• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Vai, planeta!

Matar aranhas domésticas: você não deveria fazer isso (pelo seu bem!)

Matar uma aranha não custa apenas a vida dela, mas também pode custar a sua.

Ederson Oliveira Publicado: 09/09/2020 15:50 | Atualizado: 09/09/2020 15:56

Pode parecer assustador ou absurdo, mas aranhas domésticas são nossas amigas. Pois é. Ao invés de exterminar, você deveria mantê-las relativamente por perto, pelo menos as que vivem dentro da sua casa. Entenda a seguir.

 

Porque ninguém deveria matar aranhas domésticas

O imaginário das pessoas a respeito das aranhas envolve filmes de terror, animais terríveis e impiedosos e pesadelos assustadores. Mas, será que elas representam esse perigo todo de verdade? O título desse artigo já te dá uma pista.

E, mais: você deveria mantê-las relativamente por perto, pelo menos as que vivem dentro da sua casa!

Em um artigo para a Time, Matt Bertone, especialista em entomologia, um ramo da zoologia, nos ajuda a entender os motivos para deixarmos as aranhas em paz. Segundo ele, existem motivos ecológicos e, claro, éticos.

“As aranhas são uma parte importante da natureza e do nosso ecossistema – além de serem outros organismos por si só”, explica.

 

Elas possuem uma importância ecológica: salvar a nossa pele

Um trabalho importante que as aranhas fazem é eliminar insetos que possam nos trazer doenças graves. Aedes aegypti, o mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya, não tem vez quando tem uma aranha por perto para devorá-lo, por exemplo.

Acabando com a população desses bichos de 8 patas, você estará deixando esses vetores de doenças sem predadores naturais. Um prato cheio para eles se reproduzirem. Uma preocupação importante no Brasil, onde esse mosquito é tão comum.

Segundo esse estudo, publicado na Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (National Academy of Sciences), existe uma aranha papa-mosca que prefere se alimentar de mosquitos que estão cheios de sangue. Quer repelente natural melhor que esse?

Matar uma aranha inofensiva pode prejudicar não só a ela, mas a nós também.

Uma simpática aranha papa-mosca fazendo sua refeição.

É importante saber que, embora a maioria das aranhas sejam venenosas, poucas são as espécies que o possuem veneno forte o suficiente para causar problemas ao homem. No geral, essa toxina é potente o suficiente para matar uma mosca ou um outro inseto, e só.

 

Quais aranhas domésticas são perigosas de verdade?

Já detalhamos essa questão ponto a ponto em um artigo próprio; basta clicar no trecho: “quais aranhas caseiras são perigosas“.

Segundo o Instituto Vital Brazil, o Brasil tem apenas três gêneros de aranhas domésticas que são realmente perigosas. Apesar disso, não são muitos os casos de acidentes, ainda mais os graves. Lembre-se: as aranhas também tem medo de humanos. São elas:

  • Armadeira (Gênero Phoneutria)
  • Aranha Marrom (Gênero Loxosceles)
  • Viúva Negra (Gênero Latrodectus) – essa famosa aranha não havia sido citada no artigo do Almanaque SOS, pois ela é mais comum na América do Norte. Aqui no Brasil é possível encontrar com facilidade a sua prima, viúva vermelha, que possui uma toxina extremamente fraca.

Logo, todas as outras não são tão terríveis como imaginamos. Principalmente essas que vivem dentro de casa, fazendo suas teias atrás das portas e armários.

Aranha Armadeira

 

Para não ser picado por uma aranha doméstica: capture e solte-a

O Almanaque SOS também já ensinou como identificar picadas de aranhas e de outros animais peçonhentos, com os quais devemos nos preocupar. Escorpiões, mosquitos, piolhos e até cobra!

Caso você realmente não se sinta bem tendo esses aracnídeos como companheiros de lar, Matt Bertone orienta soltá-los do lado de fora de casa, sem precisar matar.

“Se você realmente não suporta aquela aranha na sua casa, apartamento, garagem ou qualquer outro lugar, em vez de esmagá-la, tente capturá-la e soltá-la do lado de fora. Ele encontrará outro lugar para ir, e ambas as partes ficarão mais felizes”, esclarece.

Ah, e tem uma outra coisa! Alguns tipos de aranha, como as aranhas-lobo ou aranha-de-jardim (Lycosidae araneae), possuem uma bolsa externa pendurada em seu abdômen inferior para carregar seus ovos.

Ou seja, se você der uma vassourada, os filhotes que a mãe carrega se soltam do abdômen e correm para todos os lados. Tem vídeo, se quiser passar nervoso.

 

Fonte(s): Top Biologia
Ederson Oliveira
Biólogo, sempre disposto a bater um papo de boteco sobre ciência, tecnologia, meio ambiente, livros e afins.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui