• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Jake Bugg, revelação da música britânica #PraOuvir

Músicas que variam do indie ao folk e um estilo ~junkie teen~ me conquistaram!

 

bugg_sos_solteiro

 

Quem me conhece sabe que sou suspeita pra falar de qualquer coisa que seja de origem britânica, principalmente quando se trata de música, mas essa voz e o ar ~junkie teen~ me conquistaram. Estou falando de Jake Bugg! Tenho ouvido tanto que me senti na obrigação de compartilhar com quem ainda não conhece.

 


– A necessidade da fuga de problemas cotidianos faz parte de algumas letras.

 

O lançamento de seu álbum de estreia, “Jake Bugg”, foi em outubro de 2012 e desde então só vem conquistando o público. Inclusive, o garoto abriu os shows de Noel Gallagher em sua turnê mundial, além de ter seu single Lightning Bold executado nos jogos olímpicos do ano passado e suas canções já terem participado de campanhas publicitárias no Reino Unido.

 


– Uma de suas músicas mais enérgicas e mais conhecidas.

 

Apesar do rosto de garotinho, Jake já tem 19 anos e possui (visivelmente) influências de bandas como Oasis, The Beatles, Arctic Monkeys, Jimi Hendrix, Bob Dylan e Donovan.

 


– Bugg sendo querido e fazendo cover de Johnny Cash <3

 

Costuma transitar entre o indie e o folk, e sua voz carrega um misto da melancolia de Dylan com a nostalgia de Simon & Garfunkel. Seu primeiro e único trabalho possui desde músicas chiclete como “Trouble Town”, com batidas alegres até músicas mais melancólicas, sendo elas parte de metade do álbum. Vale o play!

 


– Dando uns roles com os fellas na trouble town.

 


– Todas chora

 


– Bugg querendo provar que já viu de tudo.

 

Dá o PLAY Macaco!


Gostou? Compre o álbum aqui: Download | Importado

 

Fontes:
Nusic
The Press
 
 

 

Paola Simonetto

Paola Simonetto – Designer de moda e rockstar frustrada. Apaixonada por música – desde pop ao metal – desde que se entende por gente. Queria bateria mas ganhou uma guitarra aos 13, porém a prática não pareceu tão atraente quanto admirar seus ídolos, passar horas afundada na teoria e desejar ir a todos os shows possíveis. Acha que o lindo da vida é a batida e o estilo do rock inglês. Gosta de gatos, manias, filmes, livros, viagens e pessoas estranhas.

 

 




Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui