• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Existem 5 linguagens do amor; saiba qual é a sua e como aproveitá-la

Cada pessoa, geralmente, utiliza até 3 dessas linguagens.

Relacionamentos vêm e vão. Esse parece ser o ciclo natural das coisas. Mas ultimamente, como já alertava o filósofo polonês, Zygmunt Bauman, cada vez mais as relações ganham traços de fragilidade, com forte tendência ao fracasso. O chamado amor líquido.

Para o mestre em Antropologia e doutor em Educação, Gary Champman, um dos principais motivos que levam os relacionamentos ao fracasso, é a falta de comunicação.

Para ele, as pessoas desaprenderam a conversar, observar e entender os sinais que as pessoas com as quais nos relacionamos dão. No best-sellerAs Cinco Linguagens do Amor“, o autor explica que existem cinco formas diferentes demonstrar amor e se sentir amado:

  • por Presentes;
  • por Tempo de Qualidade;
  • por Palavras de Afirmação;
  • por Atos de Serviço;
  • por Contato Físico.

A primeira vista pode ser confundido apenas com qualquer outro livro de uma sessão de autoajuda de livrarias. Porém, por estar desde 2009 figurando na lista de livros mais vendidos nos Estados Unidos, segundo o The New Work Times, permanecendo, até agora, por 292 semanas entre o top 10, ele acabou chamando atenção do campo científico.

Denise Polk e Nichole Egbert, ambas Ph.D em comunicação, observaram que as classificações existentes no livro, ainda que sem prova concreta de ser verdadeiro ou não, podiam possuir um valor para a ciência.

Através da pesquisa Falando a linguagem do amor: validação da escala e teste das cinco linguagens do amor de Chapman (1992) sobre a qualidade relacional percebida pelos casais, publicada em 2006realizaram testes com casais utilizando as cinco teorias do autor.

O resultado não colocou um ponto final na discussão em torno da veracidade e eficácia, ou não, da teoria de Chapman, mas, através dos resultados obtidos foi possível descobrir que cada pessoa tem a sua forma de amar e de ser amado, e o entendimento disso, por parte dos casais, é um ponto importante para uma relação mais próspera.

As 5 linguagens do amor

Gary aponta que existem cinco formas de demonstrar amor, e que cada pessoa, geralmente,  utiliza até 3 dessas linguagens. Tanto para demonstrar, quanto para se sentir amado. São elas: Presentes, Tempo de Qualidade, Palavras de Afirmação, Atos de Serviço e Toque Físico.

1. Presentes

O amor é expressado nessa linguagem através do ato de presentear. Pessoas que possuem essa forma de amar costumam se sentir amadas quando recebem algum presente de seus parceiros, e costumam também presentear como uma forma de demonstrar afeto.

É importante destacar que isso não necessariamente envolve dinheiro. O presente pode ser algo simples. Aqui o que vale é a intenção de ver a outra feliz. Algo que vêm do coração, e que faça o parceiro lembrar que ele é importante e amado.

 

2. Tempo de qualidade

Ir ao parque, sentar em uma mesa de bar, assistir filmes ou séries juntos, um jantar. Essa linguagem, provavelmente uma das mais importantes, diz respeito à dedicar um tempo, mesmo que no meio de uma vida corrida, para estar junto com alguém que se ama.

É realizar atividades que são prazeirosas para ambos, juntos, indicando que estar com aquela pessoa, ali, naquele momento, é importante.

Passando muito tempo

 

3. Palavras de afirmação

Como o próprio nome indica, essa linguagem se manifesta através das palavras. Não significa, porém, falar coisas românticas à todo momento. Ela também se manifesta através de elogios à pequenas coisas, palavras de incentivo ou qualquer outra coisa que indique a importância do outro em sua vida, a admiração e o significado que a mesma tem para você.

 

4. Atos de serviço

A prática. Nessa forma de linguagem não só palavras que demonstram seu afeto. Aqui atos como ajudar o parceiro em uma atividade doméstica, a estudar, consertar algo, ou qualquer outro tipo de coisa que busque ajuda-lá de alguma forma, demonstram a importância daquela pessoa para você, fazendo com que tente fazer o possível para vê-la bem. Ainda que esse ato possa não envolver um pingo de romantismo.

 

5. Contato físico

É a demonstração física do amor. Andar de mãos dadas no parque, um abraço, cafuné, mão em volta da cintura, uma massagem, uma mão nos ombros. As pessoas que possuem essa linguagem, de acordo com o autor, manifestam o que sentem através de toques físicos, algo carinhoso e romântico, tornando esse sentimento visível não só para os dois, como para o restante das pessoas.

Ok, mas como faço para amar bem?

Cada ser humano é único, cheio de particularidades, e no amor não é diferente. O que muitas vezes acaba levando relacionamentos ao fracasso, segundo o Champman, é a falta de entendimento sobre o que o outro fala e quais linguagens do amor essa pessoa domina.

Não adianta, por exemplo, tentar demonstrar amor através de uma flor (presente), quando a outra pessoa queria apenas uma tarde sentada no parque (tempo de qualidade). Por isso, observar a forma como a pessoa manifesta os sentimentos, revela qual a sua linguagem para sentir-se amado. Um exercício de empatia, de sentimento.

Para Gary, o segredo para equilibrar as coisas, é saber falar e ouvir. Entender os sinais, enxergar o que faz o outro feliz, e a partir disso analisar quais as linguagens que essa pessoa fala e assim chegar cada vez mais perto do ideal. Para ambos.

E vale dizer que essas dicas transbordam os relacionamentos amorosos, a mesma técnica da linguagem do amor pode ser utilizada para amigos, família e por aí vai.

Fonte(s): Tempero Drag - Youtube, Busca da excelência, Benthamopen, The New York Times, Kent State University, West Chester University, Abrasuamente1 - Youtube
Junio Silva
Jornalista, cronista, e ex-futura promessa do futebol.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui