• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

Munchkin, a ‘nova’ raça de minigatos que conquistou a internet

Conhecido como ‘gato basset’ pela semelhança com o cachorro (salsichinha).

As coisas são sempre mais fofas quando pequenas. Ok, nem tudo. Mas quando o assunto é animais, parece que os filhotinhos têm espaço no coração de todo mundo.

Talvez por isso uma raça de gatos conhecida como Munchkin esteja fazendo tanto sucesso nas redes sociais, tudo por conta das suas perninhas curtas.

Suas patas dianteiras costumam ter um terço do tamanho de uma pata “normal” e são menores do que as traseiras, permitindo que eles fiquem em pé, como um furão. Segundo o site Mental Floss, a raça surgiu de uma mutação genética espontânea, que pode ocorrer com qualquer gato desde que um dos pais tenha o seu gene dominante, pois se ambos tiverem, o embrião não sobrevive.

Muitas pessoas acham antiético criar o gatinho porque colocam a fofura na frente do próprio animal, que não é capaz de saltar alto por conta de suas ‘deformidades’ físicas. Apesar dos especialistas dizerem que são saudáveis, historicamente, de acordo com o site especializado Vet Street, cachorros com as mesmas características têm problemas de saúde relacionados ao nanismo.

Segundo proprietários e criadores da raça, o gato que pode custar até R$4.000 tem o comportamento tranquilo e é perfeito para apartamentos. Mas será que com o sucesso, essa mutação genética ainda continua de forma espontânea? E mais, será que vale a pena criar gatos mais suscetíveis a problemas de saúde simplesmente por serem a coisinha mais linda-cuti-cuti-awnnn que você já viu?

Veja o vídeo postado por Antonio Carlos Oliveira em seu canal do Youtube:

Fonte(s): Blog do Gato, Mental Floss, Perfeito, O Verso do Inverso, Youtube, Vet Street
Gabriela Roman
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui