• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Frases que mulheres solteiras não suportam mais ouvir

Esse texto cita algumas pérolas ouvidas por diversas mulheres. Com direito de resposta.

11523379905_a9b71f470f_b

Numa sociedade que tenta rotular e padronizar absolutamente tudo – inclusive o estado civil das pessoas – homens e mulheres são cobrados por não estarem em um relacionamento sério.

Mas é óbvio que elas, por conta do machismo institucionalizado, sofrem uma pressão infinitamente maior para estarem acompanhadas, uma vez que o homem é incentivado a pegar geral. E estando solteiro, é muito mais fácil viver na pista.

Esse texto cita algumas pérolas ouvidas por diversas mulheres – grande parte delas, minhas amigas. É sobre o inconveniente que é ser questionada o tempo todo por não estar namorando ou casadas. Como se isso não fosse uma opção, algo que não é da conta de ninguém, a não ser delas mesmas.

1. Você é tão linda, independente e inteligente. Não tem algo errado com você?

A opressão sofrida pelas solteiras é tanta, que grande parte das pessoas fica visivelmente chocada quando uma mulher dentro dos padrões de beleza vigentes (branca, magra, jovem, heterossexual e cisgênera) não está namorando.

O mesmo vale para as que ocupam cargos de prestígio nas empresas e para as que possuem um nível acadêmico acima da média. O assédio – nas ruas e em praticamente todos os ambientes é algo naturalizado, visto como brincadeira ou no máximo, uma piadinha infeliz.

Logo, de acordo com o senso comum, se meras mortais estão encontrando parceiros e tendo filhos, porque as mulheres que estão numa posição de privilégio estariam sozinhas? Esse pensamento é surreal.

2. Mas se não casar nem tiver filhos, quem vai cuidar de você quando estiver mais velha?

Essa questão é absolutamente preocupante. Se relacionar com alguém esperando que ele “garanta” o nosso futuro não é nada saudável. Casais brigam, separam, um dos cônjuges pode vir a falecer antes do outro. Não temos garantia de amor eterno, ainda que façamos por onde. Assim como nós, o outro pode mudar com o tempo. E tem o total direito de partir, se achar melhor.

Da mesma forma, filhos não são criados para os pais, mas sim para o mundo – já dizia o ditado. Salvo raras exceções, ao se tornarem adultos eles seguem o próprio caminho, assim como nossos pais fizeram na juventude. Mudanças de emprego, de estado ou até mesmo de país são muito prováveis de ocorrerem.

Além de tudo, é no mínimo injusto gerar um ser pra satisfazer unicamente as suas expectativas. Essa responsabilidade não deve ser colocada sobre os ombros dos filhos. Eles podem e devem ser livres.

3. Você é especial, adoro ficar contigo, mas no momento não quero/posso assumir um relacionamento.

Uma das frases mais machistas que já ouvi. Parte da ideia de que toda mulher é extremamente romântica, iludida, desesperada e louca pra assumir um relacionamento com todas as pessoas com quem se envolve. Da mesma forma que existem homens adeptos do sexo casual, várias mulheres fazem o mesmo. E isso não as desqualifica em nada.

4. Você deveria agir de forma diferente pros homens te quererem.

A sociedade acredita piamente que o comportamento feminino deve ser moldado unicamente para agradar os homens. Mulheres recebem opiniões não solicitadas a respeito da sua maquiagem, personalidade, roupas, escolhas afetivas, linguajar e até sobre o quão feministas são. Quem não vive isso, não tem noção do cárcere emocional que isso implica. Falta empatia e respeito à individualidade delas.

5. Tá focando nos estudos/trabalho, né?

Fazer uma pergunta desse tipo é subestimar completamente a capacidade das mulheres. Como se elas não fossem capazes de administrar mais de uma área da vida ao mesmo tempo.

E, curiosamente, isso vai totalmente de encontro ao mito da “mulher multitarefa”, que nada mais é do que uma forma machista de levar as mulheres a assumirem mais atividades – as famosas duplas e triplas jornadas.

6. Certamente você tá dando pra todo mundo, né?

A sexualidade feminina é regulada desde sempre. Pela igreja, pela família, pelo parceiro e, lamentavelmente, pela própria mulher que se sente castrada com tanta vigilância. Estar solteira não é sinônimo de transar com todo mundo – tem gente que sequer transa.

E mais: a quantidade de parceiros de uma pessoa não está diretamente ligada ao seu valor pessoal. O que importa é o caráter.

7. Mas você não se sente sozinha demais?

Apesar de sermos seres sociais, é preciso aprender a estarmos desacompanhados em alguns momentos da vida. Estar sozinha não é sinal de fracasso. É totalmente diferente de solidão – aquilo que muitos temem e confundem com a falta de companhia. Significa não ter uma pessoa ao lado, mas estar bem consigo mesma.

É interessante vivermos em paz com a nossa própria companhia em primeiro lugar, pois ninguém nos “completa”. Precisamos ser inteiros em busca de outros inteiros. Só assim podemos ser plenamente felizes nos relacionamentos.

– Faltou alguma frase? Deixe nos comentários, ou escreva nas redes sociais usando a tag #RespeitaAsMina

Aline Xavier
Ex-concurseira olímpica. Psicóloga para os amigos, não sabe o que fazer com a própria vida. Apaixonada por ovelhas negras, com as quais comumente se identifica. Está se descobrindo aos poucos nos cursos de escrita e na terapia semanal. Escreve em alinexavier.me.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui