os cuecas.

Mas para os 10% que tem o “pênis dorminhoco”, a notícia não é nem um pouco animadora. Especialistas apontam que esse comportamento preguiçoso do seu “amigo” pode ser indício de alguns problemas sérios de saúde.

O real motivo dessa ereção matinal ainda não está clara para a ciência. De acordo com o médico estadunidense, especializado em diagnósticos, Michael Reitano, em entrevista à Vice, acordar animadão é apenas a última das 5 ereções que os homens tem durante o sono profundo; sendo que cada uma delas pode durar de 25 a 30 minutos.

Para o especialista, isso acontece como uma forma do órgão se exercitar, mas o profissional afirma que se a mesma pergunta for feita para um psicologo ou um antropólogo, por exemplo, as respostas seriam diferentes.

Segundo o médico e professor da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, Dr. Sergio Diez Alvarez, a ereção matinal pode acontecer devido acordar durante o sono REM, estágio conhecido por grande atividade cerebral ou então pelo estímulo que a bexiga cheia causa nos nervos, gerando assim uma ereção.

Mas isso são apenas algumas explicações das muitas existentes. De qualquer modo, é a falta dela (ereção) o grande foco desse artigo.

De acordo com o Dr. Reitano, acordar de barraca desarmada pode indicar uma série de problemas como doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, distúrbios hormonais ou do sistema nervoso, depressão, obesidade, problemas no sono, além de estresse.

Um estudo suiço publicado no site científico NCBI, revelou que a disfunção erétil atinge cerca de 30% dos jovens do país, enquanto este estudo italiano confirmou que cerca de 26% dos homens que participaram de uma pesquisa e sofriam com a disfunção erétil tinham menos de 40 anos.

Aqui no Brasil, onde o mal atinge cerca de 15 milhões de brasileiros, não é diferente. Um em cada quatro caras com problemas de ereção possuem menos de 40 anos, segundo a Organização Mundial de Saúde.

E todas essas fontes associam este problema com as doenças citadas pelo Dr. Michael Reitano, provavelmente desenvolvidas através de hábitos nocivos como uso de drogas, tabagismo, má alimentação, sedentarismo e uma série de comportamentos prejudiciais à saúde.

SE LEGENDA

Além dessa série de estudos e constatações que ligam a impotência com outros problemas mais graves, Dr. Reitano teve uma experiência pessoal que o fez acreditar ainda mais nessa afirmação.

Seu filho, Zach, na época com 17 anos, começou a apresentar problemas de ereção. Desconfiado de algo mais grave, o especialista levou o jovem para realizar alguns exames e foi durante um deles que o coração de Zach parou de funcionar, o que poderia ter sido fatal se o socorro não tivesse sido imediato.

Verifique o motor com regularidade

Para Dr. Steven Lamm, diretor médico do Centro de Saúde Masculina da Universidade de Nova York, nos EUA, em entrevista à Vice, é importante que o homem use suas ereções como um parâmetro para medir à quantas anda sua saúde.

“Se eu pudesse fazer apenas uma pergunta para determinar o estado geral da saúde de um homem, eu perguntaria se ele tem ereções matinais.” – afirma Lamm à publicação.

Vendo essa necessidade de se observar com mais atenção as vezes que você fica de “barraca armada”, Dr. Reitano e seu filho Zach, com a consultoria do Dr. Lamm, até desenvolveram o aplicativo Morning Glory (apenas iOS), que tem uma função de “diário virtual da animação matinal”.

Apresentando o ‘Morning Glory’ criado por Roman | Rastreia sua ereção matinal todos os dias. | Celebre suas vitórias com GIFS divertidos | 3 dias em sequência registrados é um ‘streak de paudurência’.

No app, você deve registrar os dias que acorda animadão e os dias que “ele” continua dormindo. Isso lhe dará dados que te ajudarão a confirmar como anda sua saúde. De acordo com Dr. Michael Reitano, por exemplo, três ereções matinais seguidas significa que boa parte do seu corpo está funcionando corretamente, diferente de quando seu membro insiste em bancar o preguiçoso.

Para os especialistas envolvidos, notar como anda sua ereção funciona como “verificar o motor” de um carro. Importantíssimo se você ainda quiser rodar muitos quilômetros, certo?

“Quando você começa a perceber que está há três, quatro ou cinco dias sem ter uma ereção matinal, isso significa que algo não está certo. Quanto mais cedo você descobrir qual é o problema, melhor.” – revela o especialista.

O Viagra mascara o problema?

Ao afirmar que observar a ereção seria o mesmo que verificar o motor de um carro, não demora muito tempo para pensarmos que não seria esses remédios para impotência um tipo de “fita adesiva” usada para acabar com vazamento no escapamento?

Ou seja, o uso desses medicamentos não estariam apenas disfarçando os problemas reais da ereção, dificultado ainda mais um diagnostico precoce de alguma doença mais séria?

Apesar dos remédios não resolverem o problema verdadeiramente, eles podem funcionar como um “bengala” para o paciente. O medicamento pode devolver a essa pessoa algo que ela havia perdido com a disfunção erétil – como a autoestima, por exemplo – e isso pode ajudar os profissionais a encontrarem a real causa do problema.

Mas isso só faz sentindo se o medicamento for receitado e estiver sob o acompanhamento de um profissional. Por isso é sempre importante procurarmos ajuda de especialistas quando encontramos algum problema de saúde.

Se você sofre de disfunção erétil e recorre ao “comprimidinho azul” por conta própria, pode estar mascarando uma doença muito mais grave. Fique de olho e atente-se para os sinais do seu corpo.

Fonte(s): Vice, Metro
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui