Mudança Organizada: 25 Dicas
  • Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Faz Tudo

Mudança Organizada: 25 Dicas

Vai se mudar e tá aper­ri­ado? Algu­mas dicas para que você se estresse menos!

Redação - Almanaque SOS Publicado: 29/10/2013 14:48 | Atualizado: 12/05/2015 17:43

25_mudanca-maior

Vai se mudar e tá aper­ri­ado? Eu pas­sei por isso recen­te­mente quando me mudei pro AP903 e é uma coisa que pode ser mesmo MUITO estres­sante. Então, depois de me estres­sar —  e apren­der algo com isso — resolvi com­par­ti­lhar algu­mas dicas mudança para que você se estresse… só que menos!

Antes de falar das 25 dicas pro­pri­a­mente ditas, vale dei­xar uma dica de ouro pra tudo que você for fazer: FAÇA LISTAS! Isso mesmo, faça lis­tas! Chec­klista básico, sabe? Qua­dra­di­nho do lado, tarefa do outro. Fez? Marca que fez! Só pra não esque­cer de cada passo da sua mudança, tá esperto?

 

O que pas­sou, passou

Corra longe de levar na sua mudança coi­sas que você nunca mais vai pre­ci­sar. Não jogar fora tudo aquilo que você não vai pre­ci­sar vai te cus­tar tempo, espaço na nova morada e dinheiro — tempo é dinheiro! A regra de ouro é se você não usa agora, pro­va­vel­mente não vai usar mais.

Orga­nize a bagunça

Antes de se mudar, orga­nize aquela bagunça que sem­pre fica escon­dida em algum canto. São fer­ra­men­tas que­bra­das, brin­que­dos velhos e rou­pas que você não usa mais. Dê tudo pra cari­dade, antes de se mudar. Só não vale dar coi­sas que não pres­tem mais, hein?

Não pechin­che na mudança

Não cometa a bes­teira que eu cometi de alu­gar um rebo­que e ten­tar fazer a mudança eu mesmo, junto com minha esposa. Não mesmo! Esco­lha uma empresa com expe­ri­ên­cia, seus móveis e gela­deira agra­de­cem. Esco­lher alguém sem expe­ri­ên­cia vai te dar dor de cabeça e pre­juízo, ouve o con­se­lho de quem sabe.

Recrute os ami­gos na mudança

Você vai pou­par muito tempo se con­se­guir alguns paren­tes e ami­gos para aju­dar a encai­xo­tar e desen­cai­xo­tar as coi­sas. Se tiver filhos que já sejam velhos sufi­ci­en­tes pra aju­dar, ótimo! Mas cui­dado para eles não pedi­rem um reforço na mesada por conta disso.

Encai­xota tudo

Cai­xas, cai­xas, cai­xas e mais cai­xas. Enfia tudo em cai­xas. Tudo? Sim, tudo! Um lugar fácil de con­se­guir cai­xas é em super­mer­ca­dos e mer­ca­dos de bairro. Alguns gran­des super­mer­ca­dos man­dam suas cai­xas pra prensa para ocu­par menos espaço. Mas em mer­ca­dos ata­ca­dis­tas, estilo Makro e Ata­ca­dão, sem­pre tem umas cai­xas dando sopa nos cor­re­do­res. Caso não encon­tre de jeito nenhum, dá um pulo no cen­tro de reci­cla­gem da cidade e com­pra algu­mas por valor bem baratinho.

Crie um sis­tema ABC

Nem tudo que você vai encai­xo­tar pre­ci­sará ser desen­cai­xo­tado já no pri­meiro dia seu no novo lar, cor­reto? Então separe as cai­xas por pri­o­ri­dade. Como assim? Se os itens pre­ci­sa­rem ser usa­dos já no mesmo dia, reúna-os em uma caixa comum e mar­que com um grande A nela, que defi­nirá pri­o­ri­dade máxima para aquela caixa e vai ser útil na hora de pro­cu­rar as coi­sas naquele mar de cai­xas que será for­mado. Se os itens são impor­tan­tes, mas não essen­ci­ais, mar­que com um B. Se são itens que você só usa 1x no ano, como deco­ra­ção de natal, etc, mar­que com um C, e serão as cai­xas que vão ser aber­tas por último. Então, desen­cai­xote A, B e C, nessa ordem.

Embru­lhe

Você vai pre­ci­sar de muito jor­nal e fita ade­siva. Quase sem­pre as coi­sas que são embru­lha­das com jor­nal ficam com tinta que as folhas sol­tam, então depois de desem­bru­lhar você pro­va­vel­mente vai pre­ci­sar limpá-las. As empre­sas de mudança usam jor­nal sem ser impresso (papel jor­nal). Para itens que não podem pegar essa tinta de jeito nenhum, com­pre o papel em uma pape­la­ria. Papel seda e papel ondu­lado tam­bém são óti­mos para embru­lhar coi­sas e podem ser adqui­ri­dos em pape­la­rias. Estes papéis tam­bém são óti­mos para dar amor­te­ci­mento para itens frá­geis como copos, pra­tos e frascos.

Mar­que

Mar­ca­do­res per­ma­nen­tes (vulgo piloto) são óti­mos para mar­car as cai­xas com infor­ma­ções impor­tan­tes, como cômodo de des­tino, con­teúdo da caixa, frá­gil e “este lado para cima”.

Eti­quete

Como você está encai­xo­tando tudo, colo­que eti­que­tas, pinte, ponha ade­si­vos cir­cu­la­res, para que as cai­xas fiquem facil­mente iden­ti­fi­ca­das e fáceis de dis­tin­guir das que levam itens de cozi­nha, quarto do casal, das cri­an­ças, do banheiro e lavan­de­ria, por exem­plo. Use uma cor dife­rente para cada cômodo. Se neces­sá­rio, faça uma lista de legen­das, então você saberá facil­mente o que tem em cada caixa. Se qui­ser, você ainda pode ir antes no seu novo lar e colar ade­si­vos de cores cor­res­pon­den­tes, nas por­tas de cada cômodo que rece­berá as res­pec­ti­vas cai­xas com itens dele.

Deixe tudo mais leve

O pape­lão das cai­xas pode ser manu­se­ado melhor se não exce­der 25kg de carga por caixa. Tenha isso em mente quando esti­ver encaixotando.

Cômodo por cômodo

Encai­xote as coi­sas cômodo por cômodo, man­tendo o con­teúdo de dife­ren­tes espa­ços em dife­ren­tes cai­xas. Isso vai eli­mi­nar con­fu­são e pou­par tempo quando esti­ver desencaixotando.

Encai­xote antes

Mesmo que você encai­xote ape­nas 2 cai­xas por dia, em 30 dias você vai ter encai­xo­tado 60 cai­xas! Comece por locais onde as coi­sas não são tão uti­li­za­das, como a gara­gem, quarto de bagunça, quarto de visi­tas, etc.

Eti­que­tas de endereço

Faça algu­mas eti­que­tas com seu novo ende­reço antes de se mudar para a nova casa. Vai ser muito útil para dei­xar com os mora­do­res da sua antiga casa para que eles pos­sam enca­mi­nhar qual­quer cor­res­pon­dên­cia que che­gue após sua mudança. É inte­res­sante dei­xar dinheiro com eles para cobrir qual­quer custo de pos­ta­gem, né?

Faça um kit de sobrevivência

Ima­gine que você na sua pri­meira noite na nova casa vai estar tão per­dido quanto o pes­soal de Lost, ok? Não é tão assim, tá certo! Mas é quase isso. O kit deve ter itens essen­ci­ais para pas­sar a 1a noite caso seja tarde demais para ficar fuçando cai­xas ou caso o pes­soal da mudança sim­ples­mente não tiver apa­re­cido ainda (sim, isso pode ocor­rer). Alguns itens que podem aju­dar nes­tes casos: comida não-perecível, abri­dor de latas, pra­tos des­car­tá­veis, uten­sí­lios de plás­tico, gar­ra­fas d’água, uma lan­terna, algu­mas toa­lhas, len­çóis, pro­du­tos de higi­ene, cober­tor, papel higi­ê­nico, caneta e papel, alguns jogui­nhos ou revis­tas e uma troca de roupa para todo mundo.

Arrume uma babá

Se você tiver cri­an­ças, ainda mais se forem peque­nas, é um boa ideia arru­mar alguém para cui­dar delas enquanto você se envolve com a mudança, nas horas de encai­xo­tar, desen­cai­xo­tar, etc. As cri­an­ças sendo cui­da­das não vão te inter­rom­per no foco da tarefa e você vai con­se­guir fazer mais em menos tempo.

Regra do Quarto Vazio

Assim que che­gar na casa nova defina o Quarto Vazio. Esse quarto vai ser uma zona livre de cai­xas e vai ser­vir para que você e sua famí­lia pos­sam des­can­sar e rela­xar de todo o tra­ba­lho de desen­cai­xo­tar coi­sas; sem olhar pra mais cai­xas, de pre­fe­rên­cia!

Bichi­nhos seguros

Se você tiver ani­mais de esti­ma­ção, tenha um plano pra che­gada da mudança. Ponha o gato no banheiro com a caixa de areia e o cachorro num cer­cado no quin­tal ou na lavan­de­ria. Dessa forma você evita que qual­quer aci­dente possa acon­te­cer com seus bichi­nhos. Além disso, pro­cure dar uma aten­ção para eles no pri­meiro dia, pois mudança de ambi­ente é mais brusca para eles do que para você e sua famí­lia. Ani­mais demo­ram mais a se adaptar.

Pri­meira noite especial

Faça a pri­meira noite na sua nova casa a mais espe­cial de todas! Peça comida chi­nesa, pizza, etc. Rola tam­bém de por algu­mas velas, deco­ra­ção rápida e prá­tica e muita música. Vai fazer muita dife­rença isso e aju­dar você e sua famí­lia a rela­xa­rem e desestressarem.

Bole um plano

Antes de come­çar a ras­gar cai­xas feito um louco, tenha um plano. Sente com sua famí­lia e bolem um plano, isso inclui o que vai pra onde e quem é res­pon­sá­vel pelo quê. Vai aju­dar para a coisa toda rolar mais suave e com menos stress.

 

Texto originalmente postado por Mário Martins para o blog

unnamed-3

Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook e Instagram .

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui