• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Truques-e-Segredos dos Baristas para fazer o Café perfeito

No coador, cafeteira ou prensa francesa. Não importa onde seja feito, só o café salva!

Existe uma coisinha capaz de mudar o nosso dia. Nos deixa alerta, nos aquece e nos faz sentirmos seguros, com a sensação de que tudo é possível.

Não, não estou falando do mozão.

É como um abraço numa xícara.

Café, esse sim é amor verdadeiro!

Mas nem todo mundo sabe como fazer um café realmente incrível. Afinal, a maioria de nós aprende aquela “receitinha da família” e não temos ideia de algumas preciosas informações que ficam restritas aos baristas.

Pois agora esses segredos estão disponíveis para você, o site Nexo publicou uma matéria explicando como fazer o café perfeito de diferentes maneiras. Sua vida será muito, mas muito mais feliz depois de conhecê-las. Se liga!

***

A preparação

Antes de mais nada, o preparo do café começa com a água, ela deve ser filtrada ou mineral, não vale colocar água da torneira (ela contém cloro).

Além disso, a temperatura certa para o preparo é entre 90°C e 92°C, quando dá pra ver ela começando a fazer pequenas bolinhas. Não ferva a água, se chegar a isso, deixe ela descansando por um minuto antes de utilizá-la.

O tipo do café é outra escolha importante, prefira os que são cultivados em maiores altitudes, como os do tipo “arábica”, pois tem mais aroma e sabor. Já os que são plantados mais próximos ao nível do mar, como os “robusta”, não possuem a mesma qualidade (segundo os baristas).

Sempre que puder compre o café em grãos e moa na hora do preparo, isso preserva o sabor. Prefira os que vêm em embalagens grossas, revestidas internamente com alumínio e com válvula de desgaseificação, isso garante que as propriedades do café permaneçam por mais tempo.

Embalagem de café revestida de alumínio com válvula de desgaseificação

Lembrando que se o café for em pó, a cor mais escura indica baixa qualidade. Ainda, na hora de apreciar não se deve colocar açúcar, isso serve apenas para mascarar o gosto ruim do café inferior, já que os de boa qualidade tem um sabor pouco amargo e não precisam ser adoçados.

 

Como fazer um bom café

1. No coador

Essa é a forma de preparo que mantém o maior teor de cafeína e deve ser moído mais fino. O filtro de papel, apesar de ser mais prático, é o menos recomendado, já que a química presente no papel retira parte do sabor do café.

Já no coador de pano, a atenção maior é com a higiene e deve-se trocá-lo a cada 2 meses. O filtro que melhor preserva o sabor é o de titânio, geralmente encontrado em cafeteiras elétricas, porém é difícil de ser encontrado e é o mais caro deles.

Para fazer café no coador, primeiro deve-se molhar com água quente (escaldar) o filtro e o vasilhame onde será colocado o café, se for usar filtro de papel, dobre a parte em relevo para não atrapalhar a passagem da água.

Use uma colher de café para cada 100 ml de água e deixe o pó nivelado no filtro, mas não é preciso socar. Depois basta despejar a água lentamente sobre o pó em movimentos circulares.

Filtro de metal

 

2. Expresso

A máquina deve estar bem regulada para ter a pressão ideal, além da temperatura de 90°C. Antes de preparar o café, deixe a água passar pela máquina sem o pó, para dar uma esquentada nos circuitos.

Depois disso, coloque o pó e dê um leve compactada nele. Nesse tipo de preparo a moagem dos grãos é média e o nível de cafeína também.

 

3. Mocha (cafeteira italiana)

Despeje o pó, moído mais grosso, no compartimento sem socá-lo. Na parte de baixo, coloque água até a altura da válvula de segurança e na parte de cima derrame algumas gotas de água fria, para evitar que o café amargue em contato com o alumínio (importante isso!).

Ponha a mocha em fogo baixo, para que a água ferva lentamente, e quando o café começar a subir, retire do fogo para que o processo termine devagarzinho. Preparando dessa forma o nível de cafeína se mantém médio.

 

4. Prensa francesa

Os grãos nesse modo devem ser moídos mais grossos e antes de preparar, escalde a vasilha com água quente. Então coloque uma colher de sopa de pó para cada 100 ml de água, que deve ser despejada devagar e misture.

Deixe a mistura descansar por 4 minutos, para preservar melhor o sabor e evitar que o café jorre pra fora quando for prensado. Depois disso, empurre o pistão devagar até que o pó esteja todo concentrado no fundo. Agora é só servir o café, que feito desse jeito fica com o um nível de cafeína mais baixo.

 

5. Cafeteira Elétrica

Já na cafeteira elétrica, essa que muita gente usa, não tem segredo, né? Nesse tipo de equipamento somos obrigados usar o filtro de papel e a temperatura da água já é ajustada pelo próprio produto. Só nos resta escolher um bom pó e degustar o pretinho tão amado.

cafeteira, www.cafeteira.net

Fonte(s): Nexo Jornal
Rui Davi
Comunicador baiano que toca guitarra e ainda espera ser um astro do Rock. Enquanto isso, se contenta em escrever. Fã de boas histórias. Faz roteiros, fotografa, edita videos, canta e sapateia.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui