• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Modalidade de corrida que precisa beber cerveja faz sucesso em São Paulo

No ‘Beer Mile’ você precisa virar uma lata de cerveja antes de correr.

Domingo de manhã. Nada melhor do que curtir os embalos da ressaca com um cochilo épico. Bem, não para o pessoal que corre o Beer Mile Brasil.

Ao imaginar uma corrida dominical matutina, logo enxergamos uma galera fitness, com o corpo do verão e a saúde de um atleta. Mas nessa modalidade é tudo diferente. Se você curte tomar umas e outras no sábado à noite, então pode ser um campeão na manhã seguinte!

Campeão da primeira bateria.

Para quem não conhece, Beer Mile (“a milha da cerveja”) é uma modalidade internacional de corrida, perfeita para não-atletas que gostam de dar uma corridinha, sem deixar a cerveja de lado. Resumindo, você precisar encher a cara para correr. Literalmente.

Conheça as curiosas regras do Beer Mile:

  • O percurso, como o nome sugere, tem 1 milha (cerca de 1.600 metros).
  • Ao dar a largada, os corredores devem virar (sim, virar!) uma latinha de cerveja.
  • Depois de 400 metros (1/4 de milha), os participantes devem virar outra latinha de cerveja.
  • No total são 4 pontos de “virada”. Ou seja, ao final dos 1.600 metros, o corredor virou 4 latinhas de cerveja.
  • Quem vomitar deve correr mais 400 metros.
  • A cerveja precisa ter mais de 5% de álcool.
  • A embalagem não pode ser adulterada, ou seja, não vale fazer furo para beber mais rápido.

A cerveja americana “Anchor Brotherhood Steam Beer” foi a gasolina nessa etapa do Beer Mile Brasil.

Observações:

  • Depois de tomar toda a cerveja, o corredor deve comprovar que terminou; jogar o restante do líquido na cabeça é o método comum.
  • A cerveja pode ser em lata ou long neck, desde que tenha em torno de 350ml. Mas é indicado usar latinhas, pois as de vidro quebram e podem machucar.
  • Obviamente precisa ter mais de 18 anos.

Competidor comprovando que terminou de tomar a cerveja.

Nosso repórter tentou uma volta. A impressão foi que precisa ter estômago para aguentar a corrida, ou melhor, fígado. Virar uma latinha rapidamente e sair correndo na sequência não é para qualquer um; prepare o seu melhor arroto, vai precisar.

De qualquer forma, é uma modalidade extremamente divertida – imagine o estado de todos os participantes ao final do evento -, tirando a mini-ressaca.

A mulherada não foge da raia.

A turma que corre o Beer Mile Brasil, que acontece todos os meses em São Paulo, além de ser boa de caneco, é rápida na corrida. Para quem pensa que é só brincadeira, existem prêmios (mais cerveja!) para os melhores de cada bateria, também por gênero e no geral.

Tudo é cronometrado pela equipe do Alpha B.E.E.R.S, especializado em corrida com cerveja. O projeto também tem grupos de corridas de 5 e 10km para os mais experientes, com algumas cervejas ao final, é claro.

Para saber quando vai acontecer a próxima edição do Beer Mile Brasil, que rodam os bares de São Paulo, fique de olho no site oficial do evento, ou na página do facebook.

Inicio da corrida.

Prêmios para os melhores corredores gerais.

Prêmios para os melhores corredores em cada bateria.

Vencedores das baterias.

Vencedora na modalidade feminina.

Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão (SBT, Record, Band, etc.) pela internet em 2012. Vegano e meditante, busca evoluir junto com todos os seres enquanto caminha. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui