• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Jornal das Miudezas: o único jornal possível de ler tranquilamente no café da manhã

Um verdadeiro ‘Barato Químico’, com uma forma revolucionária de ler ‘notícias’.

Com tantas tragédias acontecendo no Brasil nesse ano, dá até uma mini-crise de ansiedade abrir jornais ou portais de notícia. Tá certo que fechar os olhos não leva ninguém a lugar algum. Mas será que só tem coisa ruim acontecendo?

Para sairmos desse círculo vicioso, não seria legal se fizessem um jornal “do bem”? Só com coisa boa, para nos ajudar a restaurar a fé na humanidade? Pois então, fizeram isso!

Apresento o Jornal das Miudezas:

André Gravatá, poeta e educador, e Serena Labate, artista visual e educadora, formam o Sorver Versos, nome dado a reunião das criações poéticas dos dois.

“Nossas criações partem principalmente de provocações para percebermos a poesia que existe no cotidiano e para nos aproximarmos da arte como uma espécie de força contra o embrutecimento”, contaram ao SOS.

Dentro dessa reunião, nasceu o Jornal das Miudezas. Apresentado da seguinte maneira:

“Com notícias urgentes e atemporais, insignificantes e indispensáveis, o jornal das miudezas é um convite ao encantamento e espanto diante de tudo que é pequeno. (…) É um jornal pra nos lembrar que não dá para buscar miudezas, mas apenas ser encontrado por elas”.

No ano passado, o Jornal que surgiu na internet, ganhou uma versão física. E, para 2019, foi definida a periodicidade trimestral de publicações. De acordo com André e Serena, transportar o jornal para o mundo físico tem a intenção de “tornar mais palpável sua forma e convidar mais pessoas a prestarem atenção nos seus cotidianos.”

‘Barato Químico’ e Jout Jout

Nesse ano, André e Serena foram surpreendidos quando a jornalista e youtuber Júlia Tolezano (a Jout Jout), fez um vídeo intitulado ‘Barato Químico‘ onde fala sobre o Jornal das Miudezas.

As reflexões feitas por Jout Jout no vídeo foram motivadas pela seguinte frase do escritor David Foster Wallace, impressa na edição 1 do Jornal:

“Se você faz uma coisa legal para alguém em segredo, anonimamente, sem deixar a pessoa para quem você fez aquilo saber que foi você que fez e sem de maneira alguma tentar levar o crédito pela coisa feita, isso é quase um tipo novo de barato químico.”

Só por aí já dá para ter uma ideia de que o Jornal das Miudezas não é um jornal convencional – afinal, você já viu alguma provocação poética assim dando sopa nos jornais tradicionais?

Não é um veículo feito de notícias como estamos acostumados. E sim, de muita poesia (e das boas!). O tipo de jornal para abrirmos na varanda, tomando um café quentinho, e refletir sobre as pequenezas da vida, sabe?

Vale dizer que até os classificados sao diferentões:

Por R$55,00 (+ frete), o assinante recebe a edição de 2018 e as 4 edições que serão publicadas em 2019 (dois exemplares de cada). E se alguém quiser enviar alguma poesia ou imagem para as próximas edições do Jornal, é só mandar um email para aquiprosa@sorverversos.com.

Uma boa oportunidade de espalhar um pouco de poesia e fazer a diferença em meio a tanta notícia ruim que a gente lê todo dia, não é mesmo?

Fonte(s): JoutJout Prazer
Daiane Oliveira
Redatora, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui