Glíter ecológico: 13 Marcas que produzem bio-glitter para você brilhar muito por aí
  • Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Glíter ecológico: 13 Marcas que produzem bio-glitter para você brilhar muito por aí

Incluindo um tutorial para você fazer o seu em casa.

Para ter certeza de que está em pleno carnaval, basta ficar com o corpo repleto de glíter.

A maquiagem brilhante é mais do que queridinha nessa época festiva, virou quase obrigatória. Mas o grande problema é que tamanha luminosidade está deixando a natureza no escuro.

Conforme falamos neste artigo, o glíter ou purpurina na realidade são micro pedacinhos de plástico, que demoram cerca de 400 anos para se decompor!

Por serem tão pequenos, eles são considerados o pior tipo de plástico para “cair” na natureza pois são realmente muito difíceis de serem retirados. Este relatório, publicado no site especializado em sustentabilidade, Orb Media, constatou que 83% das 159 amostras de água potável, dos cinco continentes, contêm vestígios de plástico.

E claro que o glíter está entre eles, infelizmente intoxicando os peixes que consumimos, colocando em risco nossa saúde e prejudicando toda a vida marinha.

Então, chega de brilho?

Nada disso! Como cada vez mais a galera está se sensibilizando com os danos que nós estamos causando à natureza, alternativas sustentáveis começam a despontar no mercado, e para a sorte dos carnavalescos brilhosos, o glíter já faz parte dessa incrível listinha.

O “bioglitter”, “glíter orgânico” ou “eco glíter”, como estão sendo chamados, são feitos com produtos naturais que não agridem a natureza, como sal, pó de rocha e até gelatina de algas em pó. Eles já podem ser encontrados nas mais diversas opções de cores, apesar da sua popularidade não ser tanta quanto gostaríamos.

Por isso, se na próxima vez que optar por uma make lotada de brilho, dá uma conferida nesse listinha que preparamos para você de onde descolar sua purpurina ecologicamente correta.

 

1. Pura Bioglitter

Essa foi uma das marcas pioneiras na produção de glíter orgânico aqui no Brasil. Criada um pouco antes do carnaval de 2017 pela carioca Frances Sansão, os produtos fizeram grande sucesso e ainda fazem.

Prova disso e que na loja virtual, todos os produtos estão esgotados, mas há várias lojas espalhadas por São Paulo, Distrito Federal, Belo Horizonte, Recife (em breve Porto Alegre, Maceió e Fortaleza) que revendem os bioglíteres da marca.

Para saber mais, clique aqui.

 

2. Brilhow

A Brilhow é outra marca carioca que entrou para o mundo dos bioglíteres. Os produtos foram criados por duas biólogas marinhas e são à base de algas marinhas e corantes alimentícios naturais. As encomendas podem ser feitas diretamente pelo Instagram.

Para saber mais, clique aqui.

 

3. BioGlitz

Essa marca estadunidense possui uma boa variedade de cores, em tons fortes e muito brilhantes, muito próximo à purpurina tradicional. Embora não tenha muitas opções de cores disponíveis e o frete (cerca de 75 reais) possa deixar a encomenda extremamente cara, vale a pena dar uma conferida.

Para saber mais, clique aqui.

 

4. Glitra Bio

A marca carioca, fundada há pouco tempo, oferece aos seus clientes 4 cores de purpurina ecológica, feitas a partir de folhas de celulose, que recebem a impressão metalizada e ainda ganham óleos especiais para hidratar a pele. Parte do lucro das vendas dos produtos é revertida para projetos que ajudam a causa dos oceanos.

Para saber mais, clique aqui.

 

5. Shock

A marca carioca de protetores solar ecologicamente correto, Shock, também encontrou um jeitinho de fazer a galera brilhar, respeitando a natureza.

Foi lançada uma versão de seu protetor solar com pó de mica na composição, o que causa um efeito bastante similar ao glíter. Eles estão disponíveis apenas na versão dourado e prateado (em 2017 haviam versões nas cores azul, rosa e dourado), porém no site oficial da marca, os produtos já estão esgotados.

Para saber mais, clique aqui.

 

6. GlitteRevolution

Fundada na California, Estados Unidos, a GlitteRevolution produz purpurinas 100% veganas, feitas à base de celulose. Segundo a marca, garante cerca de 30% a 40% mais suavidade na pele, o que evita incômodos e faz com que o brilho se destaque mais que os outros disponíveis no mercado.

Ao todo, são 4 cores disponíveis, dourado, roxo, verde e rosa. O frete para entregas no Brasil fica em cerca de R$ 40.

Para saber mais, clique aqui.

 

7. Bem Viado Glitter

A paulistana Bruna Cruz decidiu arregaçar as mangas em prol da natureza e no ano passado (2017), começou a produzir e a vender o eco glíter na rede.

Porém, neste ano ela ainda não atualizou suas redes anunciando a nova remessa. Seus produtos, visualmente, são bem semelhantes às outras alternativas encontradas nas lojas, portanto, vale a pena dar uma conferida e checar se ela ainda aceita encomendas.

Para saber mais, clique aqui.

 

8. Glitterlution

Situada em Londres, a Glitterlution se diz como a pioneira em todo mundo no comércio de purpurina ecológica, que se iniciou em 2015. Atualmente, eles contam com uma grande variedade de produtos, vendidas em embalagens de 1 grama até 20 quilos. A entrega aqui no Brasil sai por cerca de R$ 40.

Para saber mais, clique aqui.

 

9. Nurture Soap

A empresa estadunidense de cosméticos, especialista em sabões e sabonetes ecológicos, Nurture Soap, também colocou a disposição de seus clientes 4 opções de cores de glíter biológico. Preto, rosa, branco e prata, vendidos em embalagens que vão de 28 gramas até um quilo. O problema é o frete. A opção mais barata sai por 150 reais.

Para saber mais, clique aqui.

 

10. Lua Branca – Aromas Naturais

Essa lojinha virtual instalada no site Elo 7, é especialista em cosméticos naturais terapêuticos mas também tem suas versões do glíter biodegradável, afinal, quer terapia melhor que ficar cheio de purpurina? Eles são feitos apenas sob encomenda, nas cores bordô, rosa, verde, azul e dourado.

Para saber mais, clique aqui.

 

11. Lá do Mato – Saboaria Natural

Além de disponibilizar opções biodegradeis de glíteres, essa loja virtual brasileira especializada em sabonetes veganos também possui sprays purpurinados, tipo um glíter líquido.

Para saber mais, clique aqui.

 

12. Lush

Claro que a marca que se vende como 100% vegetariana não poderia ficar de fora. A Lush tem entre seus produtos o “Shimmy Shimmy“, uma barra iluminadora que além de hidratar a pele, promete dar brilho. Não chega a ser um glíter chamativo, mas certamente vai iluminar seu visual.

Na mesma linha, a marca também possui uma tintura fácial que dá à pela tons dourados e um pó hidratante, que também promete dar muito brilho à sua pele.. Mas não se anime, o resultado também é bastante sutil.

Para saber mais, clique aqui.

 

13. Glitter Glittter

Criada em São Paulo, a Glitter Glitter surgiu após as notícias sobre o quão poluente o glíter convencional pode ser à natureza. Na lojinha virtual, eles disponibilizam vários produtos brilhantes, como hidratantes, pós, glíteres em creme e spray, além de alguns acessórios.

A entrega é feita em todo o Brasil, porém, para os moradores de São Paulo, a loja ainda faz entrega no metrô, em três horários diferentes. E só uma informação extra, Pablo Vittar e Lucas Lucco usaram os produtos da marca na gravação do vídeo clipe “Paraíso”.

Para saber mais, clique aqui.

 

EXTRA. Faça Você Mesmo!

Desde o começo de 2017, quando o lado obscuro do glíter veio à tona, milhares de tutoriais ensinando a fazer o glíter ecológico ou comestível surgiram na rede.

Porém, nosso parceiro Alô? Alô? Testando! testou uma dessas receitas – a que usava apenas sal e corante para a produção (pode conferir aqui) -, e o resultado não foi satisfatório, parecia mais um pózinho colorido do que glíter.

Mas tem uma versão feita com gelatina, corante alimentício e alguns produtinhos brilhantes e comestíveis de decoração para doces e bolos, que apresentam um resultado melhor.

ATENÇÃO: Apesar da boa ideia, essas versões que usam sal ou açúcar não são recomendadas, pois podem causar irritações ou manchar a pele. Portanto, antes de cobrir seu corpo com esses produtos caseiros, faça um teste em um pequena região do corpo para ver qual será a reação da sua pele.

Abaixo destacamos um teste com vários tipos de glíter ecológico caseiro, feito pelo canal Beleza à porta:

E também umas dicas bem bacanas de maquiagem com o glíter ecológico caseiro, feito pelo canal Meno1Lixo:

Redação - Almanaque SOS
Consciência, Autonomia e Evolução. Acompanhe o SOS também pelo Facebook e Instagram .

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe.
clique aqui