• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Faz Tudo

chevron_left
chevron_right

Jamais derreta sabonete em casa; entenda o motivo!

Se for usá-lo na pele depois, pode ser muito perigoso!

Bia Lancha Publicado: 16/08/2018 12:18 | Atualizado: 16/08/2018 12:50

Quem nunca pensou em derreter as sobras de sabonete para economizar um dinheirinho que atire a primeira barra pedra.

Mas – além de nojentinho – esse processo talvez seja mais perigoso do que você imagina. Na verdade, é melhor abandonar totalmente esse ideia! E vamos dizer porquê.

Tudo começou com esse tweet:

Essa publicação segue com uma receita que fez muito sucesso e foi mega compartilhada:

“primeiro voces vao precisar de um sabonete de glicerina bem baratinho o meu custou so 4 reais tem que ser de glicerina pq os sabonetes normais de corpo ressecam muito a pele e como esse tem glicerina vai deixar a pele hidratada.

Até que ele chegou em uma artesã na área de saboaria, a Virginia Cruz.

E adivinha só: o processo ensinado está todo errado!

Errado! Erraaaado!!!

Preocupada com essa história toda, ela aproveitou o buchicho para se pronunciar no próprio Twitter sobre o assunto.

Virginia deu uma mini-aula sobre saboaria.

O sabão nasce da combinação entre gordura e soda, que gera a glicerina. Na receita era utilizada a combinação de óleo de palma e soda. Teoricamente, para essa técnica (que os saboeiros chamam de cold process) funcionar seriam necessários vários testes de acidez e demoraria meses para ficar pronta.

“Além de indicarem ingredientes que não são apropriados para o tratamento da acne, desconsiderou-se completamente os efeitos de realizar a técnica “rebatch” da saboaria, testes de pH e demais procedimentos de segurança para auferir se o sabonete está próprio para uso”, explica Virginia.

A artesã esclarece que derreter um sabonete significa desestabilizar totalmente sua fórmula e pH. Existe, realmente, uma forma de derreter sabonetes, chamada hand-milling, mas que não é nada fácil. Exige um monte de equipamentos e um saboeiro experiente.

A informação pegou muita gente de surpresa!

“A repercussão foi bem positiva e muito maior do que eu esperava. Muita gente não sabia que poderia causar queimaduras. Teve relato de gente que botou fogo no sabonete e demais “causos””, alertou Virgínia.

Alerta máximo, no micro-ondas o sabonete pode explodir!

Mandaram uma dica boa para quem quer só economizar uma grana.

Outras pessoas, com um conhecimento maior sobre o assunto, também se mostraram bem preocupadas.

Um produto comedogênico é aquele que obstrui os poros da sua pele. Ou seja, você derreteu o sabonete para se livrar da pele oleosa e cheia de espinha e só vai agravar o problema.

É tão ruim assim?

Sim!

É! E você pode acabar com sua pele.

“Como não foi testado o pH para saber se o sabonete está seguro para uso, pode acontecer dele estar com o nível de alcalinidade além do seguro, podendo causar queimaduras ou irritações cutâneas”, alerta a artesã.

Então o correto é derreter o sabonete de um jeito diferente?

Nananinanão!

Muita gente perguntou isso pra Virgínica e ela foi categórica:

Para derreter um sabonete da forma correta, você precisa, primeiro, saber como o sabonete foi feito. Virginia explica:

“Os sabonetes feitos por uma técnica conhecida como ‘melt and pour’ podem ser derretidos sem grandes riscos. O único porém é que as propriedades (como extratos vegetais e fragrância) vão se perder com o derretimento.”

É difícil a gente identificar o processo de fabricação do sabonete, então o melhor é não inventar moda. E isso inclui não sair copiando receitas infalíveis da internet.

“A saboaria artesanal é uma arte milenar que pode ser feita por qualquer um, desde que de acordo com as regras de segurança, pois envolve reações químicas.

Recomendo que façam cursos na área da saboaria artesanal antes de tentar sozinho em casa. Principalmente porque é um processo com ingredientes altamente inflamáveis”, recomendou.

Então já sabe, compra logo um sabonete pronto e para de arriscar a cútis! Vale dizer que se for usar apenas para limpeza da casa, aí tá liberado.

Fonte(s): Gazeta do Povo
Bia Lancha
Jornalista, nerd, chocólatra, mãe de uma gata banguela e gamer viciadíssima. Se é pra falar sobre coisas engraçadas, teorias absurdas ou nerdices, tamo junto!

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui