• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

Extra e Pão de Açúcar apostam em bandejas biodegradáveis e aposentam isopor

Até maio de 2020, a mudança deve ocorrer em todo o país.

O Grupo GPA, controlador das bandeiras Extra e Pão de Açúcar, anunciou recentemente que está adotando uma política sustentável nas embalagens de hortifrutis de marca própria. As tão conhecidas embalagens de isopor que costumam acompanhar frutas, legumes e verduras devem ir desaparecendo aos poucos das prateleiras.

A substituição das bandejas tradicionais (de isopor, PVC e PET)  por embalagens biodegradáveis, livres de petroquímicos e aditivos tóxicos, deve começar já neste mês de maio. A princípio, apenas as embalagens dos orgânicos da marca Taeq serão substituídas; por enquanto a mudança ocorre somente nas redes Extra e Pão de Açúcar do Estado de São Paulo.

A expectativa do GPA é que, até maio de 2020, a mudança ocorra em todo o país, incluindo os produtos da marca Qualitá. Dessa forma, frutas, legumes, verduras e também ovos Qualitá e Taeq devem ser vendidos em embalagens biodegradáveis em todo o Brasil, nas mesmas Redes.

A medida é importante porque o isopor, apesar de ser reciclável, tem pouco valor em termos comerciais para a reciclagem. Sendo que leva cerca de 150 anos para se decompor. Além disso, os produtos de marca própria, como é o caso da Taeq e Qualitá, costumam ser até 35% mais baratos que os demais; logo estão sempre na lista dos produtos mais vendidos das Redes.

Apesar de importante esse passo dado em nome da sustentabilidade, o Grupo Pão de Açúcar não possui um histórico tão positivo. A campanha “A verdade sobre os Ovos do Pão de Açúcar” chamou atenção para as péssimas condições em que vivem as galinhas poedeiras e ovos que abastecem as redes do Grupo.

Fonte(s): GPA, Mercado e Consumo
Daiane Oliveira
Redatora, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui