• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Lanterna carrega o celular e ilumina o ambiente usando apenas água e sal

Criaram uma lanterna ecológica potente, com várias utilidades.

As baterias e pilhas, quando não descartadas da maneira correta, representam uma grande ameaça à natureza já que o tempo de decomposição dos metais pesados usados nelas é praticamente infinito.

Mas uma empresa estadunidense lançou em fevereiro de 2017 a HydraLight, uma lanterna que funciona sem o uso das baterias e pilhas convencionais, que são substituídas apenas por água salgada.

Hydralight ao fundo e a bateria cilíndrica à base de carbono.

O produto contém uma bateria à base de carbono em formato cilíndrico que, ao ser mergulhada em água com sal por alguns segundos, ativa uma troca iônica capaz de gerar energia, responsável por acender a luz assim que o cilindro for acoplado na base da lanterna.

De acordo com o fabricante, é possível obter até cerca de 300 horas de energia com apenas alguns mergulhos na água salgada.

Além disso, o produto ainda possui uma entrada USB para que seja possível recarregar a bateria de outros equipamentos, como celulares. Já pensou, carregar seu celular no acampamento apenas com água salgada?

Se você ficou em dúvida se funciona mesmo, saiba que gerar energia usando água e sal não é uma novidade, aliás, muitos já devem ter feito experiências do tipo nas aulas de ciência do colégio.

De acordo com o site Freak in Reviews, que testou o produto, a Hydralight funciona mesmo, porém com algumas ressalvas. Sua luz não é intensa como as lanternas convencionais e a durabilidade é bastante limitada.

A empresa diz que a bateria da lanterna dura cerca de 25 anos e também promete 100 horas de iluminação continua em apenas uma mergulhada na água salgada, mas essa capacidade é para apenas 3 cargas, depois disso ela começa a perder potência.

No teste realizado pelo site especializado em review, após uma recarga, apesar da luz ainda se manter acesa, em 24 horas sua intensidade já havia diminuído consideravelmente.

À esquerda, o Hydralight logo após ser carregado na água com sal. À direita, a intensidade da luz após 24 horas ligado.

Ela pode não funcionar a vida inteira, mas é um excelente exemplo de como é possível utilizar energia limpa e barata. Quem sabe podem se tornar ainda mais funcionais e acessíveis, principalmente à regiões pobres, como já vem sendo feito em países da África com o uso da energia solar.

A Hydralight, que pode ser usada como lanterna de mão e de mesa (tipo lampião) está sendo vendida por U$30, cerca de R$100, e há também outras versões do produtos, em tamanhos variados, mas o site oficial não faz entregas para o Brasil.

 

Veja o vídeo abaixo mostrando o funcionamento do produto (em inglês):

Fonte(s): Wake Up World - Facebook, Business Insider, Digital Trends, Freak in Reviews, Hydralight - Youtube
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui