• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Lições preciosas para manter uma conversa de alto nível

Os segredos por trás da famosa ‘lábia’ foram totalmente desvendados.

Todo mundo conhece alguém que tem a habilidade de saber falar sobre qualquer coisa e ainda cativar a atenção de todos – aquela galera que manja dos “paranauê”, sabe?

conversa_sososlteiros

Parece até dom divino, mas não é. Encontramos ótimas recomendações, feitas pelo Art Of Manliness, que te ajudarão a ser um conversador tão bom quanto aquele seu amigo que conquista todo mundo pela lábia. Confira!

***

O que fazer

1. Seja um bom ouvinte

Saber conversar não está estritamente relacionado com apenas falar e sim em saber ouvir. Procure realizar perguntas que estimulem seu ouvinte a falar – não faça perguntas que exijam apenas “sim” ou “não” como resposta – pois, as pessoas amam falar sobre elas mesmas.

Então, trabalhe isso e entre as respostas, incremente expressões como “nossa! É mesmo?” e “isso é fantástico!”; mostrando que está interessado na conversa.

Businesswoman Listening to Tin Can Phone

communitytable

2. Tenha um roteiro mental sobre o que vai falar

Caso você vá a algum evento no qual irá encontrar algumas pessoas conhecidas, é muito válido traçar um “plano de bate papo”. Assim, é possível conversar sobre temas que você sabe que serão bem aceitos e renderão um bom papo.

Porém, se o cenário está recheado de gente que você não conhece – calma, respire fundo e não se desespere – procure um tema que seja comum e adequado para o ambiente; pergunte sobre o trabalho da pessoa com quem iniciou o contato, por exemplo.

E não se esqueça de perguntar se teu novo amigo conhece alguém que é expert no assunto que vocês estão falando. Dessa maneira, é possível aumentar a possibilidade de desenvolver um bom network.

networing_sososlteiros
fsg

3. Adapte sua abordagem de acordo com o público

A advertência “não fale sobre futebol, política e religião”, embora bastante questionável, é praticamente universal.

Abordar esses assuntos, que geralmente tendem a gerar discussões calorosas, com amigos de longa data é muito compreensível, mas tentar fazer essa mesma façanha com pessoas desconhecidas é um tanto quanto complicado, para não dizer, arriscado.

Falar sobre o “olho de peixe” que apareceu no seu pé antes de começar uma reunião com um cliente muito importante, também não é algo muito inteligente de se fazer. Saiba com quem irá falar e isso lhe poupará de colecionar micos.

desconfortavel_sososlteiros

– Você está me deixando desconfortável.

 

4. A vez de falar

Uma conversa envolve basicamente mais de uma pessoa, onde cada uma fala um pouco e expõe seu ponto de vista, ou seja, sem monólogos.

Se percebeu que só você está falando e ninguém deu um piu para perguntar sobre o assunto, passe o bastão, pois parece que seu assunto não estimulou o interesse alheio. Sendo assim, é inteligente delegar a outra pessoa o rumo do bate papo, fazendo com que a interação entre os envolvidos continue.

Libere o “microfone”, por favor.

nivel_conversa_sossolteiros_07

alexemipublishing

5. Pense antes de falar

Saber falar não quer dizer arrotar 5.000 palavras a cada 3 minutos, bombardeando o ouvido das pessoas.

Se percebeu que seu novo conhecido curte falar sobre política, não chegue falando “aquele senador é um incompetente, não é mesmo?”. Muito cuidado com julgamentos – ao invés de dar esse tiro de bazuca no próprio pé, procure formular sua pergunta da seguinte maneira “como você enxerga a última decisão tomada pelo senador X?”.

Esse comportamento, mais pacífico, te salvará de muitas tretas.

pensador_sososlteiros

estadao


O que não fazer

1. Não interrompa

Mesmo que o assunto te fez lembrar de algo estupidamente fantástico, não interrompa. Contudo, se você for interrompido, pare de falar e deixe que a pessoa que te “cortou” prossiga.

Caso alguém mencione sobre o assunto que você tinha iniciado, está aí a oportunidade de voltar ao tema. Caso contrário, fique na sua.

parefalaar_sososlteiros

 

2. Não fale apenas com uma pessoa

Se estiver falando com um grupo, não desenvolva um diálogo com uma pessoa só, pois além de deixar os demais na geladeira, isso não vai lhe render uma boa imagem; no mínimo, receberá o selo de “mala sem alça”.

Procure falar sobre assuntos que todos os presentes possam participar e sentir que podem contribuir para o desenrolar da conversa.

nivel_conversa_sossolteiros_10

raphaellegaspimedialit

3. Não estimule pessoas com síndrome de superioridade

Esse personagem é bem famosinho. É só falar sobre qualquer assunto que lá vem o dito cujo contar uma versão superior da mesma história, cheia de detalhes, apenas para assegurar que a experiência dele é bem melhor, mais perigosa ou audaciosa que a sua.

Esse tipo de pessoa tenta exibir, por meio desse comportamento, sua superioridade, porém, o efeito é reverso, que acaba por revelar a insegurança que o indivíduo tem.

beautiful woman looking little man with magnifying glass

attractandgetwomen

4. Não diga “estou te entediando?”

Preste atenção na expressão facial e gestos do seu ouvinte e isso lhe ajudará a perceber se o papo está entediante ou não. Ao fazer a pergunta, a pessoa se sentirá acuada, pensando “será que estou fazendo cara de desinteressada?”

EV001120

mochamuse

5. Não corrija os outros

Você não é professor de português e mesmo se for, caso não esteja na sala de aula, contente-se em corrigir, mentalmente, os erros gramaticais dos outros. Afinal, ninguém gosta de conversar com corretores ortográficos ambulantes – sacou?

nivel_conversa_sossolteiros_01

Redbubble


Outras considerações

1. “Hã?”, “Oi?” e “O que disse?”

Novamente, preste atenção na pessoa que está falando com você e se não entendeu algo, é mais educado dizer “não entendi direito o que você quis dizer com isso. Pode repetir a última parte?”.

Sorrir, às vezes, ajuda a se safar quando não entendemos algo, mas se o sujeito disser que pegou dengue e ficou de cama… esse sorrisinho acabará com você. Não entendeu, pergunte.

oqdisse_sososlteiros

– O que você disse?

 

2. Dizer “caso eu já tenha falado sobre isso, pode me interromper”

Ninguém vai te interromper e essa advertência só vai prolongar a tortura do seu ouvinte, que terá de aturar mais uma vez aquela sua história.

parefalar_sososlteiros

– Apenas pare. Apenas pare de falar.

 

3. Seja natural

Não adianta nada seguir todas as recomendações citadas acima se você mais parece o C-3PO falando. E se as outras pessoas perceberem que seu discurso é fruto de “decoreba”, você perdeu tempo e saliva.

Deixe as coisas fluírem, fale sobre assuntos do qual tenha um conhecimento razoável e utilize um vocabulário que está acostumado. Nada de querer falar difícil para impressionar.

CPO3_sososteiros

– Você ouviu isso?

 Imagem de capa: cgt-oad.over-blog

Via: Art of Manliness

Raphael Domingos
Acredita que o processo de autoconhecimento é o melhor trampolim para encontrar propósito de vida, o que gera significado para toda uma existência, incluindo o aperfeiçoamento de performance profissional. Também crê no poder do colaborativismo e no sistema de conhecimento compartilhado.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui