Colunas

11 Mitos que você precisa saber sobre os Olhos

25 de outubro de 2021
Postado por Denisson Soares

Muitos problemas simples envolvendo seus olhos e a visão podem evoluir para um quadro complexo e até irreversível quando o tratamento adequado não é realizado. Será que aquilo que você sabe está correto? Descubra agora.

 

Ter uma boa saúde também envolve cuidar adequadamente dos seus olhos. Muitos problemas simples podem evoluir para um quadro complexo e até irreversível quando o tratamento adequado não é realizado.

Além disso, é muito mais fácil tratar doenças quando elas estão no estágio inicial, sendo esse um fator decisivo para o sucesso do tratamento em vários casos.

Contudo, muitas pessoas acabam negligenciando a saúde visual ou fazendo algo errado devido a quantidade de mitos sobre os cuidados com os olhos que existem por aí.

Pensando nisso, a Academia Americana de Oftalmologia (AAO) publicou uma lista com alguns dos mitos mais comuns. Será que aquilo que você sabe está correto? Descubra logo abaixo!

 

Mito 1: Os olhos podem se desgastar com o uso excessivo

Sem dúvidas, ler com pouca luz ou forçar as vistas para ler letras bem pequenas, pode cansar seus olhos. Contudo, isso não quer dizer que eles estejam sendo danificados ou desgastados.

A visão humana tende a mudar com o passar dos anos, sendo resultado de um processo natural e isso não depende do quanto você os cansa ou não.

Pexels, https://www.pexels.com/pt-br/foto/apartamento-loiro-borrao-mancha-7034615/

SEM LEGENDA

 

Mito 2: Cenouras melhoram a visão

As cenouras são boas fontes de vitamina A, sendo esse nutriente importante para a saúde dos olhos. No entanto, há vários outros alimentos que são ricos desse composto, como legumes, peixes e laticínios.

Sendo assim, vitamina A vai ajudar a manter uma boa saúde visual, contudo, não vai mudar para melhor sua visão ou evitar que você precise de óculos.

 

Mito 3: Exercícios oculares melhoram a visão

Os exercícios oculares não melhoram e nem ajudam a reduzir a necessidade do uso de óculos ou a prevenir algum problema. A saúde visual depende de muitos fatores, sendo que nenhum pode ser modificado com exercícios.

Todavia, no caso de insuficiência de convergência, um problema que ocorre quando os olhos não conseguem trabalhar juntos para focar um objeto, há exercícios específicos. Claro, tudo deve ser conversado e recomendado pelo especialista.

 

Mito 4: Olhar diretamente para o Sol melhora a saúde dos olhos

Por mais estranho que pareça, há quem acredite nisso. Mesmo que rapidamente, olhar o Sol sem usar proteção adequada pode danificar sua retina de forma irreversível. Em alguns casos, os danos podem ser tão sérios a ponto de causar cegueira.

Aliás, óculos escuros e filtros caseiros não são seguros. Se quiser observar o Sol procure equipamentos específicos e óculos desenvolvidos exclusivamente para esse fim.

 

Mito 5: Cruzar os olhos os fará ficar nessa posição

Os músculos de seus olhos permitem que você possa olhar para todas as direções sem problemas. Sendo assim, cruzar os olhos, como se tivesse estrabismo, não os fará permanecer nessa posição. Se fosse o caso, olhar para cima, para baixo, esquerda ou direita seria um problema, não é mesmo?

Pexels, https://www.pexels.com/pt-br/foto/jovem-afro-americana-engracada-fazendo-uma-careta-no-estudio-3756617/

SEM LEGENDA

 

Mito 6: Apenas meninos podem ser daltônicos

Na verdade, esse mito surge do fato de que os meninos têm mais chances de desenvolver a condição. No entanto, as mulheres também podem apresentar o problema.

 

Mito 7: Pessoas que não enxergam cores veem tudo em preto e branco

Na maioria dos casos, apesar da incapacidade de ver as cores, as pessoas com problemas nesse sentido podem notá-las de forma parcial.

Todavia, há casos de daltonismo em que a pessoa vê tudo em tons de cinza. Mas é muito raro. Quase sempre a dificuldade está relacionada à incapacidade para distinguir entre tons de vermelho e verde.

 

Mito 8: Sentar perto da TV danifica os olhos

Seja criança ou adulto, a visão não é danificada. O que pode acontecer é a pessoa ter fadiga ocular ou dor de cabeça por isso. Contudo, especialmente no caso das crianças, sentar muito próximo a TV ou usar telas muito perto do rosto pode ser um sinal indicador de miopia.

Mas se a luz da tela do seu televisor for do tipo azulada, ainda há um debate; alguns pesquisadores afirmam ser extremamente prejudicial aos olhos. Entenda no item a seguir.

 

Mito 9: Computadores danificam os olhos

Assim como a TV, a tela do computador não vai danificar seus olhos. Mas as consequências são as mesmas do tópico acima: olhos cansados e possíveis dores de cabeça, por exemplo.

Porém aqui existe um debate crescente no meio científico!

Apesar do posicionamento da AAO, um estudo realizado pela Universidade de Toledo e publicado na renomada revista Nature, concluiu que a “luz azul” das telas dos aparelhos eletrônicos (celular, computador, televisores, etc.) é, sim, absorvida pelas retinas. E que isso aceleraria o processo de degeneração da visão.

Por via das dúvidas, é melhor evitar usar excessivamente equipamentos com a tela azulada, principalmente no escuro, bem com utilizar a configuração que muda o tom dessa luz para amarelo.

Pexels, https://www.pexels.com/pt-br/foto/xicara-de-cafe-oculos-segurando-holding-6667793/

SEM LEGENDA

 

Mito 10: Usar óculos torna a pessoa dependente deles

O uso de óculos, conforme recomendação dos especialistas consultados para o artigo da AAO, não vai fazer sua visão piorar ou causar outros problemas. Na realidade, esse acessório apenas facilitará sua vida, por exemplo, evitando o cansaço e a sobrecarga dos olhos.

 

Mito 11: Perder a visão é inevitável devido ao envelhecimento

É natural que com o passar dos anos alguns problemas oculares surjam. Mas não é preciso se desesperar: a grande maioria deles tem tratamento. Além disso, até mesmo em casos graves e complexos, o cuidado iniciado precocemente pode ajudar a prevenir ou retardar a perda de visão.

Pexels, https://www.pexels.com/pt-br/foto/computador-idosos-mais-velhos-entretenimento-7330749/

SEM LEGENDA

 

No mais, mesmo que você não esteja sentindo incômodos ou dificuldades para enxergar, mantenha sua rotina de visitas ao oftalmologista. Lembre-se que, em termos de saúde, é sempre mais fácil prevenir do que tratar.

Além disso, caso haja algo errado, quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhores serão as chances de sucesso. No mais, consulte um oftalmologista.

MATÉRIAS RELACIONADAS