• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Consumir 1 lata de Refrigerante Diet aumenta em 3 vezes a chance de demência, diz estudo

O consumo frequente pode aumentar as chances de derrames.

Muitas pessoas optam por refrigerantes adoçados artificialmente, como os diets e lights, na intenção de manterem o corpinho em forma.

Mas um estudo acaba de afirmar que, apesar de até ajudar a manter a cinturinha fina, o consumo frequente desse tipo de bebida pode aumentar as chances de derrames e doenças mentais em até 3 vezes.

O estudo, desenvolvido pela Universidade de Boston e divulgado pelo site científico Strokerevelou que consumir pelo menos um latinha dessas bebidas por dia já é o suficiente para aumentar as chances de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) e desenvolver alguns tipos de demência, como o Alzheimer, por exemplo.

A pesquisa

O estudo foi realizado com cerca de 4 mil pessoas, separadas em dois grupos (os adultos com mais de 45 anos, para analisar a incidência de derrame e os adultos com mais de 60 anos, para analisar a incidência de demências) elas responderam questionários sobre suas rotinas e tiveram, por 10 anos – de 1991 a 2001 -, o consumo das bebidas diets monitorado pelos especialistas.

Ao final deste período, quando comparado às pessoas que não consumiam a bebida, as pessoas que bebiam uma latinha ou mais por dia, tiveram cerca de 2.96 vezes mais chances de terem um AVC e cerca de 2.89 vezes a mais de chances de desenvolverem algum tipo de demência.

Ao todo, foram constatados 97 casos de derrame e 81 casos de demência, sendo que 63 desses eram compatíveis com o Alzheimer.

A pesquisa revelou também que as bebidas adoçadas com açúcar comum não revelaram qualquer tipo de influência sobre o desenvolvimento dessas doenças.

“Não foi surpresa descobrir que a ingestão de refrigerante diet está associada com acidente vascular cerebral e demência. O que me surpreendeu foi que a ingestão de bebidas adoçadas com açúcar não está associada a esses riscos, porque as bebidas com açúcar são conhecidas por não serem saudáveis”, disse Matthew Pase, coordenador da pesquisa, em entrevista à CNN.

Calma lá, doutor!

Embora o coordenador do estudo dê a entender que o refrigerante comum representa menos perigo à saúde que um refrigerante adoçado artificialmente, existem outros estudos que comprovam que o consumo de refrigerante, mesmo os adoçados com açúcar comum, oferecem um risco maior sobre outros tipos de incidências vasculares.

Ou seja, consumir refrigerante diet ou normal pode causar muito mal ao organismo, segundo a ciência.

Outro ponto que merece um “calma lá, doutor” é o fato dos pesquisadores não conseguirem concluir a relação direta de causa e efeito entre o consumo do adoçante artificial usado nos refris com as doenças apontadas. Segundo os especialistas, a conclusão se deu na simples associação, já que a base dos estudos foi apenas a observação e análise de dados sobre hábitos alimentares dos participantes.

De qualquer forma, não é de hoje que a ciência vem apontando os males causados pelo consumo de refrigerante, não é mesmo? Este estudo aqui até aconselha que, tomar uma cervejinha pode ser muito mais saudável que beber um copinho de refri.

Fonte(s): CNN, BBC
Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão (SBT, Record, Band, etc.) pela internet em 2012. Vegano e meditante, busca evoluir junto com todos os seres enquanto caminham. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui