A maneira como homens usam o Tinder está fazendo muito mal às mulheres, alerta estudo
  • Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

A maneira como homens usam o Tinder está fazendo muito mal às mulheres, alerta estudo

A intenção de muitos é apenas massagear o ego.

Redação - Almanaque SOS Publicado: 03/11/2017 15:16 | Atualizado: 03/11/2017 15:27

Talvez isso já tenha acontecido com você. Deu match no Tinder, mas a outra pessoa nunca mais deu sinal de vida. E mesmo você mandando “oi”, não obteve resposta alguma.

O pior é quando nos culpabilizamos por isso – “algo está errado comigo“. Além disso ser terrível, segundo a ciência, esse sentimento destrutivo de culpa é mais frequente com as mulheres do que com os homens.

Um estudo, desenvolvido por cientistas da Queen Mary University of London, Inglaterra, constatou que isso vem frustrando mulheres pois elas são mais seletivas na hora de dar o match, já os homens estão usando o app como um jogo, interessados apenas em ver quem gostou deles e não como um “flerte” real.

Em entrevista ao site Daily Mail, o responsável pelo o estudo, Dr. Gareth Tyson, disse que o objetivo era analisar como os novos aplicativos de paquera estavam sendo utilizados e qual o impacto que esse novo modo de paquera vem causando na sociedade.

Foram criados 14 perfis falsos, metade de homens e a outra metade de mulheres e em um raio de 160 km, os perfis deram matchs em todos que apareceram.

O resultado apontou que, além dos homens serem muito mais propensos à “metralhadora” de matchs, apenas 7% deles mandaram mensagens logo após descobrirem a combinação, contra 21% de mensagens enviadas pelas mulheres logo após o match concluído.

Deu match!

Além da constatação de que os caras andam fazendo isso apenas para inflar o ego, para “contar” quantos matchs receberam, uma outra teoria alternativa diz que a cuecada faz isso para ter opções reais e só assim decidir com quem vão realmente puxar conversa.

Durante o tempo da pesquisa, foram contabilizados quase 9 mil matchs masculinos, feitos tanto para mulheres como para outros homens. Já as mulheres totalizaram menos de 600 matchs.

Além do estudo ter apontado que os homens procuram o app para apenas uma noite de diversão, um outro estudo feito pela Oxford University revelou que quando as mulheres tomam a iniciativa e decidem mandar  aquele “oi, tudo bem?” antes deles, apenas 42% dos caras costumam responder.

Não é difícil de imaginar que este comportamento também possa se repetir aqui no Brasil. De acordo com informações do Buzzfeed, o brasileiro tem cerca de 7% mais matchs que o padrão global. Depois de Los Angeles, São Paulo é a cidade com mais usuários no aplicativo. São 7 milhões de matchs por dia, só aqui no nosso país.

E isso não se reflete apenas nas mulheres, apesar delas serem as mais afetadas. Este estudo, publicado no site da Associação Americana de Psicologia, revelou que usuários de aplicativos de paquera possuem mais propensão a insatisfação com sua aparência e a desenvolverem níveis baixos de autoestima.

Então se você não quer ser mais um pedaço de carne no menu, é melhor pensar duas vezes antes de criar um perfil. Segura essa carência e bota a cara no Sol, mana!

Fonte(s): Daily Mail, Buzzfeed, G1, Huffington Post
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook e Instagram .

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui